Equipes remotas

7 passos simples e práticos para o RH apoiar o bem-estar dos trabalhadores remotos

Redação BeerOrCoffee
Escrito por Redação BeerOrCoffee em novembro 9, 2021
7 passos simples e práticos para o RH apoiar o bem-estar dos trabalhadores remotos
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

Promover o bem-estar dos trabalhadores remotos costuma ser desafiador, mas existem práticas do RH que podem ajudar. Em geral, elas envolvem flexibilidade e adesão às tendências do mercado. Confira 7 passos para auxiliar nessa tarefa!

Os profissionais passam longos períodos se dedicando ao trabalho. Em jornadas integrais, são 44 horas semanais de dedicação. Diante disso, promover o bem-estar dos trabalhadores remotos se torna fundamental para alcançar melhores resultados. Afinal, questões como o distanciamento social podem gerar algumas dificuldades na integração da equipe. 

Além disso, mesmo quando há menores períodos de dedicação, ter um ambiente agradável é essencial para que os colaboradores tenham maior motivação. Isso influencia no desempenho, na produtividade e na retenção de talentos. Ou seja, existem diversos benefícios que são aproveitados pela empresa e pelos funcionários. 

Você sabe como conquistar esse objetivo? Neste conteúdo, listamos 7 passos simples que o RH pode adotar para apoiar o bem-estar dos trabalhadores remotos. Confira! 

bem-estar dos trabalhadores remotos

1. Evite a sobrecarga de trabalhadores

Uma das principais dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores remotos é ter limites entre o tempo pessoal e a jornada de trabalho. Com o uso de tecnologia para se comunicar e, muitas vezes, a ausência do controle de horas, é comum que eles acabem se dedicando por mais tempo à empresa, em detrimento do seu bem-estar.

A princípio, isso pode soar como mais produtividade para a empresa, não é? Porém, na verdade, a prática leva ao aumento na carga de trabalho e mais estresse no dia a dia, prejudicando o desempenho e a saúde do trabalhador. Portanto, é função do RH observar o volume de tarefas para evitar sobrecarga e incentivar os momentos de lazer e descanso. 

2. Forneça equipamentos adequados para trabalhar

Outra dica fundamental para apoiar o bem-estar dos trabalhadores remotos é garantir acesso aos equipamentos necessários para trabalhar com qualidade. Por exemplo, os notebooks e outros materiais utilizados no dia a dia são importantes. Também vale considerar itens com foco em ergonomia, como mesas e cadeiras adequadas para uma rotina confortável.

Ao estabelecer as políticas de trabalho remoto, observe outras possíveis necessidades. Por exemplo, a ajuda de custo para compensar gastos de internet, energia elétrica, entre outros. O motivo é simples: o ambiente tem impacto direto no bem-estar do trabalhador. Logo, esse suporte proporciona mais tranquilidade ao profissional, beneficiando os resultados. 

3. Incentive a criação ou uso de espaços de trabalho

Complementando o passo anterior, o RH pode apoiar o bem-estar dos trabalhadores remotos ao incentivar o uso de espaços voltados ao trabalho. Por exemplo, ter uma área para montar um escritório em casa e centralizar os itens utilizados na rotina colabora com a concentração e facilita a separação entre as horas de dedicação e o tempo pessoal.

Além disso, é interessante implementar o uso de coworkings. Também conhecidos como escritórios compartilhados, eles são projetados para promover o bem-estar, com uma estrutura completa para os profissionais. Esses espaços ainda viabilizam o contato com outros profissionais, ajudando a desenvolver o networking e novas oportunidades de negócios. 

principais dificuldades das empresas de tecnologia no trabalho híbrido

4. Busque parcerias para conceder benefícios

Existem diversas práticas importantes para o bem-estar, como se alimentar corretamente, fazer exercícios físicos, ter boas noites de sono, aproveitar momentos de lazer, entre outras. Como não poderia deixar de ser, a empresa pode incentivar esses hábitos por meio de boas parcerias para conceder benefícios.

Planos de saúde, vale-refeição ou alimentação, descontos em academias e em outros estabelecimentos são algumas possibilidades. Em relação ao ambiente de trabalho, vale contar com parcerias que viabilizem o uso de espaços de coworking em diversas cidades para a equipe

bem-estar dos trabalhadores remotos

5. Adote a flexibilidade na rotina

Outro passo que promove o bem-estar é a flexibilidade no trabalho, que envolve diferentes aspectos. Primeiro, ela se relaciona ao espaço que será utilizado: adotar o anywhere office (trabalho em qualquer lugar) traz mais possibilidades para que o profissional escolha onde trabalhar. O regime pode ser adotado junto ao trabalho híbrido.

Ou seja, quando necessário, o funcionário se desloca até a empresa para realizar suas atividades. Porém, nos outros dias, ele trabalha de onde desejar.

Em complemento, as jornadas flexíveis também trazem benefícios. Isso permite que o trabalhador aproveite os momentos em que consegue entregar maior produtividade no trabalho remoto, ao mesmo tempo em que organiza sua rotina. 

Dar essa autonomia melhora a gestão do tempo do trabalhador e o relacionamento com a empresa. Ao mesmo tempo, o RH pode trazer uma visão diferente junto aos líderes para acompanhar o desempenho dos empregados: em vez de focar na jornada cumprida ou nas horas extras, são observados os resultados obtidos, otimizando as avaliações da empresa. 

6. Promova momentos de interação

Um desafio enfrentado pelo trabalho remoto é o maior afastamento em relação ao restante da equipe, o que pode dificultar a sua integração. Esse distanciamento tem chances de gerar um sentimento de solidão. Embora a adoção de benefícios, como a disponibilização de espaços de coworking, possa ajudar, considere implementar medidas que visem integrar a equipe. 

Entre as políticas de trabalho é possível prever a realização de reuniões para gerar mais interação, com um ar mais despojado e sem a exigência de lidar com temas diretamente relacionados à empresa. Esse contato mais próximo, sem sombra de dúvidas, ajuda a desenvolver o sentimento de equipe. 

Salas de Reunião em Todo o Brasil

7. Tenha canais para oferecer suporte à equipe

Se a ideia é apoiar o bem-estar, é preciso ter um contato adequado com eles, não é mesmo? Por isso, vale a pena ter canais que ajudem a oferecer suporte, além dos tradicionais utilizados para alinhar demandas, entregas e outros temas necessários no processo produtivo. Ademais, garanta que os colaboradores entendam que a empresa apoia essa comunicação.

Ou seja, é importante que a cultura dos times remotos tenha um foco especial nos canais de contato, feedbacks e suporte. Afinal, eles precisam se sentir à vontade para conversar sobre dificuldades, dar sugestões ou, até mesmo, fazer algum tipo de reclamação. Com essa troca, é possível identificar pontos de melhoria na empresa. 

Viu como apoiar o bem-estar dos trabalhadores remotos não é tão complicado? Com planejamento e a estruturação de uma boa política de trabalho, é possível conquistar melhores resultados, mantendo uma equipe mais saudável, motivada e produtiva. 

Quer conferir mais dicas para auxiliar o setor de RH do seu negócio? Confira os melhores aplicativos para otimizar a rotina do departamento!

Texto escrito por Joanna Nandi, Redatora Web.