Futuro do Trabalho

Como economizar com um escritório próprio e diferenciar seu negócio

Redação BeerOrCoffee
Escrito por Redação BeerOrCoffee em março 4, 2022
Como economizar com um escritório próprio e diferenciar seu negócio
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

O escritório próprio exige gastos com aluguel, condomínio, materiais de limpeza, manutenção e outros itens. Em contrapartida, existem as salas privativas. Elas estão presentes nos coworkings e permitem economizar por toda a infraestrutura necessária.

Quando se pensa em escritório próprio, é normal pensar no modelo tradicional. Ele prevê todos os colaboradores no mesmo espaço, o que facilita a troca de experiências e de conhecimentos. O problema é que esse formato é caro e pode gerar problemas financeiros.

Apenas para a criação do escritório, é preciso investir em móveis, em decoração, em equipamentos e em possíveis reformas. Já na manutenção, você deve contabilizar:

  • Luz;
  • Água;
  • Internet;
  • Aluguel;
  • Condomínio;
  • Material de escritório;
  • Produtos de alimentação, de limpeza e de higiene;
  • IPTU e outros impostos;
  • Manutenção do espaço.

Se colocar na ponta da caneta, a verdade é que os custos são elevados — e tendem a ficar mais altos no pós-pandemia. Porém, existe uma alternativa para economizar: o escritório privativo. Neste post, vamos explicar melhor o que esse conceito significa. Saiba mais!

O que é escritório privativo?

Diferente do escritório próprio, a sala privativa é um local reservado dentro do coworking. Ele pode ser alugado de forma mensal ou anual por empresas de qualquer segmento de atuação e de qualquer porte. Ao fazer a reserva, ela tem direito a utilizar o ambiente com toda a infraestrutura adequada. Além disso, pode manter os equipamentos e os itens necessários ao trabalho lá.

Ou seja, em vez de se preocupar com a retirada de todos os dispositivos e dos materiais de cada colaborador, você pode deixá-los no escritório privativo pelo tempo que precisar. Ainda tem a privacidade necessária, já que o ambiente é separado da área comum do coworking por uma parede de vidro ou convencional.

Qualquer que seja o caso, os profissionais da sua equipe podem circular pelas áreas comuns e interagir com outras pessoas para firmar parcerias e para fortalecer o networking. O BeerOrCoffee oferece coworkings com salas privativas. Elas estão prontas para empresas com até 30 pessoas.

Caso a sua empresa tenha a necessidade de um espaço mais amplo, existe a solução built to suit. Nesse caso, o escritório é construído ou reformado de acordo com a sua necessidade.

Escritório próprio x privativo: o que considerar na sua análise?

Ao pensar em um espaço de escritório, é importante considerar os prós e os contras tanto do escritório próprio quanto do privativo. Esse é um passo fundamental para fazer uma escolha acertada, em que a produtividade da sua equipe e a entrega de resultados são garantidas.

Nesse momento, é importante lembrar de alguns dados importantes verificados durante a pandemia. No final de 2021, um levantamento da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA-USP), em parceria com a Fundação Instituto de Administração (FIA), mostrou que 78% dos colaboradores preferem trabalhar a distância. Além disso, 81% acreditam que a produtividade é maior nesse regime de trabalho.

Outro estudo deixou claro que o trabalho remoto deve gerar 30% menos dias no escritório, quando comparado ao período pré-pandemia. Com isso, as empresas deverão reduzir o espaço disponível em 5%, em média.

Todos esses dados mostram que a sala privativa está em evidência. Ainda há  mais fatores que contribuem com essa visão. Os dois principais são:

Aumento nos preços dos aluguéis

A pandemia elevou o preço dos aluguéis de imóveis residenciais e comerciais. Isso porque o reajuste está atrelado ao Índice Geral de Preços – Mercado (IGP–M). Em 2020, o indicador ficou em 23,14%, enquanto, em 2021, fechou em 17,78%. Portanto, houve uma correção significativa dos valores.

Tanto é que o preço do aluguel comercial aumentou 2,62% em 2021. Essa foi a maior alta desde 2013, conforme o Índice FipeZap Comercial. O crescimento foi mais evidente nas seguintes cidades:

  • Curitiba: 8,68%;
  • São Paulo: 3,78%;
  • Brasília: 3,14%;
  • Campinas: 2,99%;
  • Porto Alegre: 1,75%;
  • Niterói: 1,62%;
  • Rio de Janeiro: 1%;
  • Belo Horizonte: 0,69%.

