Gestão de Facilities

10 exemplos de redução de custos nas empresas para colocar em prática

Redação BeerOrCoffee
Escrito por Redação BeerOrCoffee em julho 4, 2022
10 min de leitura
10 exemplos de redução de custos nas empresas para colocar em prática
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

A redução de custos se caracteriza pelas atitudes voltadas a diminuir os gastos da empresa em determinadas áreas. Por exemplo, com funcionários, serviços ou fornecedores. Para fazer isso com mais segurança, você conhecerá exemplos de reduções de custos para aplicar no negócio!

redução de custos nas empresas
mohamed_hassan / Pixabay

Quem é gestor de uma empresa sabe que a saúde financeira do negócio é uma das prioridades na administração, não é? Nesse sentido, encontrar formas de potencializar a redução de custos na empresa é uma boa maneira de melhorar a lucratividade e desempenho. 

Você sabe como fazer isso? Neste conteúdo, você entenderá a importância de reduzir custos e 10 exemplos de práticas para ajudar com esse objetivo. Não perca!

Por que a redução de custos nas empresas é importante?

Reduzir custos significa diminuir os pagamentos feitos pela empresa em relação a serviços, produtos e terceiros, como fornecedores e contratados.

Mas por que é tão importante buscar formas de diminuir as contas? Para responder essa pergunta, você deve lembrar que os lucros são a diferença entre o que a empresa ganha e o que ela gasta. 

Desse modo, é comum focar apenas o faturamento, buscando aumentar os ganhos. No entanto, uma empresa com um receita elevada e mais vendas que a concorrência pode não ter uma lucratividade tão atraente.

Isso acontece quando os custos operacionais são muito altos. Assim, a margem de lucro será pequena.

Ou seja, saber quanto a sua empresa gasta e como reduzir essa conta é uma boa maneira de potencializar o crescimento do seu negócio. Isso porque uma margem de lucro alta pode servir para:

  • Fortalecer o capital de giro;
  • Realizar investimentos;
  • Expandir o negócio.

Guia da gestão de facilities

Muitas vezes, a empresa não tem meios de aumentar o seu faturamento ao mesmo tempo em que preserva sua saúde financeira. Por exemplo, isso acontece quando uma expansão é feita sem considerar o capital de giro e o montante disponível.

Em uma situação como essa, a redução de custos pode ser a única solução — e a melhor alternativa! — para melhorar o crescimento. Mesmo em outros casos, essa é uma medida necessária para a sobrevivência do negócio.

Isso porque a redução de custos está diretamente atrelada a uma boa gestão financeira. E esse é um dos principais fatores de falência das empresas.

Segundo dados do IBGE, 48% das empresas entram em falência no prazo de 3 anos por uma gestão ineficiente. Entre os fatores que levam a esse resultado estão:

  • Impostos elevados: 31%;
  • Pouca demanda e alta competitividade: 29%;
  • Dificuldade para arrecadar linhas de crédito: 25%.

No entanto, é preciso ter atenção: a redução de custos deve ser uma estratégia personalizada e precisa ser pensada com cuidado. Afinal, diversos gastos são essenciais para a atividade.

Logo, sempre tenha um bom planejamento e controle no negócio. Somente assim você conseguirá definir o que pode ser cortado ou reduzido sem prejudicar as operações.

10 exemplos de redução de custos nas empresas

Como você percebeu, a redução de custos pode ser uma estratégia interessante para melhorar a saúde financeira do negócio.

Porém, é preciso saber como fazer isso de maneira segura e eficiente. Por isso, listamos alguns exemplos para a redução de custos na empresa.

Dessa forma, você conseguirá selecionar as estratégias mais indicadas para a gestão e aplicá-las de acordo com as necessidades do negócio. Veja só:

1. Papel e impressões

Os materiais de escritório — como papéis, impressões e utilização de outros objetos — trazem custos que, muitas vezes, são ignorados pela gestão.

Como cada item costuma ter um preço mais em conta, é comum que os gestores não percebam como o uso desses materiais acarreta custos expressivos para o negócio.

Assim, conseguir reduzir os papéis e as impressões pode ser uma boa maneira para diminuir os gastos. Nesse contexto, investir em digitalização de documentos e armazenamento em nuvem é uma boa ideia.

Para ter uma ideia, os gastos com tecnologias e serviços que habilitam a transformação digital devem atingir 1,8 trilhão de dólares. Até 2025, a expectativa é chegar a 2,8 trilhões de dólares.

Portanto, é fundamental estar inserido nesse contexto. Caso contrário, sua empresa tende a perder vantagem competitiva.

2. Telefonia e internet

Outros pontos importantes na redução de custos são as contas de telefonia e internet. Procurar planos empresariais e buscar diferentes operadoras para fazer vários orçamentos pode ser uma solução viável.

Assim, você pode comparar os preços e avaliar qual é a alternativa que traz o melhor custo-benefício, de acordo com as necessidades do negócio.

Outra maneira interessante de reduzir custos nessa área é adotar o anywhere office. Nesse caso, os colaboradores trabalham em casa ou em coworkings, sem utilizar os recursos da empresa.

