Criatividade

Dicas simples e práticas para ter criatividade no trabalho remoto

Renato Ribeiro
Escrito por Renato Ribeiro em agosto 12, 2021
5 min de leitura
Dicas simples e práticas para ter criatividade no trabalho remoto
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

É preciso sair da mesmice para ter criatividade no trabalho remoto. Neste post apresentamos algumas dicas práticas que ajudarão a alcançar bons resultados e os objetivos estratégicos da empresa. Saiba mais!

Como incentivar a criatividade no trabalho remoto? De que forma exercer uma liderança que inspira e ajuda no alcance de bons resultados? Esses são questionamentos comuns a quem precisa se adaptar a esse modelo de trabalho.

Afinal, mais do que ser criativo e inovador, é fundamental se tornar um exemplo e fazer uma boa gestão. Esse é o caminho para o sucesso da sua equipe e também para o de toda a empresa.

A questão é que todo mundo está se ajustando a essa realidade. Por isso, é totalmente normal ter dúvidas quanto à gestão de times remotos. Para ajudar nessa decisão, trazemos algumas dicas simples, práticas e fora da caixa para você aplicar na sua empresa. Confira!

criatividade no trabalho remoto

Construa um ambiente seguro

Quando se fala em criatividade no trabalho remoto, é comum ver dicas para deixar o ambiente mais flexível para os colaboradores. O que nem todo mundo diz é que também é necessário investir em segurança.

Isso foi o que apontou o estudo feito pelo Projeto Aristóteles, da Google. O levantamento considerou a realidade dos colaboradores e chegou à seguinte conclusão: uma cultura baseada na segurança é imprescindível para a eficiência e a eficácia das equipes.

O motivo para esse resultado é simples. Quanto menos seguro for o ambiente de trabalho, maior é o estresse. Invariavelmente, isso gera prejuízos ao desempenho, especialmente devido à piora cognitiva.

Você pode entender melhor por meio de um exemplo. Digamos que aconteça uma reunião de brainstorming. Todos trazem suas ideias à tona, mas uma delas parece muito ruim. Automaticamente, todos tiram sarro e fazem chacota.

Em uma situação dessa, algumas pessoas levariam na esportiva e, se não acontecer de novo, continuam dando suas ideias. Para outros, poderia gerar o sentimento de fracasso. Concordando ou não com o sentimento, a verdade é que isso pode levar os colaboradores a ficarem introvertidos e esconderem suas ideias. Ou seja, adeus criatividade.

Nesse cenário, também é importante compartilhar vulnerabilidades, ter compreensão com quem é diferente, discutir os erros e encorajar as diferenças. Tudo isso incentiva a cultura criativa e evita que aconteçam conflitos internos.

Faça coisas — simples assim

Sabe quando você quer colocar a criatividade à prova, mas parece que existe um obstáculo? Isso é perfeitamente normal. O erro está em desistir daquela atividade nesse momento. Muitas vezes, a solução está em empregar um grande esforço.

Essa também é a dica para efetivar a liderança remota. Quando sua equipe estiver com dificuldade, peça para que continuem fazendo, mesmo que o resultado não seja o melhor possível. Com o tempo, a prática levará à perfeição — não é só um ditado!

Para aplicar essa ideia na sua gestão remota, foque na comunicação. Trabalhe com reuniões rápidas e improvisadas para que todos os colaboradores se auxiliem. Mais do que isso, coloque-se à disposição para sair da zona de conforto.

Estimule a realização de projetos pessoais

Aqui, você deve estar pensando que é uma tremenda loucura. Afinal, se o colaborador realizar seus projetos pessoais, gastará pouco tempo com a empresa e não alcançará os resultados esperados. Certo? Errado!

Na verdade, encorajar a realização de projetos pessoais pode ser bastante útil. Desde que eles estejam alinhados aos objetivos organizacionais. Além de ser uma forma de reduzir o turnover da sua equipe incentivando a criatividade, também é uma maneira de gerar inovação no seu negócio.

Um exemplo dessa prática é a 3M. A empresa tem mais de 22 mil patentes derivadas de projetos pessoais dos colaboradores. Isso porque a companhia tem um programa específico para essa finalidade. É um bom resultado, não é mesmo?

Engaje-se na vida dos colaboradores

Estar perto da sua equipe é uma forma de incentivar a criatividade no trabalho remoto. Como grande parte do time está a distância, entender o que se passa na vida dos profissionais e ter empatia são atitudes fundamentais.

No escritório, basta observar o desempenho dos colaboradores. No entanto, a atuação remota tem uma vantagem: a tela ajuda a ter uma conversa mais eficiente. Perguntar por que a pessoa agiu de determinada maneira, geralmente, leva-a a dizer o que está acontecendo, o que interferiu no resultado. Portanto, é preciso ter as portas virtuais abertas.

Experimente e construa

A inovação e a criatividade no trabalho dependem de experimentações e protótipos. Quando os produtos são digitais, é mais fácil lidar com as equipes espalhadas. Por outro lado, se forem construídos itens físicos, há limitações que podem ser superadas com a ajuda da tecnologia.

Por exemplo, com o CAD e a modelagem 3D é possível criar protótipos que permitam ver o resultado a distância. Algumas empresas até disponibilizam uma impressora 3D para experimentar o produto. 

Talvez sua empresa não chegue a esse ponto, mas a modelagem 3D e outras ferramentas podem ajudar muito nos testes. Assim, os colaboradores podem trazer sugestões com base em um produto feito.

Mantenha a criatividade no trabalho remoto

Sim, essa também é uma dica. Afinal, a inovação, o foco e a energia dos colaboradores entra em queda conforme o tempo passa. É aqui que você deve atuar. A sugestão é fazer uma reunião de tempo livre antes de cada sessão de inovação.

Isso pode ser feito pela internet mesmo. Em um primeiro momento, os colaboradores devem apenas rascunhar suas ideias. Ou seja, devem ficar quietos e ouvir. Depois todos podem compartilhar.

Essa recomendação é para que, durante o pensamento, seja possível filtrar as ideias e ver aquelas mais criativas para o trabalho remoto. Assim, os resultados alcançados são melhores.

Em resumo, fica claro que incentivar a criatividade no trabalho remoto requer um esforço extra, seja na adaptação da liderança, seja no estímulo aos colaboradores. Ainda assim, não é um “bicho de sete cabeças”. É bastante possível alcançar bons resultados e aumentar a produtividade da equipe. É só colocar as dicas em prática e aproveitar para sair da sua zona de conforto.

Então, que tal começar? Aproveite e baixe o Guia da Produtividade no Trabalho Remoto: a arte de ser eficaz a distância.

Texto escrito por Fabíola Thibes, jornalista e redatora web.