Coworking

O significado de coworking e como é a experiência em espaços compartilhados

Renato Ribeiro
Escrito por Renato Ribeiro em maio 25, 2022
10 min de leitura
O significado de coworking e como é a experiência em espaços compartilhados
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

O significado de coworking está associado a um espaço de trabalho compartilhado em que autônomos, freelancers, empresas e seus respectivos funcionários podem atuar profissionalmente em um ambiente agradável e estruturado para o trabalho. Entenda, neste artigo, tudo sobre como é essa experiência!

OfficePass trabalho no escritório

Muitas pessoas ainda acham que o significado de coworking consiste em um local próprio apenas para hospedar e desenvolver startups — empresas em fase inicial que possuem uma proposta de negócio inovadora e com um grande potencial de crescimento.

Porém, o conceito desse tipo de ambiente, hoje, vai muito além disso e vem mudando com o passar do tempo, assim como agregando novas características.

Atualmente, os coworkings são espaços de trabalho que recebem diferentes profissionais e empresas de todos os tamanhos e segmentos, inclusive, grandes organizações. Para explicar melhor sobre esse universo, vamos, primeiro, entender o real significado de coworking. Acompanhe a leitura!

significado de coworking

O significado de coworking

O significado de coworking é o compartilhamento de espaços e recursos voltados ao trabalho. As atividades são feitas por profissionais que não necessariamente são da mesma empresa ou atuam em áreas similares. 

Essa é exatamente a descrição de um dos primeiros coworkings criados no mundo, localizado na cidade de São Francisco, nos Estados Unidos. 

O Hat Factory nada mais era do que um apartamento que abria suas portas para freelancers. Grande parte desses profissionais atuava na área de tecnologia. Afinal, o local era em pleno Vale do Silício, região da Califórnia que abrigava (e ainda abriga) muitas startups. 

Basicamente, o foco dos idealizadores do Hat Factory era que as pessoas tivessem um lugar legal para trabalhar e trocar ideias.

Hoje em dia, o significado de coworking evoluiu bastante e pode abarcar uma gama muito maior de serviços e modelos de espaços. 

Gestores enchem os funcionários de tarefas

Um exemplo são as salas privativas. Elas servem para as empresas que desejam participar desse ecossistema de troca de experiências e oportunidades, mas mantendo um lugar mais tranquilo e reservado ao trabalho.

Ao mesmo tempo, profissionais como os freelancers e os trabalhadores remotos não foram esquecidos. Eles também podem contar com uma infinidade de coworkings à disposição, com estações de trabalho rotativas em todas as partes do mundo. 

Ou seja, há espaço para todos. Apesar de adotarem um formato de trabalho em que um espaço fixo não é indispensável para que o trabalho possa ser realizado, eles conseguem usufruir de todas as comodidades de um escritório.

O André Pannos, do canal Mercado Sem Filtro, explica algumas das vantagens de atuar em um espaço compartilhado. Confira no vídeo:

Será que vale a pena para um profissional liberal utilizar um coworking? Veja como é a experiência nestes espaços!

Abandonando o home office

Pois então, será que realmente vale a pena para um profissional liberal utilizar um coworking? E para empresas e colaboradores que trabalham de forma remota ou híbrida? Entenda melhor como é a experiência nesses espaços!

Abandonando o home office

Por conta da pandemia da COVID-19, muitas organizações mudaram a sua forma de trabalhar. Algo que veio para ficar são os modelos de trabalho mais flexíveis. Por exemplo, o home office e o trabalho remoto, o trabalho híbrido e o anywhere office.

Contudo, nem todo mundo se adaptou ao home office. Por isso, o trabalho híbrido e, principalmente, o anywhere office são os formatos que fazem mais sentido para muitos profissionais atualmente.

Como o próprio nome já diz, o anywhere office — ou o trabalho em qualquer lugar — é bastante associado à liberdade.

Não somente com relação aos vínculos profissionais, mas também pelo fato de podermos estar em constante movimento e trabalhar em vários ambientes diferentes. 

Não dá para negar que essa é uma das características mais legais dessa forma de trabalho. Entretanto, vale ressaltar que muita liberdade exige também uma grande dose de responsabilidade.

Afinal, é preciso atentar aos prazos, às demandas, aos compromissos etc. Logo, para atuar nesse modelo de trabalho, é necessário profissionalismo.

Veja, a seguir, o depoimento de uma das redatoras freelancers que já trabalhou em parceria com o BeerOrCoffee, Samantha Panzini, sobre esse universo:

“A vida toda trabalhei formalmente, com carteira assinada e dentro de um escritório. Quando comecei a produzir conteúdo como freelancer, o que mais gostei foi o fato de poder trabalhar em casa. Não precisar pegar trânsito ou metrô lotado, ou seja, é uma maravilha!”.

Ainda assim, a autodisciplina precisa ser resistente! Isso porque, dentro de casa, as distrações são incontáveis. Tem a TV, a cama quentinha, o videogame, a geladeira e o gato ou o cachorro fofinho querendo brincar. 

