Futuro do Trabalho

6 melhores práticas de trabalho remoto recomendadas para gerentes

Redação BeerOrCoffee
Escrito por Redação BeerOrCoffee em dezembro 1, 2021
6 melhores práticas de trabalho remoto recomendadas para gerentes
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

Saber como gerenciar equipes à distância pode ser desafiador, mas é fundamental para o desenvolvimento dos colaboradores e a entrega de melhores resultados. Descubra 6 práticas de trabalho remoto recomendadas para gerentes e otimize a gestão do time!

Nos últimos anos, o trabalho remoto se consolidou no mercado, ganhando cada vez mais espaço entre as empresas e profissionais. Com isso, os gestores e líderes precisaram se adaptar para saber como acompanhar e desenvolver o time a distância. Afinal, a falta de proximidade física pode trazer algumas dificuldades no gerenciamento dos colaboradores. 

Você também passa por isso? Para ajudar a superar os desafios, é importante conhecer práticas de trabalho remoto recomendadas para gerentes. Continue a leitura e conheça as 6 principais!

práticas de trabalho remoto recomendadas para gerentes

1. Tenha políticas bem estabelecidas

Entre as funções dos gerentes está o acompanhamento das equipes, atuando em uma posição de liderança. Nesse sentido, é fundamental que as políticas de trabalho estejam bem definidas, e sejam compartilhadas com toda a equipe. Afinal, cada colaborador precisa entender as diretrizes que devem ser observadas para garantir o alinhamento.

Especialmente no trabalho remoto, quando há maior distanciamento e menor contato, isso é fundamental para evitar ruídos e problemas. Além disso, essas políticas podem trazer informações relevantes, como canais de contatos e horários disponíveis, envio de relatórios, controle de atividades, entre outros fatores. 

2. Invista em boa comunicação

Entre as práticas de trabalho remoto recomendadas para gerentes, um item que não pode faltar é a boa comunicação. Podem surgir dúvidas e desafios na rotina de trabalho dos colaboradores que demandem suporte. Do mesmo modo, é comum que os líderes precisem repassar comunicados, feedbacks e acompanhar a evolução das entregas.

Em todos os casos, é importante ter meios de comunicação definidos para que a equipe saiba quais canais monitorar e como entrar em contato. Do mesmo modo, é essencial ter uma postura sempre receptiva, para que eles se sintam confortáveis ao se comunicar.

Além disso, sempre tenha atenção à clareza e à objetividade de cada notificação. Isso é essencial para que as solicitações e feedbacks sejam compreendidos com qualidade. Para tanto, verifique também qual será o canal utilizado. 

Em certas situações, e-mails ou chats são suficientes, mas em outras pode ser necessário fazer uma videochamada para que a conversa flua melhor ou permita solucionar todas as questões com maior agilidade. 

3. Adote a flexibilidade no trabalho remoto

Existem empresas que, mesmo adotando o trabalho remoto, aplicam um modelo engessado: horários certos para iniciar e terminar a jornada ou a obrigatoriedade de fazer o home office, atuando sempre de casa, são dois exemplos comuns. 

No primeiro caso, o modelo de negócio pode exigir o cumprimento de determinadas jornadas. Entretanto, nem sempre esse é um requisito realmente necessário para o bom funcionamento da empresa. Já em relação ao home office, é interessante ampliar o conceito para o anywhere office, permitindo que o trabalho seja realizado em diferentes ambientes. 

Quer entender a importância dessa prática? Uma pesquisa do IBM Institute for Business Value (IBV), mostrou que 10% dos brasileiros pediram demissão em 2020 e, entre eles, 31% foram motivados pela busca por maior flexibilidade no trabalho — logo, a estratégia é relevante para reter talentos. 

O principal motivo é que isso proporciona maior qualidade de vida e melhor gestão do tempo. Isso beneficia o profissional e tende a aumentar a sua produtividade. Por consequência, a empresa também se beneficia ao contar com colaboradores mais motivados e que entregam melhores resultados. 

principais dificuldades das empresas de tecnologia no trabalho híbrido

4. Evite o microgerenciamento do time

Ao fazer a gestão de equipes remotas, é preciso ter cuidado para não microgerenciar os colaboradores. Isso é bastante comum no trabalho à distância quando há insegurança em relação aos processos que serão realizados. Porém, também pode surgir por dificuldades do gerente em dar maior autonomia e confiar na equipe. 

Em todos os casos, o microgerenciamento se torna um problema para a produtividade. Isso porque a prática costuma gerar cobranças excessivas e dificuldades para os profissionais cumprirem suas obrigações. Portanto, faça um monitoramento, acompanhe os resultados obtidos, mas dê autonomia para que cada colaborador desenvolva suas tarefas.

práticas de trabalho remoto recomendadas para gerentes

5. Ofereça suporte técnico e emocional

Ao pensar em funções de liderança, é preciso lembrar de que a função não se limita a delegar tarefas e cobrar entregas. O gerente precisa acompanhar os colaboradores, auxiliar no seu desenvolvimento e oferecer apoio diante de necessidades, como dúvidas e dificuldades que podem surgir no trabalho. 

Além disso, também é importante oferecer o apoio emocional. Especialmente quando a empresa está em fase de transição para esse momento de trabalho, o suporte pode ser um diferencial no momento de incentivar os colaboradores. Disponibilize-se para conversar, entender ansiedades, receber feedbacks e, até mesmo, desenvolver soluções em conjunto com a equipe. 

Outra dica é incentivar a comunicação e interações entre a equipe. Isso pode ajudá-los a desenvolver relações na empresa, o que ameniza o sentimento de solidão que tende a surgir no modelo remoto. Ainda, isso traz mais possibilidades para que eles busquem apoio e suporte ao compartilhar experiências entre si. 

6. Firme parcerias para conceder benefícios à equipe remota

Os benefícios no trabalho são um atrativo importante para manter a equipe mais engajada. Assim, os gerentes podem buscar parcerias que permitam entregar mais vantagens aos colaboradores considerando o contexto do trabalho remoto. Unindo esse fator às demais práticas, é possível pensar em diversas soluções.

Elas podem se relacionar à saúde, alimentação, lazer, cultura ou, até mesmo, ao espaço de trabalho. Quando a empresa adota o anywhere office, por exemplo, há oportunidades de incentivar o uso de coworkings, que proporcionam interação social e um ambiente profissional para a equipe. Junto a uma jornada flexível, isso promove ainda mais bem-estar no trabalho a distância.

Percebeu como é algo possível de aplicar de maneira simples e eficaz? Seguindo essas dicas, surgem mais oportunidades para auxiliar no desenvolvimento da equipe e fortalecer a cultura da empresa.

Tem interesse em aplicar as melhores práticas com a sua equipe remota? Você precisa conhecer mais sobre o OfficePass do BeerOrCoffee. Com ele, é possível dar acesso a diversos espaços de coworking pelo Brasil: saiba mais!

OfficePass do BeerOrCoffee

Texto escrito por Joanna Nandi, Redatora Web.

Faça sua primeira reserva em um coworking!

X