Carreira

7 dicas eficientes para ampliar o alcance da sua voz e otimizar a sua liderança de pensamento

Redação BeerOrCoffee
Escrito por Redação BeerOrCoffee em março 10, 2022
7 dicas eficientes para ampliar o alcance da sua voz e otimizar a sua liderança de pensamento
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

A liderança de pensamento é concedida por outras pessoas devido à sua influência e à sua relevância dos conteúdos. Para alcançar esse patamar e dar uma guinada na sua carreira, é preciso se posicionar de forma diferenciada e saber entrar em contato com as pessoas. Entenda!

Você já se viu influenciado por alguém nas redes sociais? Essa é a chamada liderança de pensamento, ou seja, alguém com opiniões consideradas influentes e com autoridade. Apesar de muita gente se posicionar dessa forma, esse título é determinado por outras pessoas. Afinal, ser visto como referência nunca pode ser algo imposto.

O que fez com que esses líderes atingissem esse patamar? Basicamente, eles sabem como se tornar um mestre em falar com pessoas desconhecidas. A partir do estilo de escrita e do tom de voz adotado, conseguem influenciar as pessoas. Isso porque expressam suas ideias da forma correta.

O que isso significa? Na prática, as palavras utilizadas, a forma como compõem o texto e o nível de formalidade são escolhidos com cuidado, tudo para agradar a chamada persona, ou seja, a pessoa que interage com o seu conteúdo.

Diante desse cenário, quais atitudes são importantes para colocar em prática essas dicas de liderança? Como você pode começar a se posicionar perante seus seguidores, colegas, superiores e outros profissionais da área a fim de se tornar uma referência? Veja algumas ideias neste post. Confira!

1. Seja consistente

Todas as palavras, tom de voz e formalidade passam uma mensagem para quem consome seus conteúdos. Isso acontece independentemente de você ter a intenção. Por isso, é importante considerar todos os detalhes. Nesse caso, vale a pena se perguntar:

  • É melhor usar as palavras inteiras ou contrações?
  • Vale a pena usar piadas ou evitá-las?
  • É melhor usar linguagem simples e direta ou abusar da descrição?
  • O ideal é optar pela informação?
  • O tom de voz deve ser como uma conversa, do tipo amigável? Ou é melhor optar pela seriedade e pelo academicismo?

Observe que essas respostas devem estar sempre alinhadas. Seja consistente, porque sua audiência espera que você mantenha o mesmo estilo. Caso tenha dúvidas no processo de produção, escreva do jeito que fala. Isso tende a ajudar a manter uma comunicação mais natural.

2. Mantenha o foco

Você pode gostar de várias áreas, mas é impossível ser um especialista em todas elas. Logo, é importante focar algum tipo de assunto, até mesmo para evitar que suas informações sejam confrontadas.

Foco

Por isso, pergunte-se qual é o tema que mais entende e que pode render conteúdos mais relevantes. Você pode escolher dois ou três assuntos relacionados, mas lembre-se de manter o foco. Assim, ao compartilhar o seu ponto de vista, é possível se posicionar como especialista e se diferenciar da concorrência. Aos poucos, torna-se uma referência para clientes, para parceiros, para investidores etc.

3. Tenha autenticidade

Quando você pensa sobre o que é liderança, a autenticidade vem à sua mente? Se nunca pensou nisso, saiba que deveria, pois esse é um fator importante. Ao ser diferente e não replicar posicionamentos de outras pessoas, há uma chance maior de inspirar pessoas.

Isso porque cada indivíduo tem uma perspectiva diferente, além de ter vivido várias experiências. Portanto, você tem a contribuir ao adotar a liderança de pensamento, conectando-se às pessoas certas.

4. Saiba relacionar ideias

Um líder de pensamento tem uma visão única sobre determinado assunto ou área. Porém, pouco adianta apresentar suas ideias se não souber explicá-las da forma correta. Sem uma comunicação clara e eficiente, é difícil se conectar com o seu público em potencial.