Além disso, tem o sofá confortável, o serviço de streaming e muitas outras coisas tentadoras. Fora que, inevitavelmente, com o passar do tempo, você começa a sentir um pouco de solidão.

Ou seja, acaba acontecendo um certo isolamento e uma grande vontade de interagir e ver gente.É nesse cenário que entram os coworkings. Afinal de contas, com eles, é possível ter o melhor desses dois mundos. 

Segundo Panzini, “quando a preguiça bate, eu fico em casa, e nos outros dias saio para aproveitar tudo de bom que os espaços compartilhados de trabalho têm a me oferecer.”

significado de coworking

O uso de coworkings para médias e grandes empresas

Os coworkings estão cada vez mais populares e sua aceitação pelas empresas vem aumentando.

Tanto é que um estudo mostra que a participação de escritórios flexíveis no mercado imobiliário corporativo passará para 30% até 2030. Hoje, é de 5%.

Um dos motivos para esse resultado é justamente o impacto da pandemia. Com a necessidade de isolamento social e, posteriormente, a adoção do trabalho híbrido, ficou claro que é possível utilizar esses espaços de trabalho.

O estudo mostrou que as empresas entenderam que o trabalho remoto mantém ou melhora a produtividade e ajuda a reduzir custos. Portanto, os coworkings são essenciais para o crescimento dos negócios — inclusive, de médias e grandes empresas.

Por exemplo, a manutenção de um escritório representa a segunda maior despesa da estrutura de custos de uma empresa. Esse esforço não é sustentável para as organizações, tanto do ponto de vista financeiro quanto do ponto de vista cultural. 

Os dois últimos anos já provaram que os trabalhadores precisam de flexibilidade, e não de formatos “quadrados”, tradicionais, presos ao passado.

Por isso, empresas que querem atrair e reter os melhores talentos (além de ter profissionais felizes, satisfeitos e motivados) precisam dar atenção a essa nova realidade.

Portanto, os regimes de trabalho híbrido e remoto vieram para ficar. Nesse cenário, as empresas que ainda não entenderam isso podem acabar ficando para trás. 

A fim de que elas tenham sucesso, devem dar a seus funcionários uma escolha. Para isso, é preciso entender as necessidades dos colaboradores.

Esse é o futuro do trabalho.

Vale mencionar que, ao adotar espaços de coworking em sua organização, há diversos benefícios não só para os colaboradores, mas também para a empresa. Ou seja, no final, os dois saem ganhando.

Uso estratégico para empresas

Os espaços de coworking têm se tornado cada vez mais relevantes para os planos estratégicos de crescimento das empresas. Isso porque elas podem expandir sua presença física de maneira escalável.

Esse processo é facilitado pela diversidade de planos corporativos oferecidos pelos escritórios compartilhados. Assim, existe a flexibilidade de aumentar ou diminuir a demanda conforme necessário.

Esses espaços oferecem toda a infraestrutura necessária aos trabalhadores. Ainda apresentam outras comodidades que eliminam custos indiretos da empresa. 

Portanto, seja você um líder, seja um CEO ou um gestor de facilities, é essencial considerar o uso de coworkings no seu negócio.

Significado de coworking na prática

Começar a frequentar coworkings pode ajudar a melhorar ainda mais alguns aspectos da vida profissional e social de equipes, freelancers e trabalhadores remotos. Veja, a seguir, os principais exemplos.

Foco

É muito mais fácil manter o foco em um ambiente totalmente voltado ao trabalho. É claro que existem diversos tipos de espaços de trabalho compartilhados. Por isso, é preciso escolher o coworking com sabedoria. Por exemplo, de acordo com o nível de foco necessário. 

Alguns espaços oferecem áreas de descompressão com mesas de sinuca, ping-pong etc. Já outros possuem um ambiente mais tranquilo, reservado e formal, como o Incow Coworking.

De qualquer forma, escolher o ambiente apropriado vai ajudar tanto você (caso queira utilizar o coworking) quanto os seus colaboradores e equipes a terem mais foco — algo de suma importância em qualquer organização.

Produtividade

Quem trabalha remotamente tem que controlar muito bem seus prazos. Por vezes, para atendê-los, é necessário manter a produtividade em um nível bem elevado. Agora, quem trabalha em casa sabe que as distrações podem atrapalhar bastante.

O estudo “Let’s Redefine ‘Productivity’ for the Hybrid Era“, liderado pela cientista-chefe da Microsoft, Jaime Teevan, concluiu que seguir medidas tradicionais de produtividade durante a transição para outros formatos de trabalho não é suficiente.

De acordo com ela, os líderes devem expandir suas ideias e focar no bem-estar, nas conexões sociais e na inovação. Esses são os meios de alavancar o negócio — conceitos que, claramente, estão relacionados à rotina de coworking e à economia compartilhada.

Portanto, se você quer times e colaboradores mais produtivos, esse é outro motivo que torna os coworkings tão interessantes.

