Cultura da empresa

O que faz sua equipe falhar? Três estratégias para evitar desastres

Renato Ribeiro
Escrito por Renato Ribeiro em setembro 30, 2021
O que faz sua equipe falhar? Três estratégias para evitar desastres
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

Entender o que faz sua equipe falhar é o primeiro passo para impedir que isso aconteça. Entre os principais motivos que levam um time ao fracasso, podemos destacar: desconfiança, desalinhamento e comportamentos disfuncionais. Saiba como identificar e solucionar esses problemas.

Quando falamos sobre equipes de trabalho, supomos que os profissionais que fazem parte desses grupos estão em sintonia, no entanto, nem sempre essa é a realidade.

Embora o objetivo não seja o pensamento de grupo — visto que ele tende a aniquilar a criatividade —, é importante que haja um nível de consenso que viabilize o andamento dos projetos.

Às vezes, nos equivocamos ao presumir que esse consenso existe por não avaliar os pontos que podem levar uma equipe ao fracasso. E, para evitar desastres, é fundamental ser capaz de detectar e resolver esses entraves. 

Pensando nisso, desenvolvemos este conteúdo com informações relacionadas à falhas de equipes e estratégias para solucioná-las. Acompanhe a leitura!

o que faz sua equipe falhar

O que faz sua equipe falhar? 

Normalmente, há três principais razões pelas quais as equipes falham: desconfiança, desalinhamento e comportamentos disfuncionais. Saiba mais sobre cada um desses problemas. 

Desconfiança

Quando os membros de uma equipe se sentem desconfortáveis e inseguros, a probabilidade de fracasso é alta, pois esses sentimentos tendem a afetar negativamente a comunicação, que é um dos pilares para o sucesso de um time.

Como consequência, os profissionais podem parar de compartilhar seus pensamentos, evitar fazer perguntas críticas, não pedir ajuda ao sentir que estão sendo oprimidos, deixar de expressar a discordância necessária para conter o pensamento de grupo e não compartilhar informações relevantes para que o trabalho seja bem executado.

Uma vez que a confiança é quebrada, dificilmente uma equipe consegue restaurá-la e retomar suas funções de forma leve e equilibrada. Dessa forma, a prevenção é o melhor caminho.

Desalinhamento 

As equipes tendem a falhar quando pensam que estão na mesma página, mas na verdade não estão. É fundamental que os times estejam alinhados em pontos relacionados ao trabalho em equipe para executarem suas atividades com eficiência. Entre eles, podemos destacar:

  • Objetivos da equipe;
  • Cronogramas;
  • Funções de trabalho;
  • Meios de comunicação;
  • Ferramentas de trabalho;
  • Fonte de informações.

O desalinhamento nessas questões pode gerar confusões e falsas suposições, resultando em entregas de qualidade inferior e descumprimento de prazos, visto que os membros do time gastarão bastante tempo tentando se realinhar.

Comportamentos disfuncionais

Outro motivo que leva a equipe ao fracasso é quando seus membros desenvolvem comportamentos disfuncionais ou improdutivos. Um profissional com postura problemática e inconsistente, cria uma armadilha para os demais, podendo fazer com que todo o time falhe.

A situação pode ser ainda mais alarmante caso esse comportamento parta da liderança, pois a equipe fica desorientada, sem saber como contribuir de maneira significativa. 

Caso esse tipo de atitude não seja supervisionada, pode causar grandes impactos à equipe, levando os profissionais à frustração, negatividade, esgotamento e rotatividade.

Afinal, quando o trabalho de um grupo de pessoas depende do desempenho de membros da equipe que não cumprem suas obrigações, há pouco espaço para o sucesso.

Estratégias para evitar o fracasso da equipe

Você já conhece os principais motivos que fazem uma equipe fracassar, agora, veja como solucionar cada um desses problemas para reverter essas falhas e montar um time de sucesso.

Repare os problemas de confiança

Uma relação de confiança não se desenvolve do dia para noite. Muitas das vezes, equipes de trabalho são inseridas em um propósito comum quando ainda não se conhecem bem o suficiente para focar no objetivo e conduzir as atividades de forma eficaz.

Felizmente, há uma solução para essa questão e ela está na liderança. Líderes que se comportam com segurança encorajam a confiança desde o início.

Dessa forma, abrace as ideias vindas dos membros da equipe com entusiasmo, sabendo que elas podem ser aprimoradas. Seja a base que seu time precisa para que eles sintam que têm o suporte necessário e estão trabalhando em um ambiente estável. 

Crie um estatuto de equipe antes do início do trabalho

Para garantir que seu time esteja sempre alinhado, é importante que todas as informações estejam claras desde o início das atividades. Nesse sentido, criar um estatuto de equipe é uma ótima solução para evitar confusões e falsas suposições.

O estatuto de equipe é um documento criado pelos gestores e pela equipe, alinhando as principais informações e expectativas em relação ao trabalho, como objetivos, prazos, funções, metas, limites e recursos. 

A ferramenta proporciona o alinhamento inicial para os membros do time e, também, fornece a oportunidade de liderança para garantir que as expectativas do trabalho sejam atingidas por todos. 

o que faz sua equipe falhar

Envolva-se ativamente na gestão da equipe

Quando o sucesso de uma equipe é ameaçado por percepções distorcidas e comportamentos disfuncionais, é fundamental que a gestão se envolva ativamente para eliminar o problema pela raiz. 

Por exemplo, um gestor pode ter uma conversa em particular com um profissional que esteja apresentando uma postura improdutiva e descobrir que ele adotou essa postura por não ter certeza das suas funções, identificando, assim, um problema mais profundo de desalinhamento de papéis no time.

Se o gestor não se envolver ativamente no gerenciamento da equipe, a fonte do problema não será solucionada.

Dessa forma, a melhor estratégia para evitar que comportamentos disfuncionais contaminem todos os membros da equipe, é participar de discussões, fornecer mentoria e se atentar ao que ocorre durante o desenvolvimento do trabalho.

Além disso, é imprescindível não supor o que está gerando problemas, mas investigar as causas para identificar o que realmente está acontecendo. 

Seja um líder, não um chefe

Como disse Mario Sergio Cortella: “a um chefe você obedece, um líder você segue, procura e admira”.

O chefe é uma figura autoritária e muitas vezes intolerante, focado somente em lucros e resultados. O tipo de gestor que impõe a execução do trabalho de acordo com sua visão, não considerando as variáveis humanas. 

Já o líder é adepto ao trabalho flexível e sabe a melhor forma de aproveitar os talentos da sua equipe. Ele não dá ordens, mas ensina como fazer e presta auxílio em todo processo, motivando e inspirando sua equipe. Além disso, reconhece suas falhas, sabe ouvir e procura sempre melhorar.

Como você quer ser visto por sua equipe? Liderar é um desafio constante, especialmente no trabalho a distância. Por esse motivo, é importante se manter sempre atualizado e aberto ao aprendizado. Leia nosso mini guia de liderança remota para continuar se desenvolvendo como líder de equipes remotas ou híbridas.

Texto escrito por Isabella Proença, Redatora freelancer e Bacharel em Administração.