Futuro do Trabalho

4 grandes tendências do futuro do trabalho que todo líder deve conhecer

Renato Ribeiro
Escrito por Renato Ribeiro em maio 24, 2021
5 min de leitura
4 grandes tendências do futuro do trabalho que todo líder deve conhecer
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

Para liderar com eficiência e ter bons resultados é preciso ficar por dentro das tendências do futuro do trabalho. Afinal, a liderança é algo dinâmico e sofre mudanças ao longo dos anos.

Há algum tempo, a ideia de “chefe” foi abandonada pelas empresas de sucesso. Essa relação de poder autocrático com os subordinados deu lugar à liderança democrática, que promove melhores resultados. Sendo assim, quem se diz chefe está ultrapassado. 

Assim como o exemplo dado, existem outras tantas transformações importantes que todo líder deve saber. Pensando nisso, resolvemos trazer 4 tendências do futuro do trabalho para que você esteja atualizado. Vamos lá?

1. Missão e objetivo

Se até alguns anos atrás os candidatos se atraíam somente pelo valor de um alto salário, hoje é necessário mais do que isso na hora de decidir em qual empresa trabalhar. A missão e o objetivo da corporação são fundamentais e pesam bastante nessa escolha.

As pessoas se capacitam cada vez mais para desempenhar um ótimo trabalho. Em troca, pretendem, além de uma remuneração justa, ter valores morais compatíveis com a organização. Dessa maneira, muitos estão dispostos a ter uma redução no pagamento, desde que as ideias estejam alinhadas no mesmo propósito da corporação.

Existem as mais diversas razões para a existência de uma empresa, como fazer a diferença no mundo, investir em pessoas ou impulsionar a inovação, assim como seus objetivos. É importante que esses porquês estejam bem definidos e sejam atrativos para a nova geração de força de trabalho.

2. Inteligência artificial

A inteligência artificial avança a passos largos. Se achávamos que “Os Jetsons”, famoso desenho futurístico, figuravam algo muito fora da realidade, atualmente podemos concluir que não estavam em um futuro tão distante assim.

As máquinas que pensam como os humanos e, geralmente, são mais precisas que nós, podem ser de grande ajuda em diversas atividades. Por exemplo, na hora de selecionar os candidatos mais adequados para as vagas.

Com a IA e a automação, por exemplo, é possível examinar centenas de currículos e analisar as informações para entender quais são os pretendentes que se encaixam melhor nos atributos necessários para preencher a organização.

Existem diversas ferramentas digitais disponíveis que são capazes de transformar, para melhor, a forma como as empresas e os funcionários trabalham.

Entretanto, elas também geram certa preocupação e incertezas no futuro do trabalho por parte dos colaboradores.

Muitos acreditam que a IA os substituirá em seus empregos, principalmente os profissionais mais maduros. Entretanto, a ideia é que a IA seja uma facilitadora do trabalho e não uma substituta de pessoas

Por isso, o líder deve acalmar esses medos entendendo sobre as novas tecnologias e conversando sobre como funcionarão a aplicação da tecnologia sem afetar os postos de trabalho.

3. Atração de talentos

Nos últimos anos, atrair e reter talentos é uma missão que demanda certa atenção dos gestores. Afinal de contas, de nada adianta ter o melhor negócio, se não valorizar as pessoas que fazem parte dessa engrenagem.

Como dissemos, apenas oferecer um bom cargo com alto salário não é mais o suficiente.

Os candidatos que se capacitam querem melhores condições de trabalho, buscam estar não somente alinhados com os valores da empresa, mas também querem bem-estar e qualidade de vida no ambiente corporativo.

Cá entre nós, o que é muito justo, não é mesmo?

O que você está fazendo agora para atrair os novos e reter os talentos já existentes na sua organização? Saiba que apostar em benefícios aos colaboradores não é gasto, é investimento. No final, todos saem ganhando, inclusive a empresa.

Para isso é preciso ir além da promoção de ações comuns que visam o bem-estar do funcionário, como incentivo à alimentação saudável, oferta de uma infraestrutura adequada e moderna e assistência de saúde.

Atualmente, o modelo de trabalho híbrido é muito cobiçado. Nele, o funcionário não fica preso ao escritório na sede da empresa e nem somente em home office. Ele une o melhor dos dois mundos, permitindo realizar as atividades de qualquer lugar do mundo.

Essa modalidade já é muito utilizada em empresas de sucesso pelo mundo todo e é chamada também de anywhere office.

A adesão aos escritórios flexíveis (coworkings) é a grande sacada, pois além de ter toda infraestrutura de conforto e tecnologia necessária para trabalhar, o colaborador tem um ambiente propício para troca de experiência com outros profissionais.

Outra grande vantagem é poder aproveitar a globalização e contratar colaboradores de qualquer lugar do mundo, o que também é uma das tendências para o futuro do trabalho.

Muitas vezes, a falta de mão de obra especializada é um empecilho para o crescimento da empresa. 

4. Valorização da cultura organizacional

Embora o termo “cultura organizacional” exista e seja praticado há algumas décadas, a valorização dele é cada vez mais importante para uma liderança eficiente. Falha na comunicação, falta de entrosamento dos membros da equipe e fofoca são alguns dos problemas enfrentados nesse sentido.

Saiba que ignorá-los não é o caminho, pois afetam diretamente na produtividade e podem levar à perda de grandes talentos do time.

Uma cultura bem estruturada e fortalecida, em que os colaboradores se sintam bem e motivados, é capaz de dar resultados incríveis.

Sabemos que mudar hábitos de uma organização não é uma tarefa fácil. No entanto, você como líder é quem deve ditar o tom. Se a fofoca é frequente e incomoda, não faça fofocas. Se é preciso melhorar o trabalho em equipe, entenda como trabalhar melhor com os times.

É importante que a motivação venha de você. Tenha em mente que nem sempre dá para ser um líder verdadeiramente entusiasmado o tempo inteiro, mas o seu time espera isso. Portanto, mesmo naqueles dias em que você não esteja tão empolgado, é fundamental que não deixe a peteca cair e se mantenha engajado.

Como você pôde conferir, as tendências do futuro do trabalho já estão batendo à sua porta. Hoje em dia, tudo é muito dinâmico e rápido. Por isso, é preciso ficar por dentro de tudo para se manter na posição de um verdadeiro líder.

Além disso, vale lembrar que não é segredo para ninguém que o trabalho em casa também é uma tendência, ainda mais depois da pandemia do novo coronavírus. Aproveite que está por aqui e baixe o nosso Guia Home Office para Gestores.

Texto de Renata Nogueira, produtora de conteúdo para a web e redatora.