Anywhere Office

Nômade digital: o que você precisa saber sobre as pessoas que trabalham a distância

Redação BeerOrCoffee
Escrito por Redação BeerOrCoffee em julho 20, 2022
10 min de leitura
Nômade digital: o que você precisa saber sobre as pessoas que trabalham a distância
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

Nômade digital é o nome dado ao profissional que utiliza ferramentas tecnológicas para realizar as suas atividades de trabalho em qualquer lugar, sem depender de uma base fixa para se estabelecer. Pesquisas indicam que, até 2035, haverá cerca de 1 bilhão de pessoas adotando esse estilo. Para saber mais, leia o artigo!

nômade digital
Persnickety Prints / Unsplash

Já pensou em poder viajar pelo mundo o ano todo, sem ter que esperar o mês de férias para curtir um lugar diferente? Essa é a realidade de quem já se tornou nômade digital!

O novo estilo de vida e de trabalho vem se desenvolvendo cada vez mais em todo mundo e está diretamente relacionado com a cultura do anywhere office, ou seja, do trabalho em qualquer lugar.

De acordo com o Segundo Relatório Global de Tendências Migratórias, divulgado em reportagem da CNN Brasil, o nomadismo digital ganhou força na pandemia. Já são mais de 35 milhões de adeptos ao estilo em todo o mundo.

A pesquisa também estima que, até 2035, o número de nômades digitais fique na casa do bilhão. Portanto, a tendência é que as empresas cada vez mais gerenciem suas equipes a distância.

Quer conhecer essa nova forma de vida e de trabalho? Então, basta seguir a leitura! Preparamos um conteúdo com tudo o que você precisa saber sobre os nômades digitais. Vamos lá?

Guia Completo do AnywhereOffice (2)

O que é nômade digital?

Nômade digital é um trabalhador remoto que viaja para diferentes lugares regularmente, sem estabelecer residência ou base fixa para as suas atividades.

Para isso, são usadas ferramentas tecnológicas. Elas permitem trabalhar em hotéis, hostels, coworkings, colivings, bibliotecas, cafeterias ou qualquer outro lugar.

Tudo o que se precisa ter é uma boa conexão wi-fi para conectar o notebook e o smartphone. Assim, os nômades digitais têm total liberdade para trabalhar no local em que quiserem.

De acordo com as políticas das empresas em que são contratados, também é possível negociar os horários em que as atividades são executadas.

Para você ter uma ideia, existem até mesmo nômades digitais secretos, cujos chefes não sabem que eles trabalham no exterior. Com a tecnologia, inclusive isso se tornou possível!

Curiosidade: o termo nômade digital apareceu pela primeira vez em 1997, no livro “Digital Nomad”, escrito por Tsugio Makimoto e David Manners.

Os autores fizeram uma espécie de “previsão do futuro”, ainda na década de 1990, sobre como seria o trabalho após o “boom” da internet em todo o mundo.

Quais são os benefícios de se tornar um nômade digital?

Os benefícios de ser um nômade digital incluem a possibilidade de conhecer novos lugares, fazer novas amizades, economizar dinheiro e ter mais qualidade de vida.

Veja, a seguir, algumas das vantagens que costumam ser relatadas por quem já é adepto do nomadismo digital!

Conhecer novos lugares e culturas

Os nômades digitais estão sempre viajando por novos lugares e, por conta disso, vivem experiências incríveis.

A cada semana, quinzena ou mês, os profissionais estão imersos numa nova cultura, convivendo com novas pessoas, experimentando uma culinária diferente e até mesmo aprendendo um novo idioma.

Tudo isso contribui muito para a formação cultural do indivíduo!

E não pense que é preciso viajar para fora do país para ter essas experiências! O Brasil é um dos países com maior diversidade de costumes do mundo.

Tem muitos lugares diferentes e interessantes para você conhecer, viajando de carro, ônibus ou avião.

nômade digital
Matthias Zeitler / Pixabay

Fazer novas amizades e parcerias

Já pensou em ter amigos espalhados por vários lugares do mundo? Como nômade digital, você ampliará muito a sua rede de relações e poderá ter contatos em todo o globo.

Isso vale tanto para as relações pessoais quanto para as profissionais. Em suas andanças, certamente você fará muito networking e várias portas se abrirão para impulsionar a sua carreira.