Logo, quando você aluga um escritório próprio, está sujeito a esses reajustes. Como a variação é feita pelo IGP–M, sempre pode haver essa alta significativa. Ou seja, seu contrato pode sofrer correções absurdas, alterações essas para as quais sua empresa não está preparada.

Economia compartilhada

O outro fator é a economia compartilhada. Também chamada de colaborativa, consiste em dividir a utilização ou a compra de serviços. Por isso, a troca nem sempre é financeira. Contudo, os ganhos são sempre mútuos.

Economia

O coworking é um dos exemplos de economia compartilhada. Isso significa que você utiliza a estrutura de outro local para sua equipe trabalhar. Por isso, em vez de optar pelo escritório próprio, economiza recursos ao escolher uma sala privativa, por exemplo.

A ideia é tão fácil de aplicar e vantajosa que a economia compartilhada movimenta o equivalente a 15 bilhões de dólares por ano. A projeção é que atinja 335 bilhões de dólares até 2025. Além disso, 86% das pessoas entendem que esse modelo traz acessibilidade e economia significativa de custos. Portanto, vale a pena aplicar na sua empresa.

Especialmente no que se refere ao coworking, esse é um ponto importante da economia compartilhada, porque favorece a troca de experiências, a construção de parcerias e o compartilhamento de conhecimento.

Além disso, é uma forma de você garantir um escritório mesmo sem ter uma estrutura própria. Afinal, a sala privativa traz os mesmos benefícios, mas isenta diferentes tipos de custos. Os benefícios ainda não acabaram! Saiba mais a seguir.

Quais são as vantagens de ter uma sala privativa?

A sala privativa oferece privacidade e economia para as empresas que optam por essa modalidade. Como você pôde perceber até aqui, ter um escritório próprio faz pouco sentido. Porém, se você ainda tem dúvidas ou quer saber como convencer o seu gestor de que você precisa do BeerOrCoffee, continue lendo e confira.

Redução de custos

Esse é um dos aspectos mais evidentes. Além da economia com o aluguel e com os seus reajustes, você também reduz custos com material de escritório, com equipes de limpeza e com manutenção, com mobiliário e com muito mais.

Além disso, ao reservar uma sala privativa, você paga apenas pelo que usa. Ou seja, evita ter salas desocupadas e que ainda assim entram no valor do aluguel. Dessa forma, consegue economizar ainda mais.

Fortalecimento da sua equipe

A sala privativa pode ser utilizada para reuniões, encontros com clientes, atendimento e encaminhamento telefônico e para o que mais você quiser. Afinal, ela oferece privacidade e permite fazer ligações e conversar, pois está separada da área comum.

Crescimento da produtividade

Os serviços do coworking favorecem a concentração e garantem que o colaborador tenha acesso a toda a infraestrutura necessária. Desse modo, há um crescimento da produtividade. Em uma sala privativa, esse benefício é ampliado, porque ainda é possível criar uma rotina e aproveitar as áreas comuns para interagir, quando for possível.

Crescimento do networking

Uma característica dos coworkings é ter pessoas de diferentes áreas convivendo em um mesmo ambiente. Alcançar a mesma diversidade em um escritório próprio é bastante difícil. Por isso, fica mais fácil encontrar oportunidades de parceria e a possibilidade de trocar mais conhecimentos e experiências.

networking

Descentralização do seu negócio

Em vez de ficar em apenas um local ou de ter custos excessivos para ter diferentes filiais, as salas privativas permitem que você tenha unidades da sua empresa em diferentes lugares do Brasil. Com o BeerOrCoffee, é possível fazer reservas em várias cidades do País, o que aumenta a chance de conseguir mais clientes. Como consequência, há a expansão do seu negócio.

Em resumo, ter um escritório próprio se torna mais custoso. Com uma sala privativa, você tem os mesmos benefícios, mas por valores muito mais baixos. Portanto, essa é uma forma de ter privacidade e toda a infraestrutura necessária sem gastar muito para isso.

E você, achou interessante e quer conhecer melhor esse modelo de salas separadas no coworking? Descubra o preço do escritório privativo na sua cidade e faça sua reserva.

Texto escrito por Fabíola Thibes, jornalista e redatora web. Revisado por Gabriele Lisboa, revisora textual freelancer. 

Faça sua primeira reserva em um coworking!

X