Gestão de equipes

4 maneiras de apoiar os funcionários em meio à desconfiança sobre o fim da pandemia

Redação BeerOrCoffee
Escrito por Redação BeerOrCoffee em janeiro 12, 2022
4 maneiras de apoiar os funcionários em meio à desconfiança sobre o fim da pandemia
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

Apoiar os funcionários, em tempos de pandemia, tornou-se uma necessidade para as empresas. Veja dicas valiosas para reduzir o estresse e a desconfiança dos colaboradores no ambiente de trabalho.

A pandemia de Covid-19 trouxe muitas lições para as empresas. Uma delas foi a percepção de que é necessário apoiar os funcionários em momentos difíceis, como este que vivemos atualmente.

A crise sanitária não provocou apenas a possibilidade de sermos contaminados por um novo vírus. Ela desencadeou quadros de estresse e ansiedade acima da média na população.

Não é para menos, tendo em vista que a Covid-19 também gerou instabilidade econômica, mudou rotinas, forçou adaptações e colocou muita gente em luto. Um pacote de dificuldades que provoca tristeza e até outros problemas de saúde.

Desde que a campanha de vacinação começou, em janeiro de 2021, muitas empresas estão retomando as atividades presenciais. Nem todos os colaboradores, no entanto, sentem segurança para voltar. Nesse contexto, o papel dos gestores de facilities ou RH é apoiar os funcionários até que todos vivenciem o real fim da pandemia.

O artigo de hoje mostra 4 caminhos possíveis para isso. Siga a leitura!

apoiar os funcionários

Veja 4 maneiras para apoiar os funcionários no cenário de pandemia

Para que você consiga apoiar os funcionários em um cenário pandêmico ou pós-pandêmico, é importante ficar atento a uma série de fatores. Você também deve adotar as medidas adequadas para essa situação. 

A seguir, apresentaremos 4 alternativas às quais a empresa pode recorrer para apoiar os funcionários em meio à desconfiança sobre o fim da pandemia. A ideia é ajudar as pessoas, não é mesmo? Então, siga em frente.

1. Fique atento à realidade de cada momento

O cenário pandêmico deste início de 2022 não é o mesmo de 2020, quando foram confirmados os primeiros casos de Covid-19 no Brasil. De lá para cá, são tantas as diferenças, que as formas de apoiar os funcionários nas empresas também mudou.

Por isso, antes de tudo, é importante ficar atento à realidade de cada momento, para ajudar os colaboradores a sanar as suas questões, de acordo com as necessidades específicas.

O surgimento da variante Ômicron, por exemplo, conforme o médico israelense Zvika Granot, em entrevista à CNN, pode representar o possível fim da pandemia.

De acordo com ele e outros especialistas, o quadro atual é bastante similar ao da gripe espanhola, que foi gerando variantes mais infecciosas, porém, menos graves. Assim, pode ser que a Covid-19 logo deixe de ser uma doença pandêmica e passe a ser endêmica, como no caso da gripe comum.

Entender tudo isso é necessário para saber como apoiar os funcionários. Quando uma nova variante surge, por exemplo, pode ser que alguns trabalhadores voltem a sentir medo dos encontros presenciais. Ou seja, é preciso compreender e se adaptar a cada momento.

2. Adote políticas claras para trabalhadores com sintomas gripais

É bem provável que, em algum momento da sua vida, ao levantar da cama para ir trabalhar, tenha espirrado ou sentido uma leve dor de cabeça e pensado algo como: “Ah, é só uma gripezinha, nada grave. Vou trabalhar!”

A cultura brasileira nunca viu a gripe e outras síndromes respiratórias como doença grave. Sempre foi algo banal. A Covid-19, entretanto, nos fez pensar de maneira bem diferente.

Se um funcionário está com o novo coronavírus, ou qualquer outro vírus respiratório, pode contaminar toda a equipe. Com isso, em poucos dias, todos estarão doentes e impossibilitados de trabalhar.

A empresa precisa adotar políticas claras para os trabalhadores com sintomas gripais. É recomendado que, sempre que possível, essas pessoas trabalhem em home office, caso se sintam aptas a desempenhar as suas funções.

De qualquer forma, devem passar por uma avaliação médica. A empresa, inclusive, pode apoiar os funcionários oferecendo um bom plano de saúde, ou parcerias com serviços de telemedicina. O foco, em casos como esses, deve ser sempre o mesmo: dar suporte.

apoiar os funcionários

3. Teste novos formatos de trabalho

Os recursos de computação em nuvem e as ferramentas de comunicação digital proporcionam que novos formatos de trabalho sejam testados. Atualmente, não é necessário que todos os membros de uma equipe ocupem o mesmo espaço físico, por exemplo.

Na cultura do Anywhere Office, os trabalhadores podem realizar as suas atividades em qualquer local, como em casa, em coworkings, em cafeterias ou em qualquer outro espaço com internet.

Nesse sentido, vale a pena testar novos formatos, como o trabalho híbrido. Em alguns momentos, os funcionários podem trabalhar em home office. Em outros, podem ocupar espaços alternativos, como coworkings, ou até mesmo o escritório da empresa.

Essa é uma boa alternativa para apoiar funcionários que, mesmo vacinados, ainda têm receio de retornar às atividades presenciais e se contaminar.

O trabalho híbrido está tão em alta que, para você ter uma ideia, uma pesquisa demonstrou que os funcionários estariam dispostos até mesmo a pagar pelo acesso a escritórios coletivos. O que eles almejam é poder organizar as rotinas de trabalho de modo mais flexível.

Imagine, então, a satisfação dos colaboradores se a possibilidade for oferecida pela empresa e de forma gratuita!

 

principais dificuldades das empresas de tecnologia no trabalho híbrido

4. Demonstre gratidão aos seus colaboradores

Em um artigo publicado pela Harvard Business School, a professora e pesquisadora Ashley Whillans falou da importância do sentimento de gratidão aos colaboradores pelo trabalho desempenhado nesse tempo de crise.

De acordo com Whillans, pequenas recompensas podem ser oferecidas, como cursos online e atividades que promovam o bem-estar dos funcionários. Você pode apostar em parcerias com psicólogos e criar programas de promoção da saúde mental, por exemplo.

Ainda segundo a pesquisadora, os líderes podem passar feedbacks positivos de clientes, dar palavras de incentivo e criar ambientes para conversas informais entre os funcionários. A ideia é que eles possam desligar um pouco dos assuntos e cobranças do trabalho.

Nunca se exigiu tanto dos líderes como no momento atual! Por isso, é importante sempre buscar novas maneiras de apoiar os funcionários. Nosso desejo é que as dicas sejam úteis para que todos superem este momento de desconfiança perto do fim da pandemia.

Continue aprendendo sobre as novas formas de realizar as atividades profissionais lendo nosso “Guia definitivo do futuro do trabalho”. O material é totalmente gratuito e vai trazer muitos insights para a sua empresa. Baixe agora mesmo e até a próxima!

Ebook Guia do Futuro do Trabalho

Texto de Lucas Flores, Relações Públicas e Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade. Revisado por Nícolas David, Repórter, Jornalista e Revisor.