Trabalho híbrido

Resumo Webinar BeerOrCoffee: veja como funciona o Trabalho Híbrido na Ambev e no iFood

Renato Ribeiro
Escrito por Renato Ribeiro em julho 21, 2021
Resumo Webinar BeerOrCoffee: veja como funciona o Trabalho Híbrido na Ambev e no iFood
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

O Webinar Trabalho Híbrido, com BeerOrCoffee, Ambev e iFood, que aconteceu nesta terça, 20/07, foi um sucesso!

No evento, os participantes puderam ficar por dentro das princpais ações de Trabalho Híbrido que estão sendo implementadas na Ambev e no iFood.

A CEO do BeerOrCoffee, Roberta Vasconcellos, comandou um papo super rico junto a Nathália Tavaroni, People & Management Manager da Ambev, e Vanessa Zietlow, People OPS — Benefits Management do iFood.

Quer saber tudo o que rolou nesse encontro e ficar por dentro do segredo dessas empresas que saíram na frente e estão abraçando uma estratégia ousada e diferenciada de trabalho híbrido? Se sim, confira o texto!

Como é a política de Trabalho Híbrido na Ambev e no iFood?

No início da conversa, Roberta Vasconcellos perguntou quais foram as três principais políticas de trabalho recentes adotadas na Ambev e no iFood e como foi o processo para que o trabalho híbrido de fato funcionasse nessas empresas.  

Vanessa Zietlow, People OPS — Benefits Management do iFood, destacou que a empresa adotou muitas coisas e foi aprendendo muito com uma jornada que ninguém estava acostumado a viver.

Uma das coisas que o iFood fez foi disponibilizar uma verba para que os funcionários pudessem montar um cantinho de home office dentro de casa, incluindo subsídio para luz e internet. “Mas também respeitamos as pessoas que, por algum motivo, não podiam trabalhar dentro de casa”, disse a executiva.

“A gente aderiu ao OfficePass (assinatura com acesso ilimitado a centenas de coworkings), do BeerOrCoffee, que é um produto que fez muito sentido. Funciona muito bem para os nossos colaboradores, que passaram a viver o Anywhere Office em seu dia a dia”, disse. 

No caso da Ambev, de acordo com Nathália Tavaroni, People & Management Manager da empresa, tomar decisões pautadas para privilegiar as pessoas foi algo fácil, porque as pessoas sempre estiverem no centro das decisões da companhia.

Assim como aconteceu com o iFood, o OfficePass foi uma das decisões adotadas pela Ambev. Atualmente, a cervejaria está com seu escritório aberto maneira parcial. Com isso, algumas pessoas que atuam em escritórios têm a possibilidade de uitilizar os coworkings da rede BeerOrCoffee. 

Além disso, a Ambev acelerou a sua política voltada para o cuidado com a saúde mental dos colaboradoes. O time da empresa tem, por exemplo, a opção de contar com psicólogos para fazer terapia, além de outros benefícios que buscam possibilitar o máximo de bem-estar de todos os funcionários.

Como será o modelo de trabalho no pós-pandemia?

Durante o Webinar, Nathália Tavaroni destacou que a Ambev definiu que até setembro as pessoas devem ficar em casa e depois os escritórios serão definitivamente abertos, mas a política de flexibilidade continuará fazendo parte da empresa.

“Mesmo com a abertura dos escritórios em setembro, vamos continuar com o modelo híbrido. Com, por exemplo, uma semana de dois dias no home office e três no escritório, mas isso será uma sugestão. As pessoas buscam autononia e nós tomamos as decisões de acordo com aquilo que for o melhor para o colaborador”, destacou Nathália.

Segundo Vanessa Zietlow, durante a pandemia, muitos colaboradores voltaram para as suas cidades natais e isso foi ótimo para garantir a qualidade de vida em um período tão delicado como a pandemia. “Entendenemos cada necessidade e tomamos decisões que possam trazer bem-estar para todos. Temos um olhar muito atento e vamos adaptar os benefícios e modelos de trabalho, de forma que fique bom para todo mundo“, disse a executiva.

Qual a maior preocupação ou desafio na transição para o modelo híbrido?

De acordo com Vanessa, o maior desafio dentro da nova política de trabalho híbrido do iFood é um olhar cuidadoso com as pessoas, com a saúde mental. Olhar, por exemplo, para as pessoas que perderam entes queridos na pandemia. 

“Tivemos um preparo muito grande e intenso para lidar com todos de forma individual. Como a pessoa está de saúde, como está seu emocional e como está seu ambiente de trabalho”, destacou Vanessa. 