Economizar dinheiro

Como nômade digital, você poderá se hospedar em locais em que o custo de vida é mais baixo. Há albergues e hostels que proporcionam diárias mais em conta e promoções exclusivas para quem viaja a trabalho. Vale a pena se informar!

Além disso, você poderá visitar lugares badalados fora da temporada. Se você curte as cidades litorâneas, por exemplo, pode agendar a sua passagem pelas praias fora dos tradicionais meses de férias, quando tudo fica caro e lotado.

Ter mais qualidade de vida

Ao não limitar as suas atividades profissionais às paredes de um único escritório, você provavelmente terá mais saúde e qualidade de vida.

Além disso, você terá a oportunidade de estar sempre em lugares interessantes, fugindo das rotinas estressantes dos grandes centros urbanos.

Quais são as características esperadas de um profissional nômade?

Ser organizado, ter facilidade para trabalhar de forma remota e ser emocionalmente estável são características esperadas de um nômade digital.

Desenvolvê-las, portanto, é importante para usufruir todos os benefícios que o estilo de vida oferece!

Abaixo, apresentamos mais dicas sobre essas habilidades que devem ser desenvolvidas pelos profissionais nômades.

Checklist dos novos formatos de trabalho

Organização 

Para ser um nômade digital, ter organização é de fundamental importância! Afinal, é preciso ser muito bem organizado para administrar uma rotina diferente todos os dias.

Se você pensa em se tornar nômade, precisa saber controlar muito bem as suas finanças, por exemplo.

Ao contrário de alguém que mora em uma residência fixa e paga sempre um valor X de aluguel, as despesas com moradia de um nômade digital variam por conta de uma série de fatores. O mesmo vale para a alimentação e outras esferas da vida pessoal.

Já no campo profissional, o nômade precisa ter organização para cumprir todas as tarefas com maestria. Deve-se ter um cuidado especial, inclusive, com a questão dos fusos horários.

Se você trabalha numa empresa brasileira e está vivendo em um país com outro fuso horário, precisa considerar que os prazos das suas tarefas são no horário do Brasil.

Ou seja, a empresa está contanto com as suas entregas nesses horários e, caso você não cumpra os acordos, poderá causar sérios problemas para os clientes e colegas de trabalho.

Facilidade para trabalhar remotamente

O nômade digital também deve ter facilidade para trabalhar remotamente. Aqui se incluem, por exemplo, as boas habilidades para lidar com ferramentas de computação em nuvem e comunicação digital.

Conhecer cases e exemplos de histórias de sucesso é uma boa forma de ter insights para um desenvolvimento profissional contínuo. Faça isso e tenha mais sucesso com o nomadismo digital.

Estabilidade emocional para lidar com momentos de solidão

Embora o nômade digital esteja sempre rodeado de pessoas diferentes e faça amigos em vários lugares, haverá momentos em que poderá se sentir sozinho.

Além disso, por conta da rotina de viagens, pode ser que você não esteja sempre disponível para momentos especiais.

Você pode não conseguir passar as datas comemorativas com a família, ir ao casamento ou aniversário de um amigo, entre outras situações.

É preciso ter estabilidade emocional para lidar com tudo isso, sem que a sua saúde mental seja prejudicada.

Quais são as cidades mais indicadas para se trabalhar remotamente?

Ao escolher as cidades em que você vai trabalhar remotamente, é aconselhável que você considere fatores como o custo de vida, qualidade da hospedagem, fácil acesso a coworkings e estações de trabalho etc.

Além disso, é claro, os lugares também precisam ter boas áreas de lazer e atrações turísticas e culturais para você conhecer. Veja, na sequência, algumas dicas de cidades interessantes para nômades digitais!

Lisboa, em Portugal

Portugal tem uma cultura muito rica, o que é muito bem demonstrado pelas antigas ruas coloridas de Lisboa. Isso sem contar na culinária, que é incrível!

Além disso, Lisboa oferece uma boa relação custo-benefício, quando comparada a outras cidades da Europa.

E, estando em Portugal, você poderá se deslocar facilmente para Espanha, Bélgica, França, Itália, entre outros países.

Isso porque o país fica no Espaço Schengen, uma área que dispensa visto adicional e checagens nas fronteiras. Além de permitir a livre movimentação entre as nações participantes.

Outro benefício é o idioma! Caso você não se sinta confortável para falar inglês ou espanhol com nativos, por exemplo, Portugal é o lugar ideal.

Cidade do Cabo, na África do Sul

A Cidade do Cabo é cercada por montanhas e conta com uma natureza deslumbrante. As praias são verdadeiros paraísos e proporcionam boas condições para os surfistas.

