Trabalho Remoto

Trabalho Remoto em diferentes fusos horários: melhores práticas para ter sucesso

Renato Ribeiro
Escrito por Renato Ribeiro em agosto 20, 2021
5 min de leitura
Trabalho Remoto em diferentes fusos horários: melhores práticas para ter sucesso
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

O trabalho remoto em diferentes fusos horários é um desafio para muitos gestores. No entanto, está longe de ser um bicho de sete cabeças. A ideia é fazer alguns ajustes no modo de trabalhar.

O trabalho a distância permite que pessoas do mundo inteiro possam integrar uma equipe. Dessa forma, a empresa não fica limitada aos profissionais locais e pode encontrar um talento que tanto precisa para fazer suas atividades. 

Como nem tudo são flores, o trabalho remoto em diferentes fusos horários pode complicar um pouco a rotina do gestor e do colaborador. Você está passando por isso? Se sim, a boa notícia é que a questão pode ser facilmente resolvida. 

Com algumas práticas, é possível ter harmonia no expediente e produtividade. Neste post, mostramos algumas dicas que podem ajudar. Para conferi-las, basta continuar a leitura. Vamos lá?

Liste os horários dos membros da equipe

Para não correr o risco de mandar mensagens, marcar reuniões e pedir prazos em horários inconvenientes para a sua equipe, é interessante listar o período do expediente e o fuso horário de cada membro. Além disso, correlacione com seu fuso.

Por exemplo, se o funcionário A tem o fuso de 4 horas a mais e trabalha das 8h às 16h, deixe para marcar reuniões que estão dentro do horário de trabalho do colaborador. Este, por sua vez, pode bloquear sua agenda para não combinar atividades fora do seu expediente.

Dessa maneira, gestores e colaboradores ficam bem alinhados e evitam desgastes na hora de marcar um compromisso.

Comunique o seu horário de expediente

Assim como você deve saber os horários de trabalho dos membros da equipe, eles também devem saber quando está disponível para entrar em contato ou marcar atividades e reuniões.

Caso contrário, você pode ser incomodado — sem querer — pelos colaboradores em horários inapropriados. Sendo assim, é importante deixar isso bem explícito para todos. Aliás, é interessante disponibilizar a lista dos horários e fusos dos membros para que a equipe possa consultá-la.

 Trabalho Remoto em diferentes fusos horários

Agende, comunique e marque prazos considerando o fuso horário

Quando for se comunicar com os colaboradores de fusos horários diferentes, não se esqueça de considerar a hora em que ele receberá a mensagem. Caso contrário, você poderá perder prazos por conta dessa falha na comunicação.

Vamos supor que você precisa de um relatório para as 11 horas. Entretanto, o seu funcionário começa o expediente somente às 12 horas. Nesse caso, perderá o prazo de entrega, certo? Entretanto, se você comunicá-lo no dia anterior, durante o turno dele, dará tempo para ele produzir a tarefa.

Incentive os horários produtivos

Uma das grandes vantagens do trabalho remoto é a flexibilidade de horários. Sendo assim, incentive a equipe a encontrar os momentos mais produtivos para trabalhar. Há quem se dê bem fazendo as tarefas logo pela manhã, enquanto há colaboradores que são noturnos e preferem virar a madrugada trabalhando. 

Há ainda os que gostam de dividir o turno com intervalos de descanso. Isso é interessante tanto para o colaborador, que poderá escolher o melhor momento de trabalho, quanto para a empresa, que terá a sua produtividade aumentada por consequência. Mais uma vez, não se esqueça de compartilhar os turnos de cada membro com todo o time.

Agende os e-mails menos urgentes

Você sabia que pode agendar a entrega dos e-mails? Isso mesmo! Não precisa mandar a sua mensagem manualmente nos horários do pessoal. Sabemos que um e-mail enviado quando o destinatário não está ativo corre o risco de não ser visto ou respondido.

Portanto, tente programar o horário em que quer que a mensagem chegue. Dessa maneira, você não perde tempo esperando o horário ideal em que o membro deverá receber o e-mail e tem mais chances de uma comunicação efetiva.

Adote ferramentas que possibilitam o trabalho em diferentes horários

Hoje em dia, existem diversas ferramentas que podem auxiliar o trabalho em diferentes fusos horários. Aplicativos de mensagens instantâneas, rastreadores de progresso e software de gerenciamento são algumas delas.

Esses programas ajudam os membros a criar estratégias e atualizar a equipe sobre o avanço do trabalho. Além disso, permitem que os funcionários vejam a etapa em que outros deixaram a tarefa, assim que fizerem o login. Dessa maneira, conseguem identificar quais são as tarefas que precisam ser concluídas.

Aposte em turnos divididos 

Se os fusos horários de sua equipe são muito desencontrados e você nunca consegue estar junto de parte dela, pode ser interessante trabalhar em turnos divididos. Por exemplo, metade do expediente de manhã e outro à noite.

Dessa forma, você ficará disponível para todos os membros — ou pelo menos para maioria — em fração do seu período de trabalho, podendo ajudar ainda mais a equipe remota e acompanhar de perto o desenvolvimento das tarefas.

Seja paciente

Existirão momentos em que será necessário enviar uma mensagem não programada. Seja por um esquecimento ou pela urgência. Nesses casos, não há outra opção a não ser paciente em caso de demora na resposta.

Isso porque há pessoas que desligam as notificações de mensagens de trabalho para não serem incomodadas com contatos fora de hora, como ao ir dormir ou logo ao acordar. Vale dizer que esperar que a equipe esteja disposta a qualquer momento não é uma boa cultura e pode fazer com que os membros se sintam desrespeitados.

Como você pôde conferir, mesmo com os desafios no trabalho remoto em diferentes fusos horários, é possível gerir as tarefas de modo que saiam como o esperado. Além disso, evita incômodos e chateações tanto para você quanto para a sua equipe.

Fazer a gestão do tempo no trabalho remoto nem sempre é uma missão fácil, mas é totalmente possível. Em nosso e-book, mostramos como você pode fazê-la da melhor maneira. Baixe e confira!

Texto escrito exclusivamente para o BeerOrCoffee, por Renata Nogueira, produtora de conteúdo para a web e redatora.