Carreira

5 CEOs surpreendem com suas dicas de liderança

Redação BeerOrCoffee
Escrito por Redação BeerOrCoffee em fevereiro 25, 2022
5 CEOs surpreendem com suas dicas de liderança
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

Aprender a tirar vantagem de situações adversas, ter foco, valorizar as tendências do usuário, mergulhar nos dados e fazer o oposto, são as principais dicas de liderança de cinco grandes CEOs. Entenda sobre cada uma delas no artigo de hoje!

Recentemente, cinco CEOs de grandes empresas, como Airbnb e Spotify, compartilharam dicas de liderança para ajudar gestores, diretores e donos de negócios.

Tais dicas, insights e pontos de vista foram obtidos por meio de entrevistas realizadas ao longo de 2021 pela Forbes, a mais conceituada revista de negócios e economia do mundo.

O pessoal da revista conversou com diversos líderes empresariais para entender como eles estavam agindo e lidando com um ano volátil e complexo causado pelas consequências da pandemia. E o resultado disso, são as cinco dicas que você irá conferir a seguir!

Dicas de liderança de cinco grandes CEOs

De forma simples e objetiva, as dicas de liderança dadas pelos CEOs foram: aprenda a tirar vantagem de situações adversas, tenha foco, entenda que as tendências do usuário são suas amigas, mergulhe nos dados e faça o oposto.

Agora, para entender melhor sobre cada uma delas, confira as explicações a seguir.

Aprenda a tirar vantagem de situações adversas

Em março de 2020, quando a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou a pandemia de Covid-19, e o mundo “parou”, inúmeras empresas tiveram suas atividades comprometidas tanto aqui quanto lá fora.

Foi assim que Jennifer Hyman, CEO e cofundadora da Rent The Runway, gigante da moda, se viu em uma situação delicada.

Hyman viu o seu negócio basicamente congelar. Os eventos e as festas nos quais a marca estava sempre envolvida, pararam. Além disso, os assinantes do serviço cancelaram ou pausaram as suas contas. 

Segundo a CEO, em maio, apenas dois meses depois do início da pandemia, somente 30% dos clientes estavam ativos. Ou seja, foi um impacto enorme em um período muito curto.

Contudo, naquele momento, a cofundadora da Rent The Runway, aproveitou essa queda inesperada para reinventar a sua cadeia produtiva, renovar o modelo de preços, automatizar e otimizar processos, e fazer melhorias no negócio que, antes da pandemia, eram inviáveis por conta das recorrentes demandas.

Ou seja, ela aprendeu a tirar vantagem de uma situação adversa e, atualmente, a marca está em plena recuperação.

Portanto, em seu negócio, na empresa em que você atua, dê valor a essa dica de liderança, afinal, todo mundo passa por situações adversas.

Por exemplo, quando o mundo “parou” por causa da pandemia e das medidas de isolamento impostas, as empresas tiveram que agir rapidamente e uma das escolhas foi adotar o modelo de trabalho home office, o que exigiu mudanças e adaptações tanto das organizações e dos gestores quanto dos colaboradores. 

Hoje, muitas organizações continuam com esse modelo de trabalho e formatos híbridos, mais flexíveis, pois observaram que eles funcionam.

Tenha foco

Para construir o streaming de música mais utilizado do mundo, Daniel Ek, CEO do Spotify, precisou projetar um serviço que oferecesse aos ouvintes uma experiência única, superior ao da pirataria.

Tenha foco

Para isso, ele teve que convencer gravadoras e músicos de que o futuro da música estava no streaming, na web.

É claro que isso não foi uma tarefa fácil. Daniel precisou de muito foco para alcançar aquilo que pretendia criar. Foco este que o CEO também leva para que a sua empresa ofereça sempre um serviço de qualidade.

O foco, a concentração do Spotify, está na música, no som e no áudio digital.“As melhores pessoas em áudio vêm para o Spotify porque somos os melhores nisso”, comentou Ek em entrevista à Forbes.