O custo de vida médio na África do Sul tende a ser baixo. Além disso, a Cidade do Cabo está repleta de cafés e espaços de coworking.

Sem dúvida, uma boa pedida para nômades digitais, não é mesmo?

nômade digital
Austin Distel / Unsplash

Buenos Aires, na Argentina

A capital argentina também é uma excelente pedida para os nômades digitais. Buenos Aires tem um cenário cultural incrível, conta com vários pontos turísticos interessantes e tem cafés, livrarias e coworkings para você trabalhar.

Outra vantagem é que o real vale mais que o peso argentino. Ou seja, se você viver na Argentina e trabalhar para uma empresa brasileira, ganhando em reais, terá um poder aquisitivo mais alto na terra dos “hermanos”.

Guaratinguetá, em São Paulo

Entre os destinos nacionais, destacamos Guaratinguetá, no interior de São Paulo. A cidade se destaca por ter o menor custo de vida no Brasil, o que é ideal para quem quer economizar.

Guaratinguetá conta com uma excelente estrutura turística e opções baratas de hospedagem. Ela também fica próxima do litoral norte do estado e da capital paulista.

Logo, quando você quiser trabalhar em um coworking de São Paulo ou respirar o ar da cidade grande, é só se deslocar por alguns quilômetros.

Foz do Iguaçu, no Paraná

Também pensando na economia, você pode incluir Foz do Iguaçu no seu roteiro de nômade digital. A cidade está entre as mais baratas para se viver no Brasil e tem opções de hospedagem para todos os gostos e bolsos.

Mundialmente conhecida pelas Cataratas, a cidade paranaense faz divisa com o Paraguai e com a Argentina. Isso também facilita para você dar uma passadinha nos países vizinhos, sem ter que gastar tanto com deslocamento.

Essas são apenas algumas sugestões de lugares para nômades digitais. Há uma infinidade de espaços que você pode explorar mundo afora. Pesquise e viva uma vida repleta de aventuras e boas experiências.

Quais são as profissões mais indicadas para um nômade digital?

Trabalhar remotamente já é uma realidade para muitas pessoas. Prova disso é que o Governo Federal, recentemente, regulamentou o formato por meio da MP do trabalho remoto.

Isso mostra que profissionais de praticamente qualquer área podem ser nômades digitais e trabalhar no lugar em que quiserem.

Os profissionais da área da saúde, por exemplo, podem se inscrever em programas de ajuda humanitária e voluntariado, como o Médicos Sem Fronteiras, e trabalhar em diferentes lugares do mundo.

Apesar disso, as atividades mais voltadas para o campo da tecnologia, muitas vezes chamadas de profissões do futuro, são as que mais atraem os nômades digitais.

Blogueiros, influenciadores digitais, redatores, desenvolvedores de softwares, designers e gestores de e-commerce são exemplos de profissões comuns entre os adeptos do nomadismo.

Como empreender sendo um nômade digital?

Empreender sendo um nômade digital também é uma possibilidade interessante. Isso dá ainda mais flexibilidade para carreira, tendo em vista que você poderá gerir o próprio negócio.

Por questões burocráticas, no entanto, é importante que você tenha um endereço físico para a sua empresa, que pode ser o da casa dos seus pais ou de algum outro familiar.

Assim, poderá registrar a sua empresa de forma legal e ter acesso a programas para a emissão de notas fiscais para os seus clientes, por exemplo.

Já existem cases de sucesso de empreendedores adeptos ao nomadismo digital. É o caso da australiana Erin Carey, que fundou a própria empresa enquanto viajava o mundo em um iate. Interessante e inspirador, não é mesmo?

Tornar-se um nômade digital é algo que passa pela sua cabeça? Esperamos que o nosso conteúdo tenha ajudado você a compreender melhor esse estilo de vida. Temos a certeza de que você pode trabalhar enquanto explora todo o mundo!

O BeerOrCoffee pode ser um grande parceiro nessa jornada, por meio do OfficePass. Nossa assinatura dá acesso a mais de 1.500 coworkings em mais de 200 cidades brasileiras. Gostou da ideia? Então, acesse o site e saiba mais!

OfficePass

Texto de Lucas FloresRelações Públicas e Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade. Revisado por Marcelo Madeira, tradutor, revisor e editor freelancer.

Faça sua primeira reserva em um coworking!

X