Networking

Acredite, os coworkings são mesmo lugares excelentes para networking. Você encontra profissionais das mais diversas áreas, e quase todos eles são abertos a conversar, a fazer conexões e parcerias. 

Inclusive, a maioria dos espaços incentiva e proporciona essa atividade, essa troca, como é o caso do Co.W. Berrini.

Basicamente, em um espaço de coworking, você terá profissionais de marketing, contabilidade, tecnologia, bancos… Ou seja, inevitavelmente, você estará fazendo networking — muitas vezes, sem nem mesmo perceber. 

Vale ressaltar também que essa é uma ótima maneira de acabar com a solidão do home office e de adquirir conhecimentos nas mais diversas áreas profissionais — aprender nunca é demais, não é mesmo?

Criatividade e inovação

Ao contrário dos antigos escritórios tradicionais, os novos espaços de trabalho buscam proporcionar ambientes que estimulem a criatividade e a imaginação dos profissionais. 

Existem, por exemplo, espaços de frente para o mar, com uma área verde, que permitem pets ou que sejam dentro de um centro cultural. 

As decorações modernas, cheias de vida, e a atmosfera de inovação e criatividade sempre inspiram. Um ótimo exemplo disso é o gap7 Faria Lima.

Motivação

Procrastinação é uma das palavras mais recorrentes quando falamos sobre home office, e a causa principal é a falta de motivação. 

Isso porque há muitas outras coisas (mais interessantes) que você pode fazer em casa ao invés de trabalhar. Isso, claro, acaba sendo um desafio para muitas pessoas.

Agora, é mais difícil que isso aconteça quando se está em um ambiente adequado, profissional, especialmente nos coworkings, em que se percebe que as pessoas trabalham com muito mais leveza, incentivo e motivação.

Até porque, como as distrações são menores e você recebe mais estímulos, como uma bela decoração, um ambiente agradável, acolhedor e, às vezes, até mesmo com café à vontade, a procrastinação passa a ser menor nesses espaços. 

Infraestrutura de qualidade

É comum que profissionais freelancers e remotos até tenham uma mesa e uma cadeira de escritório em casa para poder trabalhar. No entanto, muitos costumam ignorar esse espaço e optam por ficar no sofá, na cama ou na mesa de jantar, por exemplo.

Com isso, além de a produtividade poder ser afetada, para muitos profissionais, o home office acaba não sendo um lugar adequado e até mesmo aconchegante para trabalhar.

Já os coworkings oferecem a melhor infraestrutura possível para o trabalho, com cadeiras confortáveis, internet de alta velocidade, serviços de impressão, áreas de descompressão para descanso, ar-condicionado e muitos outros itens e benefícios.

E tudo isso por uma única taxa mensal — o que acaba sendo bastante atrativo tanto para empresas quanto para profissionais.

significado de coworking

Valorize o significado de coworking em sua organização

Ao longo deste artigo, você conferiu o real significado de coworking e o quão benéfico ele é para a vida pessoal e profissional de trabalhadores. 

Por isso, se você é um gestor, líder, trabalhador remoto, autônomo ou freelancer e gosta de trabalhar em vários lugares diferentes (ou considera essa ideia para seus funcionários), nós ajudamos você a não precisar se prender a apenas um espaço de trabalho. 

A ideia do BeerOrCoffee é permitir a realização de conexões. Assim, você e seus colaboradores atuam cada dia em um espaço diferente, tendo experiências incríveis, fazendo networking e conhecendo muita gente!

Hoje, mais do que nunca, as organizações precisam tomar medidas significativas para ajudar seus funcionários no processo de encontrar conexão e equilíbrio

Em alguns casos, isso significa fornecer aos colaboradores um espaço alternativo ou terceiro para trabalhar, como um coworking. Em outros, significa disponibilizar a um funcionário remoto uma boa estrutura de home office com ferramentas apropriadas e conexão Wi-Fi a que os funcionários no escritório têm acesso. 

Em todo caso, as empresas precisam agir de acordo com essas demandas ou correm o risco de perder bons funcionários, além de prejudicarem a integridade e a reputação da marca.

Além disso tudo, vale mencionar que optar por utilizar um coworking, hoje em dia, acaba sendo uma grande vantagem financeira, especialmente para quem pensa em abandonar o espaço tradicional de trabalho.

Portanto, o significado de coworking vai muito além de ser um local de trabalho. É um ambiente de conexões que proporciona mais produtividade, eficiência e redução de custos. 

Para saber mais sobre este universo e adaptar o seu negócio a essa nova realidade, confira este guia completo sobre coworking que preparamos especialmente para você — está imperdível!

Texto por Samantha Panzini, freelancer na área de Marketing Digital e Produção Conteúdo, e Bruno Guerra, Jornalista, Redator e Analista de SEO. Revisado por Gabriele Lisboa, revisora textual freelancer.

Faça sua primeira reserva em um coworking!

X