Você ainda pode oferecer o auxílio home office e, ainda assim, economizar de modo significativo. Ao mesmo tempo, consegue atrair e reter os melhores talentos, o que também se traduz em melhoria do faturamento e do lucro de forma indireta.

Guia completo do Anywhere Office

3. Estoque

Ter uma boa gestão de estoque também é essencial para a redução de custos na empresa. Ele deve ter os itens necessários para suprir as demandas que surgem, mas sem desperdícios.

Assim, evite ter um estoque demasiadamente grande (que acarreta mais custos e representa capital de giro parado). Ao mesmo tempo, nunca tenha itens limitados, já que isso pode gerar perdas nas vendas ou ampliar os custos com compras de emergência.

4. Contas de água e energia

Outra estratégia de redução de custos que pode ajudar qualquer negócio se relaciona com as contas de água e energia. Assim, adotar medidas para evitar gastos desnecessários é fundamental.

Para isso, crie normas e conscientize todos os colaboradores e gestores sobre a importância economia de água e energia.

De toda forma, é possível ir além. Ao contar com a solução de assinaturas OfficePass, do BeerOrCoffee, você garante que suas equipes terão acesso a mais de 1.500 espaços de coworking em mais de 200 cidades.

Assim, você evitará gastos com água e energia, além de internet, materiais de escritório e limpeza, equipe de manutenção etc. Afinal, tudo isso estará sob responsabilidade do coworking.

5. Dívidas e tarifas bancárias

As dívidas também devem ser consideradas no momento de redução de custos. Quando há inadimplência, os bancos cobram juros de mora e multas.

Isso traz um aumento significativo dos custos e não acarretam resultados para o negócio. Logo, buscar resolver as dívidas e diminuir as tarifas bancárias é essencial para diminuir custos.

Essa medida é importante, porque 5,83 milhões de empresas estavam insolventes em agosto de 2021, conforme dados da Serasa Experian.

6. Fornecedores 

Também pense em reduzir os custos relacionados aos fornecedores. Contudo, lembre-se de sempre manter a qualidade dos produtos e da matéria-prima que a empresa compra, combinado?

A ideia, aqui, é buscar o melhor custo-benefício: encontre fornecedores que supram as necessidades da empresa, no orçamento disponível e com a qualidade exigida pelos clientes.

Outra opção é negociar com seus fornecedores atuais. Tente conversar e chegar ao melhor acordo, com base nas suas compras atuais.

7. Demissão e contratação de funcionários

A folha de pagamentos é um custo relevante do negócio. Afinal, ela também gera diversos encargos além do salário pago. Logo, avalie o quadro de funcionário pensando na redução de custos.

Porém, é preciso pensar no funcionamento da empresa e na qualidade das entregas. Muitas vezes, buscar soluções diferentes, como a adoção do trabalho híbrido, ajuda nos custos gerais. 

Em outros casos, rever as práticas internas para buscar mais motivação da equipe colabora com a produtividade. É o caso de adotar um trabalho mais flexível.

Mais produção e entregas mais alinhadas tendem a otimizar os custos — sem precisar, necessariamente, demitir ou contratar colaboradores.

redução de custos nas empresas
drobotdean / Freepik

8. Planejamento

Um bom planejamento é essencial para a redução de custos. Saber toda a rotina da empresa e pensar nela de forma estratégica com foco em diminuir despesas traz resultados expressivos.

Verifique o nível de retrabalho, se há rotinas que não são necessárias e outras maneiras de planejar as atividades do negócio para economizar e trazer eficiência.

9. Logística e frete

A logística e o frete são dois pontos cruciais para os custos do negócio. Organize o itinerário, as paradas e os pagamentos de maneira a evitar mais viagens do que é necessário. 

Além disso, contrate profissionais ou faça parcerias para economizar nos custos de frete. Ao fazer compras e pedidos, pesquise também as opções mais vantajosas para reduzir as despesas com entrega.

10. Automação de tarefas

Por fim, considere a automação de tarefas na empresa. Ter softwares de gestão, de pagamentos e de conciliação bancária tendem a facilitar a rotina do negócio, evitando erros e retrabalhos.

Novamente, a adoção do trabalho remoto ou híbrido ajuda na automação das atividades. Isso porque é preciso rever os fluxos de trabalho, assim como ocorreu na pandemia.

Ou seja, é possível aproveitar essa experiência e esse conhecimento para alcançar o melhor resultado.

Aqui, pense na adoção do OfficePass para diminuir os custos fixos e garantir o melhor custo-benefício para o seu negócio.

Entendeu como realizar a redução de custos na empresa com esses 10 exemplos? Lembre-se de pensar no planejamento, e não adotar medidas drásticas que podem prejudicar a produtividade.

Ficou interessado em  utilizar um coworking que traga custo-benefício para o seu negócio? Então, conheça o Office Pass da BeerOrCoffee e entenda por que sua empresa conseguirá alavancar seus resultados!

OfficePass

Texto escrito por Joanna Nandi, Redatora Web.

Faça sua primeira reserva em um coworking!

X