Anywhere Office

Estudo: 3 em cada 5 funcionários sentem falta da interação pessoal ao trabalhar remotamente

Redação BeerOrCoffee
Escrito por Redação BeerOrCoffee em novembro 9, 2021
Estudo: 3 em cada 5 funcionários sentem falta da interação pessoal ao trabalhar remotamente
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

A pesquisa mostrou que os funcionários sentem falta da interação pessoal, mas gostam dos benefícios do trabalho remoto. O ideal é alcançar o equilíbrio por meio de várias estratégias. Veja quais são elas.

Existem muitos pontos positivos no trabalho remoto. Independência, liberdade e autonomia são alguns deles. Porém, nem tudo é um mar de rosas. Também há desvantagens nesse modelo. Tanto é que um estudo comprovou que 3 em cada 5 funcionários sentem falta da interação pessoal.

Isso demonstra a necessidade de alcançar o equilíbrio. Ainda assim, muita gente se pergunta se a cultura do escritório sobreviverá no pós-pandemia. A verdade é que tudo depende da empresa, da realidade em que ela está inserida e das possibilidades existentes.

É nesse momento que se torna fundamental considerar as alternativas. Afinal, o escritório já mudou e, definitivamente, está diferente do que era antes da pandemia.

Que tal avaliar a situação e descobrir o que é melhor para sua empresa? Veja no post e decida.

funcionários sentem falta da interação pessoal

Funcionários sentem falta da interação pessoal: entenda o estudo

O levantamento feito pela empresa Bellevue mostrou que os funcionários sentem falta da interação pessoal. No total, foram entrevistadas 563 pessoas sobre suas expectativas a respeito da colaboração e da comunicação.

O levantamento foi realizado em 2020. Para se ter uma ideia, a pesquisa demonstrou que 54,17% das empresas não ofereciam o trabalho remoto antes da pandemia. O estudo indicou que somente 14,39% ficavam no modelo totalmente a distância. Agora, 55% já ficam alguns dias da semana fora do escritório.

Além disso, 32% disseram que o local de trabalho ideal era o escritório. No mesmo período, 22% preferiam trabalhar em casa com algum tempo no escritório. Ou seja, o modelo híbrido.

Em relação ao futuro do trabalho, 12,43% alegaram que a empresa não planejava exigir o retorno dos colaboradores ao escritório. Ainda há 13,68% que confirmaram que a empresa pediu para voltar e 19,72% já haviam retornado ao ambiente corporativo.

Também há quem goste de trabalhar em casa. Em relação a isso, 20,78% (ou 1 a cada 5 pessoas) gostam da possibilidade de não ter de se deslocar. E 30,02% entendem que esse é o principal benefício. Outros dados são:

  • 34,1% gostam do equilíbrio entre vida pessoal e profissional;
  • 23,7% dizem que esse balanceamento é o principal benefício do trabalho remoto;
  • 10,66% alegam que conseguem se concentrar melhor e focar o trabalho sem distrações;
  • 32,33% não veem semelhança nenhuma entre o trabalho remoto e aquele realizado no escritório.

Dentro desse contexto, a pesquisa também indicou que 45,47% — ou seja, quase metade — querem voltar ao escritório somente para poder interagir pessoalmente com os colegas. 

O que fazer para atender à demanda de interação e a vontade de aproveitar os benefícios do trabalho remoto? Essas dicas indicam algumas das principais tendências para as equipes em 2022. Veremos algumas possibilidades em seguida.

principais dificuldades das empresas de tecnologia no trabalho híbrido

O que melhora com a ajuda da interação entre os colaboradores

Antes de chegar à solução, é preciso lembrar que as pessoas, em alguns casos, passavam metade das horas do seu dia no escritório. Por isso, ter a vontade de interagir e ver os colegas pessoalmente é algo natural. Nesse cenário, é importante saber como criar um escritório para equipes remotas e híbridas.

Parece algo estranho? Na verdade, a pandemia trouxe várias opções nesse sentido. Isso porque as interações aumentam as sensações positivas, o ânimo dos colaboradores e a satisfação com o trabalho.

Tudo isso impacta vários fatores importantes para o negócio. Entre eles estão:

Produtividade

A satisfação gera motivação e engajamento. Isso leva à redução dos erros e à melhoria dos serviços e produtos oferecidos aos clientes. Além do mais, é preciso considerar que o trabalho presencial aumenta o espírito de equipe. Assim, tende a ser mais fácil criar uma equipe de alto desempenho.

Outro fator relevante é no próprio processo de onboarding. Os novos colaboradores identificam os profissionais que já estão na empresa e os consideram exemplos. Portanto, tendem a produzir mais e melhor por terem esse auxílio inicial.

Satisfação dos consumidores

Entender o que os clientes querem deve ser o ponto-chave de toda empresa. Isso pode exigir uma mudança de mentalidade, mas vale a pena. Por isso, evidencie essa particularidade nas políticas de recursos humanos.

O ideal é que os funcionários se sintam bem ao ajudar e atender os clientes. Nesse sentido, é importante evitar a sobrecarga de trabalho. Afinal, essa situação leva a uma facilidade maior em realizar interações positivas.

funcionários sentem falta da interação pessoal

Como evitar que os funcionários sintam falta da interação pessoal?

