Gestão de equipes

Como fazer a gestão de desempenho remota dos seus colaboradores

Redação BeerOrCoffee
Escrito por Redação BeerOrCoffee em fevereiro 7, 2022
Como fazer a gestão de desempenho remota dos seus colaboradores
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

Uma boa gestão de desempenho é essencial para a empresa, mas apresenta desafios no trabalho remoto. Entenda como implementar essa estratégia com as nossas dicas!

Você sabe como fazer a gestão de desempenho da equipe remota? No trabalho presencial, a prática pode ser mais simples, já que permite um acompanhamento de perto em relação às atividades e dedicação de cada colaborador. 

Contudo, em um contexto de anywhere office, quando o profissional pode trabalhar onde quiser, a tarefa torna-se um pouco mais desafiadora. Afinal, sem a presença da equipe e, principalmente, quando não há controle da jornada, torna-se mais complexo avaliar os resultados e auxiliar o desenvolvimento do time. 

No entanto, é possível fazer alguns ajustes em sua estratégia para otimizar a gestão de desempenho remota. Continue lendo para entender mais sobre esse conceito e como aplicá-lo em relação aos times que trabalham à distância!

O que é a gestão de desempenho?

A gestão de desempenho visa acompanhar as tarefas executadas pela equipe e os processos da empresa, assim como os resultados obtidos, para criar um ambiente de trabalho mais favorável. A partir dela, é possível identificar pontos de melhoria, permitindo que a equipe se desenvolva profissionalmente enquanto o negócio conquista a performance desejada.

Performance cinco estrelas

Para tanto, ela exige planejamento, avaliação e monitoramento da equipe para buscar melhorias contínuas nos processos adotados. Porém, nos contratos remotos, é preciso que a empresa e os gestores saibam como se adequar para fazer essa gestão de maneira eficiente. Afinal, esse modelo faz parte das tendências sobre o futuro do trabalho

Como fazer uma gestão de desempenho remota?

Quando se fala em trabalho remoto, muitos gestores e líderes enfrentam obstáculos para fazer a gestão de desempenho. Afinal, o distanciamento físico em relação à equipe traz desafios — especialmente quando esse modelo é uma novidade para a empresa. 

Entretanto, com o crescimento do trabalho a distância e do anywhere office, vale a pena saber como fazer essa gestão de maneira efetiva. Para ajudar, separamos as principais dicas sobre o tema. Confira!

Tenha objetivos claros para o trabalho

O ponto de partida para qualquer estratégia na empresa é o planejamento, certo? Quando se trata de gestão de desempenho não é diferente. Nesse caso, o primeiro passo é entender quais são os objetivos dessa estratégia, além das metas de trabalho, funções de cada colaborador e outros detalhes relacionados com a rotina e os resultados obtidos pela equipe. 

Ainda, sempre que surgir um novo projeto ou atividade entre as tarefas do profissional, é preciso rever os objetivos. Essa definição detalhada se tornará fundamental para conseguir aplicar as demais dicas e ter condições de avaliar o desempenho apresentado. 

Defina os indicadores de avaliação

O passo seguinte é definir indicadores para fazer as avaliações de desempenho. É por meio deles que será possível identificar a produtividade no trabalho remoto e ter uma visão ampla sobre os resultados que cada colaborador entrega. 

Para ter uma avaliação mais completa, você também pode estabelecer alguns pontos diferenciados, como a comunicação em home office, o comprometimento com o trabalho, o relacionamento com o restante da equipe etc. 

Também é interessante criar indicadores que avaliem os setores como um todo e, até mesmo, a empresa. Isso ajudará a identificar os pontos que exigem mais atenção, como gargalos nos processos e nos contratempos da equipe. 

Alinhe as expectativas com a equipe

Um dos pontos fundamentais para uma boa gestão de desempenho é o alinhamento. A equipe precisa entender o que a empresa espera de cada um para que tenha condições de buscar entregas que cumpram as expectativas. 

Nesse caso, é interessante ter políticas de trabalho bem detalhadas, mostrando o papel de cada um, a sua importância para a empresa e as tarefas de sua responsabilidade. Elas também devem explicar quais são os critérios avaliados nas análises, como acontecerão os feedbacks e, se for o caso, as práticas voltadas ao reconhecimento dos colaboradores. 

Uma boa prática nesse momento é conversar com o time para entender o que eles esperam da empresa. Isso porque um alinhamento originado nas duas vias pode colaborar com a construção de uma gestão mais positiva e eficaz. Por exemplo, é possível conversar para estabelecer metas em conjunto, as responsabilidades de cada um e outras questões relevantes para o processo.

Evite o microgerenciamento

Quando se fala em gestão de desempenho, um erro comum é adotar o microgerenciamento. Com o trabalho remoto, é comum que os líderes passem a acompanhar com bastante proximidade as atividades realizadas, muitas vezes interferindo no processo de execução das tarefas do colaborador. 

Em outros casos, há um controle excessivo sobre o tempo dedicado, desconsiderando a real produtividade no trabalho remoto. Contudo, se o foco é o bom desempenho, é preciso que a empresa confie no colaborador e em seu comprometimento, dando autonomia para que ele realize as atividades.

Confiança entre gestor e colaborador

Se for o caso, foque na oferta de treinamentos e outras formas de capacitação, para eles terem cada vez mais preparo para entregar os resultados que a empresa precisa. Isso ajudará a ter uma gestão mais eficiente, ao mesmo tempo em que constrói um clima organizacional mais favorável. 

Dê feedbacks para o time

Outra prática importante é adotar um modelo de feedbacks frequentes. Isso ajuda a superar o distanciamento para construir relações mais próximas com os colaboradores. Na prática, esses retornos evitam que eles se sintam  isolados, o que pode levar à desmotivação e reduzir o engajamento. 

Por outro lado, os feedbacks frequentes — tanto para reconhecer pontos fortes quanto para trabalhar as oportunidades de melhoria — trazem proximidade ao garantir suporte e reconhecimento ao profissional.

Além disso, as reuniões de feedback podem ser usadas para que a empresa também receba um retorno do colaborador. Dessa forma, é possível identificar questões que podem ser trabalhadas para otimizar os fluxos de trabalho, promovendo mais oportunidades para a melhoria no desempenho apresentado. 

Entendendo mais sobre a gestão de desempenho e como ela pode ser feita no trabalho remoto, você terá melhores condições de avaliar os resultados e trazer condições para otimizar as entregas. Logo, há chances de construir caminhos mais positivos para o desenvolvimento do negócio. 

Um bom desempenho também tem relação com a produtividade, não é mesmo? Então baixe gratuitamente o nosso Guia da Produtividade no Trabalho Remoto e veja como ser eficaz trabalhando a distância!

Texto escrito por Joanna Nandi, Redatora Web. Revisado por Marcelo Madeira, tradutor, revisor e editor freelancer. 

Faça sua primeira reserva em um coworking!

X