Gestão de Facilities

Quais as principais inovações que estão revolucionando o mercado de gestão de facilities?

Renato Ribeiro
Escrito por Renato Ribeiro em junho 8, 2021
5 min de leitura
Quais as principais inovações que estão revolucionando o mercado de gestão de facilities?
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

O mercado de gestão de facilities está evoluindo e novas tecnologias têm facilitado o trabalho de quem atua nessa área. Reunimos as principais delas para que você possa implementá-las na sua empresa. Leia o artigo e veja quais são elas!

O mercado de gestão de facilities não para de inovar! As novas tecnologias estão chegando com força total nessa área, facilitando o trabalho de quem é responsável pela infraestrutura das organizações.

Por isso, se você trabalha ou pretende trabalhar como gestor de facilities, estar por dentro das novidades do setor é muito importante. Dessa forma, já começa a perceber o que está despontando para um futuro próximo e pode se preparar para os novos cenários que estão se formando.

Reunimos neste artigo algumas das principais inovações que estão revolucionando o mercado de gestão operacional de facilities. O levantamento é baseado em uma pesquisa desenvolvida pela empresa Servest Group.

6 inovações que estão revolucionando o mercado de gestão de facilities

Em todo mundo, existem seis grandes inovações que estão revolucionando o mercado de gestão de facilities. Siga a leitura e veja quais são elas!

1. Internet das Coisas

A Internet das Coisas (ou IoT — Internet of Things) está permitindo que os edifícios e demais instalações das empresas se tornem mais automatizados e interligados.

Por meio dessa tecnologia, sensores, termostatos e atuadores podem avaliar e responder a vários dispositivos e máquinas nos prédios, por exemplo. Ou seja, a tendência é termos cada vez mais coisas conectadas nas empresas, o que gera muitos benefícios.

As lâmpadas dos escritórios, por exemplo, podem funcionar por meio de sensores de presença. Dessa forma, se nenhum colaborador permanecer na sala, elas apagam automaticamente, ajudando a reduzir os custos com energia elétrica.

Os ocupantes também poderão controlar o ar-condicionado, a iluminação, as máquinas de bebidas e comidas, entre outras coisas usando um aplicativo de celular.

mercado de gestão de facilities

2. Automação e robótica

Sem dúvida, uma das principais inovações do mercado de gestão de facilities é a automação e a robótica.

Os serviços automatizados tendem a ser cada vez mais usados em portarias, sistemas de segurança, gestão dos resíduos, entre outras áreas que envolvem a infraestrutura das empresas.

Até mesmo a limpeza é otimizada com a automação e a robótica! Podem ser usados robôs para diariamente fazer a varredura e a higienização do chão dos escritórios, por exemplo.

Isso facilita a limpeza diária e os humanos precisam dedicar menos tempo a isso. Ter uma pessoa disponível para fazer a faxina mais pesada uma vez por semana é suficiente, tendo em vista que as manutenções do dia a dia são realizadas por robôs.

3. BIM

O Building Information Modeling (BIM), que em português pode ser chamado de Modelagem da Informação da Construção, é um novo conceito de projetos para a construção civil.

Diferente do modelo usual de plantas em 2D, o BIM trabalha com modelos em 3D que são mais fáceis de assimilar e têm mais fidelidade às edificações construídas.

Em outras palavras, os engenheiros e arquitetos que usam o BIM deixam de trabalhar com desenhos de plantas e adotam o uso de verdadeiras maquetes virtuais.

Para o gestor de facilities, usar o BIM é bastante vantajoso. Isso porque ele terá uma visão detalhada da infraestrutura dos prédios da empresa, o que é bastante útil quando ocorrem problemas.

Se estourar um cano de água e isso iniciar uma infiltração em um banheiro, por exemplo, será mais fácil de localizar o problema e fazer a correção, antes que danos maiores ocorram.

4. Sistema HVAC

HVAC é uma sigla para “Heating, Ventilating and Air Conditioning”, que em nosso país pode ser traduzida como “Aquecimento, Ventilação e Ar Condicionado”.

O sistema HVAC, portanto, consiste em um conjunto de equipamentos e recursos que garantem o conforto térmico para os usuários dos ambientes.

Além disso, o sistema HVAC também gera alta qualidade do ar, além de possibilitar o controle de algumas variáveis relativas ao ar.

A tecnologia, aliada ao sistema HVAC, além de gerar conforto também auxilia na manutenção da saúde dos colaboradores. Com o uso da inteligência artificial, é possível analisar a temperatura ideal para o ar em determinados momentos.

O sistema é usado, inclusive, no Paddington Works, o primeiro coworking projetado para a era pós-pandemia. Nele, a filtragem da circulação é antiviral, com um ar 25% mais fresco, o que reduz as chances de sobrevivência do novo coronavírus e outros agentes contaminantes.

5. Drones

O uso de drones também será mais comum para os gestores de facilities nos próximos anos. Isso se justifica porque os dispositivos sobrevoam o céu e podem registrar imagens de áreas de difícil visualização nos edifícios. 

De tal maneira, os gestores de facilities poderão analisar com maior precisão a infraestrutura das propriedades das empresas. Assim, conforme cada situação, podem ser programadas reformas, reparos e pinturas nos ambientes, para que tudo esteja sempre seguro e agradável visualmente.

6. Wearable Technology

O termo Wearable Technology significa “tecnologia vestível”, ou seja, são os objetos conectados que fazem parte da vestimenta das pessoas. É o caso de óculos, pulseiras e relógios conectados à internet, por exemplo.

Por meio desse tipo de tecnologia, o gestor de facilities permitirá a coleta e administração de dados dos colaboradores, se eles assim autorizarem.

Uma ideia é monitorar quais são as áreas do prédio da empresa em que os funcionários da empresa passam mais tempo nos horários de intervalos, por exemplo. Assim, fica mais fácil de saber onde instalar áreas de relaxamento, máquinas com comidas e bebidas etc.

Essas são as principais inovações que estão revolucionando o mercado de gestão de facilities. Na sua empresa já está sendo utilizada alguma delas? Será que vale a pena implementá-las?

Ao buscar respostas para essas questões você pode despertar bons insights para melhorar o seu trabalho. Além das apresentadas, uma grande inovação para os gestores de facilities é o OfficePass.

Trata-se de uma assinatura de coworkings, com centenas  de escritórios disponíveis para a sua equipe nas principais cidades brasileiras. Acesse o nosso site e saiba mais.

Texto de Lucas Flores – Relações Públicas e mestre em Letras, Cultura e Regionalidade. Desde 2013, trabalha com produção de conteúdo para web e há cerca de um ano trocou o interior do Rio Grande do Sul por Porto Alegre.