Por isso, o ideal é saber relacionar ideias. Dar exemplos, tornar a linguagem mais simples e utilizar a estratégia são boas saídas para conseguir alcançar o melhor resultado. 

5. Trabalhe com mentores e com influenciadores

Investir na liderança de pensamento exige que você esteja em consonância com profissionais reconhecidos da área. Converse com ele sobre aspectos como suas experiências, suas ideias, suas paixões e suas opiniões. Verifique o que fizeram para alcançar o patamar em que estão hoje e como se posicionam nas redes sociais e em outras plataformas.

Perceba que a ideia nunca é copiar o estilo ou as ideias desses profissionais. Seu estilo deve ser único. Porém, estar em contato com essas pessoas contribui para o networking. Além disso, ajuda outras pessoas a verem que você e o conteúdo que publica são relevantes.

6. Conheça as melhores estratégias

Para ser um líder de pensamento, o ideal é que as pessoas se interessem e sejam impactadas pelo seu conteúdo. Um levantamento demonstrou quais estratégias trazem mais resultados; você não precisa segui-las o tempo todo, mas vale a pena conhecê-las, porque elas podem ser bons direcionadores.

Nesse sentido, o recomendado é criar conteúdos relevantes, específicos e que façam a diferença para a indústria em que você está inserido. Além disso, o estudo mostrou que:

  • 88% dos tomadores de decisão acham importante ter uma ideia de como será o futuro;
  • 57% preferem conteúdos rápidos, que possam ser consumidos em poucos minutos;
  • Para os que preferem materiais mais longos, comece com um e-book ou com outro tipo de formato e, então, divida-o em partes menores a fim de que possa ser consumido por todos.

De toda forma, o mais importante é focar a qualidade do conteúdo. Caso contrário, será difícil se posicionar dentro da liderança de pensamento.

7. Construa um networking

Uma rede de contatos é fundamental, especialmente, se você quer se colocar como referência em determinada área. Além de se conectar com influenciadores e com mentores, vale a pena conhecer outras pessoas que possam gerar novas ideias, trazer conceitos diferentes e facilitar a adoção de novas abordagens.

Afinal, um líder precisa estar em constante reciclagem de conhecimentos. Por isso, vale a pena conhecer profissionais da sua área e também de outras. Afinal, eles podem trazer ideias diferentes e até permitir a formação de parcerias estratégicas.

Uma boa forma de fazer isso é trabalhar a partir de lugares diferentes. Por exemplo, é fácil fazer networking no coworking, porque o escritório compartilhado foi desenhado para isso. Mesmo que você esteja em uma sala privativa ou de reuniões, ainda pode acessar as áreas comuns e interagir com os outros profissionais. Por meio desse contato, ainda é possível:

  • Participar de eventos;
  • Compartilhar suas experiências e seus interesses;
  • Criar materiais promocionais para seu personal branding.

Como você pôde perceber, todas essas dicas ajudam a ampliar o alcance da sua voz. Por intermédio dessas práticas, você se posiciona como uma referência e constrói autoridade. Para isso, é preciso lançar mão de vários artifícios, especialmente, o conteúdo de qualidade aliado às estratégias apresentadas.

Assim, você se torna uma liderança de pensamento sem querer forçar esse status — até mesmo porque isso é impossível, certo? Então, aproveite essas dicas eficientes e otimize os resultados obtidos nas redes sociais e em outros canais de networking. Isso trará autoridade, melhoria nas tomadas de decisão e mais sucesso à sua carreira.

E você, quer se aprofundar e melhorar seu networking? Veja como se tornar um mestre em falar com pessoas desconhecidas.

Texto escrito por Fabíola Thibes, jornalista e redatora web. Revisado por Gabriele Lisboa, revisora textual freelancer. 

Faça sua primeira reserva em um coworking!

X