Tecnologia

Principais soluções de Identity Management (Gestão de Identidade) para 2022

Redação BeerOrCoffee
Escrito por Redação BeerOrCoffee em abril 29, 2022
Principais soluções de Identity Management (Gestão de Identidade) para 2022
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

Identity Management (Gestão de Identidade) é o nome dado à estrutura de políticas e tecnologias que garantem que os usuários certos acessem os conteúdos corretos no momento mais apropriado. Para entender melhor, leia o nosso artigo!

Você já ouviu falar em Identity Management (Gestão de Identidade)? Esse termo é muito importante no mundo corporativo contemporâneo e relevante para quem ocupa cargos de liderança.

Inclusive, a Gestão de Identidade pode ser considerada como uma importante habilidade para os trabalhadores remotos, os quais devem conhecer essas políticas e utilizar as tecnologias para executar as suas atividades com mais segurança.

Pronto para entender o que é Identity Management (Gestão de Identidade), bem como conhecer os seus principais benefícios e soluções? É só continuar conosco e ler os tópicos a seguir para aprender tudo!

Identity Management (Gestão de Identidade)

O que é Identity Management (Gestão de Identidade)?

A Identity Management (Gestão de Identidade) pode ser definida como um processo que reúne tecnologias e ferramentas para gerenciar os acessos a determinados recursos na empresa.

De tal forma, somente as pessoas autorizadas recebem a permissão necessária para acessar cada tipo de conteúdo ou plataforma, de acordo com as políticas de segurança da empresa.

Imagine, por exemplo, uma grande empresa com vários departamentos e que utiliza um sistema de gestão amplo, como o SAP ou o Oracle, que abrange as atividades de todos os setores.

Nesse caso, podem ser criados programas de gestão de identidade para que cada funcionário tenha acesso apenas aos recursos que são necessários para a realização do seu trabalho.

Um colaborador do setor de RH não precisa ter acesso a dados fiscais, tendo em vista que essa é uma atribuição da área de contabilidade, por exemplo. Do mesmo modo, contadores não precisam ter acesso ao banco de talentos com currículos de pessoas interessadas em trabalhar na empresa.

Benefícios da Gestão de Identidade – Identity Management

Utilizar boas ferramentas de Identity Management é bem importante para as empresas. Observe, a seguir, os principais benefícios proporcionados por esse tipo de política.

Aumento da segurança das informações

Com um bom sistema de Gestão de Identidade é possível aplicar as mesmas políticas de segurança em todas as áreas da empresa.

Além disso, evita-se que pessoas desautorizadas tenham acesso a informações sigilosas. Protótipos de novos produtos, por exemplo, ficam restritos aos profissionais que estão trabalhando neles.

Conformidade com a LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) exige que as empresas tenham autorização dos detentores das informações para executar atividades específicas.

Dessa forma, se uma pessoa se inscreveu em uma newsletter para receber campanhas de e-mail marketing, por exemplo, ela deu permissão para a empresa usar os seus dados para essa finalidade.

Caso a organização use os dados do usuário para qualquer outra finalidade, ela estará descumprindo a LGPD e poderá sofrer as sanções previstas na lei.

Com um bom programa de Gestão de Identidade, evita-se que os dados dos usuários sejam usados para finalidades não autorizadas. Afinal, apenas os responsáveis por cada atividade terão acesso às informações coletadas.

Maior produtividade dos colaboradores

Com um programa de Gestão de Identidade bem estruturado, a tendência é que a produtividade dos colaboradores aumente. Isso se justifica porque eles terão rápido acesso aos recursos que necessitam para fazer as suas atividades.

Com ferramentas desse tipo, portanto, fica mais fácil para os gestores realizarem a gestão de desempenho remota dos colaboradores

Identity Management (Gestão de Identidade)

Principais soluções de Identity Management (Gestão de Identidade) para 2022

Se você gosta de conhecer previsões para o mercado de trabalho, certamente terá interesse em saber quais são as principais soluções de Identity Management (Gestão de Identidade) para 2022.

Fizemos uma lista com as ferramentas desse tipo que devem se tornar mais populares no decorrer deste ano. Veja, na sequência!

SSO

O Single Sign-On (SSO) é uma solução tecnológica que possibilita que todos os aplicativos usados por um colaborador sejam acessados com uma única senha de forma segura e transparente.

Funciona assim: o usuário faz o login em seu dispositivo de trabalho, como um notebook ou smartphone, e desbloqueia a tela inicial com uma senha. Com o equipamento desbloqueado, todos os demais aplicativos são abertos de forma automática.

Biometria

Para tornar o  acesso às informações mais seguro e também garantir mais segurança com os recursos de SSO, muitas empresas estão adotando a biometria como método de identificação dos usuários.

Dessa forma, o usuário utiliza a sua impressão digital para desbloquear os dispositivos. Isso dificulta ainda mais que pessoas não autorizadas acessem as informações.

Zero Trust

O Zero Trust é um modelo de segurança bem rigoroso, permitindo que somente usuários e dispositivos autenticados e autorizados tenham acesso às aplicações das empresas.

Essa solução oferece somente o necessário para que cada funcionário realize as suas tarefas. Assim, evita-se vazamentos de dados e acessos a informações sigilosas, por exemplo.

Identity Analytics

As ferramentas de Identity Analytics permitem que as equipes de TI identifiquem comportamentos de risco dos colaboradores

Por meio de indicadores, são analisadas as principais atividades realizadas nos sistemas da empresa. Isso funciona como um método de prevenção de fraudes ou adulterações nos dados e sistemas armazenados.

Autenticação baseada em risco

A autenticação baseada em risco (RBA) considera um score de risco para cada cargo ocupado na empresa, criando mais ou menos etapas de autenticação e gerenciamento de identidade.

Vamos supor, por exemplo, que a recepcionista de uma empresa tenha acesso apenas aos ramais dos telefones internos e e-mails dos colaboradores. Como essas informações não são de grande relevância, considera-se que ela tem um score de risco baixo.

Assim, para fazer o seu login no sistema, basta que a funcionária digite uma senha ou use a sua impressão digital para desbloquear o dispositivo.

Um diretor financeiro, por sua vez, tem um score de risco alto. Afinal, se alguém não autorizado acessar as informações bancárias da empresa, essa pessoa poderá fazer movimentações, fraudar ou até mesmo roubar dinheiro.

Logo, ele precisa fornecer mais informações para fazer o login nos sistemas. Além da senha e da impressão digital, pode ser solicitado o uso de um token de autenticação ou respostas a perguntas-chave.

E a sua empresa, adota algum recurso de Identity Management (Gestão de Identidade)? É interessante que você pense sobre esse assunto!

Agora que você sabe tudo sobre o assunto, aproveite para mergulhar em outro tema. ACESSE AQUI o artigo “O que é Data Loss Prevention (DLP) ou Prevenção de Perda de Dados e como aplicar a prática na sua empresa”.

Texto de Lucas FloresRelações Públicas e Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade. Revisado por Marcelo Madeira, tradutor, revisor e editor freelancer. 

Faça sua primeira reserva em um coworking!

X