Carreira

Networking: como se tornar um mestre em falar com pessoas desconhecidas

Redação BeerOrCoffee
Escrito por Redação BeerOrCoffee em dezembro 16, 2021
Networking: como se tornar um mestre em falar com pessoas desconhecidas
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

Fazer novos contatos pode ser um desafio e também uma grande oportunidade. Descubra, agora mesmo, como se tornar um mestre em falar com pessoas desconhecidas!

Conhecer pessoas pode ser divertido e estimulante, além de aprimorar as habilidades de resolução de conflitos. A comunicação é um exercício e, com algumas dicas de como se tornar um mestre em falar com pessoas desconhecidas, qualquer um está apto a desenvolver esse poder.

A interação é um dos pilares de uma empresa, seja ela remota ou híbrida. Em um cenário de anywhere office, ou seja, o trabalho de qualquer lugar, é preciso se empenhar para aprimorar a comunicação com a equipe remota, já que as conversas de corredor ou entre refeições não são possíveis. Além disso, habilidades interpessoais são fundamentais para o networking — uma ferramenta para se destacar no mercado.

Nesse post, você verá como se tornar um mestre em falar com pessoas desconhecidas e melhorar os vínculos com seus funcionários e clientes. Acompanhe!

Como se tornar um mestre em falar com pessoas desconhecidas

Qual a importância da comunicação?

Conversas simples podem ser desgastantes e causar estresse por fazer as pessoas se depararem com o desconhecido diante do outro. No entanto, o mesmo fator faz com que tais conversas possam servir como um grande estímulo mental, exatamente por apresentar um desafio que envolve atenção, interesse, exploração e perspicácia.

Além de psicólogos, outros profissionais como pesquisadores, cientistas, historiadores, sociólogos e empresários estão percebendo que conversar com estranhos pode ser divertido e animador. Isso porque além de ampliar horizontes, contatos profissionais e pessoais, a experiência também faz com que as pessoas se tornem cada vez mais aptas a resolver problemas sociais.

O período de isolamento social trouxe algumas consequências para nossas interações sociais, mas, antes mesmo desse desafio, o modelo remoto já era uma aposta de diversas empresas. Tivemos que reorganizar o modo como nos comunicamos, inclusive discutindo demandas importantes através da comunicação assíncrona e do uso de plataformas de colaboração.

Apesar de parecer uma habilidade natural, a interação pode ser vista como uma prática constante, que pode ser melhorada através de alguns exercícios e treinamentos.

Como se sair bem em conversas com pessoas desconhecidas?

Como vimos, o contato com pessoas novas, apesar de desafiador, pode ser muito estimulante e enriquecedor. Esse é um passo importante para impulsionar o desenvolvimento pessoal e profissional. Quer desenvolver suas habilidades interpessoais? Acompanhe as dicas de como se tornar um mestre em falar com pessoas desconhecidas!

Comece pela conversa fiada

Um comentário habitual que fazemos com desconhecidos para “quebrar o gelo” geralmente é sobre o clima. Nesse sentido, o importante não é o assunto, mas as conexões e familiaridade que essa troca de palavras é capaz de causar.

Conversas simples podem ser a porta de entrada para conexões profundas. Quando você encontrar algum assunto em comum a partir desses eventos cotidianos, é possível que as falas se tornem mais pessoais e interessantes.

Saia do comum

Muitas vezes as conversas fiadas seguem um roteiro pronto, o que faz com que elas não caminhem para lugar nenhum. Para criar conexões a partir de uma conversa simples é importante extrapolar o senso comum. Além do tradicional “como você está?” “vou bem, e você?”, se permita experimentar novas possibilidades de respostas sem cair no automático.

No exemplo, você poderia responder que está se sentindo um 7,50 em uma escala de 10. Na sequência, poderia explicar o motivo por se sentir assim, demonstrando complexidade e senso de humor, ou simplesmente mais naturalidade do que qualquer resposta considerada automática.

Demonstre interesse no outro

Após estabelecer uma pequena conexão, você pode começar algumas falas que demonstram interesse no que a outra pessoa tem a dizer. É preciso ter cuidado para não fazer perguntas muito pessoais antes da hora, pois isso pode causar um clima desconfortável para ambos.

Nesse caso, para que o conforto continue sendo estabelecido, dizer algumas afirmações sobre você antes das perguntas pode ser interessante, já que você ainda não está demandando respostas pontuais do outro.

Como se tornar um mestre em falar com pessoas desconhecidas

Deixe o outro surpreender você

Outra sugestão para melhorar seus diálogos com pessoas desconhecidas é fazer perguntas amplas. Em vez de perguntar “você acha que isso acontece porque você é fanático por organização?”, questione “por que você acha que isso acontece?”.

Assim, você oferece espaço para que o outro possa desenvolver seu raciocínio, sem julgamentos prévios. Em uma conversa real, é mais interessante ser surpreendido com a resposta do outro do que tentar adivinhar os motivos pelos quais ele tem determinados comportamentos sem saber seu contexto.

Saiba que falar com desconhecidos não é o esperado

De certa forma, não falar com pessoas desconhecidas faz parte de uma norma social, por isso ficamos tão intimidados com a ideia. Para demonstrar a um desconhecido que você está totalmente sob controle de sua atitude, pode ser interessante deixar explícito que você sabe que aquilo é um pouco esquisito, dizendo por exemplo “eu sei que nós não deveríamos conversar com pessoas no transporte público, mas…”. 

Após situar o diálogo, destacar algo sobre a pessoa que chamou sua atenção se torna plausível. A afirmação pode vir seguida de uma justificativa para tal fala. Com isso você diminui a desconfiança que ainda pode existir entre vocês.

Faça perguntas

Após ler os passos anteriores, você pode perceber que fazer perguntas a alguém que você não conhece já não é mais uma missão impossível, não é mesmo? Quando você se coloca na posição de quem questiona, demonstrando interesse no assunto e na pessoa, você também se torna alguém mais bem-visto, uma vez que se mostra disposto a ouvir, entender, validar e se importar com a fala dos outros. As pessoas vão gostar de você porque você se interessa por elas.

Seja um bom ouvinte

Mais importante do que encontrar as melhores perguntas a serem feitas, é preciso ter em mente que, quando se conversa com alguém, é preciso ouvir. Portanto, ouça, faça contato visual, demonstre seu interesse.

Um modo de confirmar que você está presente naquela conversa é parafrasear o que o outro vinha dizendo (“o que você estava dizendo parece ser…”) e confirmar que você compreende e valida suas emoções. Se alguém disser que estava se sentindo frustrado em outro momento, você pode dizer ”você estava frustrado”.

Ao ser um bom ouvinte, você está afirmando que aquela conversa não é somente sobre você ou sobre qual informação você quer ouvir, mas também sobre as possibilidades que o outro apresenta.

Com essas dicas de como se tornar um mestre em falar com pessoas desconhecidas, essa experiência provavelmente parecerá menos desafiadora. Em um cenário pós-pandêmico, a maior tendência do mercado de trabalho diz respeito à inventividade da comunicação.

As melhorias nas relações interpessoais da sua empresa ampliam a potencialidade do networking virtual nessa nova realidade e permitem conexões cada vez mais interessantes com novas pessoas. Ser transparente e garantir um bom espaço de comunicação dentro da equipe é um dos pontos principais para se transformar em uma empresa remota.

Para aprimorar ainda mais as habilidades de comunicação, principalmente entre os funcionários da empresa, leia também como dominar a comunicação assíncrona para ter eficiência no trabalho remoto!

Texto de Flávia Lemes, Mestre em Educação e Redatora.