Para começar, é importante criar uma cultura organizacional que valorize o equilíbrio. Essa é uma forma de inovar, aplicar a criatividade e incentivar a paixão e até o intraempreendedorismo (prática em que o colaborador é estimulado a ter ideias e criar produtos).

Aqui, é importante lembrar de que é normal perceber que os funcionários sentem falta da interação pessoal. Inclusive, essa sensação é explicada pela psicologia. Afinal, os relacionamentos impactam a saúde mental e física e até reduzem o risco de mortalidade.

O que fazer? Algumas dicas são:

Promova a interação face a face 

A ideia é sair um pouco do mundo digital e ir para o real. No dia a dia, é importante trabalhar com a tecnologia. Afinal, ela facilita os processos e a comunicação. Caso o escritório tenha um modelo tradicional, vale a pena pensar em um ambiente que incentive o compartilhamento. Por isso, vale a pena remover as barreiras físicas.

Por sua vez, se o objetivo for trabalhar a distância, o modelo híbrido pode ser a melhor opção. Assim, você oferece o ambiente do escritório alguns dias da semana. No restante do tempo, o funcionário fica em outros locais em que considerar mais adequado.

principais dificuldades das empresas de tecnologia no trabalho híbrido

Inclua os trabalhadores remotos

Quem trabalha a distância tende a ficar mais afastado. Enquanto os outros funcionários interagem todos os dias, os remotos mal conhecem os colegas. 

Para evitar essa situação, vale a pena incentivar os encontros e utilizar a tecnologia social. Por exemplo, um software de videoconferência pode ser utilizado para estimular os relacionamentos positivos.

Planeje eventos colaborativos

Outra opção é fazer eventos regulares para todos os colaboradores. Pode ser um happy hour ou uma reunião mensal, por exemplo. O objetivo é garantir a interação entre os colaboradores. Assim, eles podem focar suas experiências e interesses que ajudam a encontrar pontos comuns.

Faça a mediação de conflitos com eficiência

As interações negativas devem ser gerenciadas pelos gestores de forma proativa. Para isso, crie uma cultura que estimule a comunicação, a confiança e a construção de relacionamentos. Essa é uma forma de garantir que todos os profissionais trabalhem juntos para alcançar o melhor resultado.

Ofereça a flexibilidade

Como você viu no começo do post, o estudo mostrou que existem pessoas que preferem o trabalho presencial, enquanto outras optam pelo remoto. 

Para aproveitar o máximo de vantagens e evitar que os funcionários sintam a falta de interação social, vale a pena investir na flexibilidade. O modelo híbrido prevê que os colaboradores estejam parte dos dias no escritório tradicional e o restante em outros locais — que podem ser o home office ou o coworking.

Um benefício significativo dessa prática é agradar a todos — ou, ao menos, a maioria. Quem quiser, por exemplo, fica no escritório. Outra vantagem é poder contratar pessoas de todos os lugares do Brasil. Nesse caso, elas podem interagir em workspaces do BeerOrCoffee, por exemplo.

Isso é possível por meio da solução de assinaturas OfficePass. Quer ver alguns exemplos de empresas que adotam essa prática? Veja a seguir:

iFood

Depois da pandemia, optou pela política remota. O objetivo foi ter uma capilaridade de espaço para garantir que os funcionários tivessem acesso a espaços de trabalho estruturados.

O OfficePass é utilizado por meio de créditos como salas de reunião, hot desks e escritórios privados regionais. Além desse benefícios, outras vantagens alcançadas foram:

  • Otimização na gestão financeira, já que os contratos estão em apenas um local e o pagamento é único;
  • Retenção e atração de talentos;
  • Score de satisfação do cliente (CSAT) ficou acima da média do mercado, o que evidenciou que a experiência é um sucesso.

Ambev

O objetivo da empresa foi trazer flexibilidade aos colaboradores para que as viagens pré-pandemia fossem melhores. Por isso, o OfficePass passou a fazer parte da política híbrida do home office. Portanto, tornou-se uma alternativa.

Além disso, a Ambev adotou a plataforma de avaliação home office do BeerOrCoffee com a Sercon. Dessa forma, os escritórios em casa seguem todas as normas da NR17.

Pipefy

Antes da pandemia, a política de workspace era contar com um único escritório no Brasil oficialmente — e, em caráter excepcional, os colaboradores atuavam remotamente. Durante a pandemia, as equipes ficaram híbridas ou 100% remotas. Isso porque todos os funcionários puderam escolher entre o regime totalmente remoto ou híbrido (neste caso, contam com o OfficePass).

Entre as principais vantagens percebidas estão:

  • Retenção e atração de talentos;
  • Otimização de custos;
  • Expansão rápida.

Portanto, ao entender que os funcionários sentem falta da interação pessoal, é possível criar estratégias para resolver esse problema. Assim, sua empresa obtém vários benefícios, inclusive na produtividade e na qualidade do trabalho.

Quer garantir as mesmas vantagens para a sua empresa? Conheça o OfficePass e veja por que vale a pena investir nessa solução de assinaturas.

OfficePass do BeerOrCoffee

Texto escrito por Fabíola Thibes, jornalista e redatora web.