Carreira

C-level: entenda o conceito para aplicá-lo na sua empresa

Redação BeerOrCoffee
Escrito por Redação BeerOrCoffee em março 24, 2022
C-level: entenda o conceito para aplicá-lo na sua empresa
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

C-level é um termo utilizado para designar os cargos de alto escalão das empresas. Leia o nosso artigo e saiba quais são eles.

No livro “Imagens da organização”, o teórico Gareth Morgan compara as empresas a organismos vivos, que nascem, crescem e se desenvolvem com o passar do  tempo. Isso significa que elas estão sempre em constante evolução, modificando as suas estruturas. Um exemplo é a criação de cargos C-level.

Os cargos C-level ou C-suite, como também são conhecidos, surgiram para estruturar melhor as empresas na era digital. Eles foram criados para suprir a necessidade de ter especialistas encabeçando cada área do negócio.

Se você quer saber mais sobre os cargos C-level, bem como conhecer os principais deles, recomendamos que siga a leitura deste conteúdo. Assim, você poderá aplicar este conceito no seu negócio.

O que são os cargos C-level?

C-level é o nome dado à categoria de cargos executivos das empresas. Tais posições são ocupadas por profissionais direcionados e especialistas em cada área do negócio.

Ou seja, os cargos C-level são aqueles que estão relacionados à liderança na alta cúpula administrativa das organizações. Por isso, quem ocupa essas posições têm autonomia para tomar decisões e dar orientações estratégicas.

A letra “C”, que está no início de todas as siglas dos cargos C-level significa “chief”, termo da língua inglesa que pode ser traduzido como chefe ou comandante. 

Conheça os 7 principais cargos C-level que podem ser aplicados nas empresas

A estrutura organizacional baseada em cargos C-level está cada vez mais presente em empresas de todo o mundo. Por isso, é importante que os empresários e colaboradores de organizações de todas as áreas tenham familiaridade com o significado dessas posições.

A seguir, apresentaremos as siglas dos principais cargos C-level que podem ser aplicados nas empresas. Desse modo, você poderá identificar mais facilmente as funções de cada um deles. Confira!

1. Chief Executive Officer (CEO)

O CEO é o cargo mais alto de uma empresa, geralmente ocupado pelo presidente ou sócio majoritário da organização. 

Em suma, o CEO deve garantir que a visão corporativa e o planejamento estratégico da empresa sejam cumpridos. Ele é o responsável por definir a cultura empresarial e garantir que ela seja seguida por todos os demais colaboradores.

Entre as siglas do C-level, o CEO, sem dúvida, é a mais conhecida. Até mesmo pequenos empreendedores utilizam a nomenclatura em seus negócios.

Ter uma visão empreendedora e saber liderar pelo exemplo são requisitos fundamentais para o cargo de CEO. No BeerOrCoffee, essa posição é ocupada por Roberta Vasconcellos.

2. Chief Operating Officer (COO)

O COO é o cargo que está logo abaixo do CEO. Trata-se do executivo que cuida das operações diárias da empresa e reporta o que está acontecendo em cada área do empreendimento para o ocupante do cargo de primeiro comando.

As funções do COO podem variar de acordo com o perfil de cada organização. Em uma indústria, as tarefas desenvolvidas por este profissional são diferentes daquelas feitas em uma startup, por exemplo.

Resumidamente, as responsabilidades de um COO consistem em repassar as estratégias para os colaboradores e supervisionar a forma como elas são executadas.

3. Chief Financial Officer (CFO)

No grupo C-level, também temos o cargo de CFO. Este é responsável pelo setor financeiro da organização. Por conta disso, é comum que o ocupante da posição tenha formação em Ciências Contábeis, Economia, Administração ou áreas correlatas.

É importante que o CFO tenha conhecimentos aprofundados em contabilidade, gestão de investimentos, análise financeira, entre outros temas relacionados às finanças. Afinal, ele é o responsável pela forma como o dinheiro da organização é aplicado.

O CFO também é responsável por verificar pontos estratégicos da economia da empresa. Ele pode pesquisar e verificar se vale mais a pena manter os funcionários trabalhando em um escritório tradicional ou em home office, por exemplo, como aconteceu com Diego Barreto, que ocupa esse cargo no iFood.

4. Chief Technology Officer (CTO)

O CTO, por sua vez, é o responsável por toda infraestrutura tecnológica da organização, tais como a intranet, a gestão de softwares e os sistemas de comunicação digital da empresa.

Atualmente, com a possibilidade das empresas trabalharem de forma não tradicional, em formatos como o home office e o trabalho remoto, a figura do CTO se tornou muito relevante.

Isso se justifica porque, para trabalhar remotamente, é imprescindível que a estrutura digital do negócio esteja em perfeito funcionamento. 

5. Chief Marketing Officer (CMO)

A posição de CMO é responsável por liderar as estratégias de marketing e vendas da organização.

Assim, o CMO conduz os planos de atração de leads, campanhas publicitárias, estratégias de relações públicas, implementação do atendimento e técnicas de vendas etc.

6. Chief Data Officer (CDO)

Um dos cargos mais recentes do C-level é o CDO, responsável pelas abordagens que envolvem o uso de dados nas organizações.

O papel deste executivo é garantir que os dados possam ser coletados e tratados de forma eficiente, para que se transformem em informações estratégicas para direcionar as ações da empresa.

Com a sanção da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), esse profissional ganhou ainda mais relevância no mercado. Agora, o ocupante dessa posição também precisa ser um grande conhecedor da nova legislação, para evitar que a empresa sofra sanções pelos órgãos fiscalizadores.

7. Chief Human Resources Officer (CHRO)

Outro cargo importante do C-level é o CHRO, responsável por liderar o setor de Recursos Humanos da organização.

Além de liderar os processos de recrutamento e seleção de colaboradores, esse executivo precisa ter expertise para criar planos de carreira, motivar os funcionários e desenvolver ações de endomarketing.

Esses são os principais cargos do C-level. Agora que você já os conhece, pode aplicá-los na sua empresa, reorganizando a estrutura organizacional do negócio, para torná-la ainda mais eficiente e condizente com a atual realidade do mercado.

Para seguir se aperfeiçoando, recomendamos agora que faça a leitura de nosso artigo que explica o que é liderança e como aplicá-la com eficiência na sua empresa.

Texto de Lucas FloresRelações Públicas e Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade. Revisado por Marcelo Madeira, tradutor, revisor e editor freelancer. 

Faça sua primeira reserva em um coworking!

X