Segundo Nathália, um ponto de destaque na Ambev foi a comunicação entre os times. “Criamos mais possibilidades para se comunicar, deixando as pessoas mais próximas, fazendo happy hours onlines. Nos adapatamos para nos conectar, mas sem sobrecarregar as pessoas com assuntos relacionados ao trabalho”, comentou. 

Além disso, a executiva da Ambev apontou que “uma quebra de tabu para a gente foi desassociar o trabalho híbrido, o trabalho de casa, a distância, com a baixa performance. A Ambev, por exemplo, construiu um hospital e uma fábrica de vacinas em meio a uma pandemia. Produzimos coisas muito importantes para a sociedade”, disse Nathália, mostrando que é possível ter alta performance e resultados com o trabalho híbrido e o trabalho a distância.

Quais foram as práticas para manter a cultura da empresa forte, mesmo a distância?

De acorco com Vanessa Zietlow, People OPS — Benefits Management do iFood, a empresa buscou inovar em seus encontros onlines. “Por exemplo, a cada 15 dias, a gente faz uma reunião com o time e oferecemos um voucher. A pessoa pode pedir algo pelo iFood e fazemos um happy hour“, disse.

Além disso, a empresa também promove encontros interativos, em que é possível que os colaboradores se conheçam melhor, criando laços mais fortes e se alinhando aos valores da empresa. “Acabou dando muito certo. Nossa cultura está muito alinhada com nosso propósito”, destacou Vanessa.

Nathália Tavaroni, por sua vez, comentou que não vê a Ambev voltando ao modelo tradicional. “Estamos em parceria com o BeerOrCoffee desde o início do ano. Temos um pai dentro do nosso time que tem um combinado com a esposa: levar e buscar a filha na escola todas quartas e sextas. Como há um um coworking próximo à escola da filha, esse colaborador cumpre sua jornada de trabalho dentro do coworking. Assim, ele consegue cumprir o horário com a filha na escola e a jornada na empresa, sem atrasos”, disse a executiva.

Isso, além de mudar as relações no trabalho, também influencia na relação da família. Para a gente é muito importante que a pessoa esteja feliz no trabalho e na vida pessoal“, completou Nathália. 

O que vai acontecer com as empresas que não vão adotar o trabalho híbrido?

Para Vanessa, em sua visão pessoal, “as empresas que não adotarem o trabalho híbrido vão perder talentos. Pensando no iFood, por exemplo, precisamos de desenvolvedores e muitas vezes encontramos esses profissionaos apenas no interior. Não é todo mundo que quer mudar para grandes cidades, como São Paulo”, disse. “A gente pensa muito em manter esse formato híbirido e reter os talentos que contramos no decorrer da pandemia”, completou.

Sobre os benefícios, muitos deles são voltados para a saúde como um todo. Atualmente, no iFood, há cerca de 24 benefícios, alguns deles voltados para a inclusão. “Temos, por exemplo, um benefício exclusivo para pessoas transgêneros: oferecemos três mil reais ao ano, por pessoa, para ajudar na sua transição. Um outro benefício que os colaboradores gostam muito é um kit para mamães e papais que estão tendo filhos”, contou Vanessa.

No caso da Ambev, Nathália destacou que a empresa saiu de uma política presencial para o home office. “A primeira coisa que fizemos foi equipar o home office. A gente fez uma parceria com o BeerOrCoffee, que ajudou a gente a proporcionar um ambienre de home office  para as pessoas de conforto e bem-estar, precocupando com cadeira, mesa, iluminacão etc. As pessoas deram muito valor“, disse a executiva.

Futuro das empresas no trabalho híbrido

Uma das principais coisas observadas é a qualidade de vida que aumentou dentro do modelo híbrido. “A gente perdia 1h30 no trânsito e hoje podemos aproveitar esse tempo, por exemplo, para cuidar da nossa saúde”, disse Vanessa.

“Posso ir andando para um coworking perto de casa, por exemplo. Isso que a gente ganhou com o OfficePass. O BeerOrCoffee nos ajudou a ganhar uma fexibilidade que é muito importante para a gente”, completou a executiva do iFood.

No que diz respeito à Ambev, Nathália disse que a empresa está sempre experimentando e aprendendo coisas novas. “A gente fez pilotos de ano sabático e licença não remunerada, por exemplo, que dá a possibilidade para pessoas que querem estudar fora do país”, contou.

Esses foram os principais assuntos do Webinar Trabalho Híbrido com BeerOrCoffee, Ambev e iFood. Curtiu? Para conhecer e OfficePass e oferecer o trabalho híbrido na sua empresa, acesse www.beerorcoffee.com. Abaixo, você confere a gravação completa do webinar.