Além disso, o CEO encerra: “se você quer construir um carro autônomo, não venha até nós.”Ou seja, a empresa Spotify possui um foco. Ela se concentra e dedica seus esforços diários em prol da música, do áudio digital e do som de qualidade.

E essa visão é algo que você também deve levar para a sua carreira e para o espaço de trabalho onde você atua.

As tendências do usuário são suas amigas

Quando Anjali Sud, atual CEO do Vimeo, começou a trabalhar na empresa (como diretora de marketing), a companhia estava apostando que poderia oferecer um serviço de assinatura para competir com Amazon Prime, Netflix e HBO.

Porém, Sud percebeu que diversas startups e empresas de diferentes tamanhos estavam utilizando o serviço para enviar vídeos para seus sites e anúncios por e-mail.

Com isso, ela observou uma oportunidade e sugeriu que houvesse uma mudança no negócio, direcionando o Vimeo para empresas e empreendedores, e deixando de lado o foco em entretenimento.

Nesse momento, a IAC, então proprietária do Vimeo, disponibilizou uma equipe para que Sud desenvolvesse o serviço e, desde então, a empresa tornou-se o que ela é hoje, permitindo, inclusive, que Sud se tornasse CEO da organização em 2017.

Portanto, assim como Sud, esteja atento às tendências, observe onde há oportunidades

Mergulhe nos dados

Quando os fundadores do Airbnb lançaram o aplicativo de couchsurfing, eles não estavam totalmente convictos em se concentrar no aumento de clientes ou em anúncios de imóveis.

Foi nesse momento que Nate Blecharczyk, um dos três fundadores da empresa, foi atrás de dados sobre os principais mercados do Airbnb, de modo a procurar padrões e correlações.

Dados

Como resultado, Blecharczyk conseguiu obter diversos insights relevantes e que o ajudaram, junto com os outros dois fundadores, a rever a estratégia da empresa e direcioná-la de forma mais adequada e assertiva.

“Ao analisar os dados com muito cuidado, reorientamos o problema. Simplificamos o objetivo de expandir a empresa em todo o país para obter apenas 300 propriedades nas cidades turísticas mais importantes”, concluiu o cofundador.

Faça o oposto

Por fim, uma das dicas de liderança que, para muitos, pode ser a mais surpreendente é: faça o oposto.

Nos primeiros meses da pandemia, diversas mudanças aconteceram em escritórios, em nossas casas, nas salas de aula e em muitos outros ambientes.

Foi nesse momento que Josh Silverman, CEO da Etsy, apostou na ideia que as pessoas gostariam de estar cercadas de produtos artesanais exclusivos (área de atuação da sua empresa).

O objetivo de Silverman, basicamente, era deixar que grandes empresas do varejo como Amazon, Walmart e Target “brigassem” para entregar itens produzidos em massa da forma mais barata e rápida possível, enquanto que a Etsy, aproveitando a tecnologia, forneceria produtos artesanais únicos para as pessoas.

Para isso, Silverman utilizou dados, ferramentas de IA (Inteligência Artificial), além de estratégias de marketing que grandes empresas do varejo usam, para capacitar artesãos e aumentar o número de vendas.

O resultado? As vendas da Etsy, em 2020, geraram US$1,7 bilhão, o que representou um aumento de 111%.

Portanto, se você quer ter resultados em sua empresa, mesmo em momentos difíceis, mesmo em momentos de crise, considere as explicações e dicas de liderança desses cinco grandes CEOs.

Além disso, considerando o momento que estamos vivendo, confira também este post produzido pela BeerOrCoffee sobre habilidades de liderança para 2022!

Texto por Bruno Guerra, Jornalista, Redator e Analista de SEO. Revisado por Marcelo Madeira, tradutor, revisor e editor freelancer. 

Faça sua primeira reserva em um coworking!

X