Cultura da empresa

Ambiente de trabalho saudável: 7 dicas práticas para gestores de Facilities e RH

Renato Ribeiro
Escrito por Renato Ribeiro em maio 5, 2021
5 min de leitura
Ambiente de trabalho saudável: 7 dicas práticas para gestores de Facilities e RH
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

O ambiente de trabalho saudável é aquele que cumpre todos os requisitos para que os colaboradores se sintam motivados a darem o seu melhor. Saiba que não falamos apenas da parte física, mas também da emocional e da social. Por que o gestor de facilities e o RH devem se preocupar com isso?

Funcionários engajados têm maior produtividade, alcançando resultados cada vez melhores. Dessa maneira, o negócio fatura mais e todos ficam satisfeitos nessa história. Quer saber como você pode tornar a empresa um ótimo lugar para sua equipe trabalhar? Continue a leitura, pois neste post damos 7 dicas imperdíveis. Vamos lá?

1. Mantenha uma boa comunicação 

Manter uma boa comunicação é imprescindível para qualquer empresa. Um ruído qualquer pode gerar rumores que resultam em mal-entendidos que podem levar a erros significantes. Por exemplo, uma mensagem não muito bem explicada sobre mudanças na operação pode ser interpretada como uma demissão em massa. Imagine a tensão entre os funcionários?

Por uma falta de comunicação compreensível, um clima ruim e problemático pode surgir na empresa, sem necessidade. Além disso, deixar o canal aberto para que os colaboradores possam falar diretamente com você é importante.

Esse diálogo direto, sem interferências de terceiros, pode ser muito produtivo e eliminar qualquer tipo de ruído comprometedor. Obviamente, é complicado ficar disponível o tempo todo, afinal, há outros afazeres. 

Uma dica é estabelecer um meio de comunicação e um horário para atendê-lo. Você pode avisar que está disponível para ler e responder e-mails em determinados momentos, por exemplo. 

2. Incentive a integração entre os colaboradores

Você já trabalhou em um ambiente em que não se sentia à vontade ou bem-vindo? Se sim, certamente sentiu, pelo menos, um incômodo. Saiba que há pessoas que têm a motivação e, até mesmo, a produtividade afetadas por conta disso.

Um clima hostil abala o emocional e pode causar ansiedade e estresse, que são fatores que levam à baixa no engajamento. Por essa razão é importante manter um bom clima organizacional.

Evidentemente, isso não significa que você tem que criar um ambiente mágico de trabalho. Até porque as pessoas têm suas diferenças e é normal que haja dificuldades de relacionamento entre elas no dia a dia. Se isso acontece em nossa própria casa, na empresa não seria diferente, concorda?

Portanto, não tenha a pretensão do relacionamento da equipe ser incrivelmente harmônico. Mas faça questão de incentivar essa integração. Você deve ser o elo entre os integrantes do time. 

Para isso, promova confraternizações, estenda a hora do cafezinho vez ou outra, sugira um happy hour etc. Essa possibilidade de conviver com os colegas fora do expediente é enriquecedora e necessária.

3. Ofereça benefícios corporativos

Você sabia que empresas que oferecem mais benefícios corporativos saem na frente na decisão do candidato na hora de escolher uma vaga? Isso significa que se a corporação quer atrair talentos deve oferecer mais do que um bom salário, pois, muitas vezes, essas vantagens superam a remuneração.

Isso vale não apenas para novos funcionários, mas para os antigos também. Se a empresa tem dificuldade em reter seus talentos, já parou para pensar que pode ser a quantidade e a qualidade dos benefícios oferecidos?

Trabalhar em um lugar que dá a segurança de um bom plano de saúde e odontológico para a família, um valor justo de vale alimentação e refeição, descontos ou bolsas em escolas, cursos e faculdades, parcerias com academias, cinema, teatro e outros, além de participação nos lucros é o sonho de todo trabalhador.

Se a corporação proporciona tudo isso, pode ter certeza que fica muito mais fácil ter funcionários comprometidos e que vestem de verdade a camisa da empresa.

4. Ofereça capacitação e plano de carreira

Foi-se o tempo em que o colaborador tinha o seu cargo e ficava ali por anos ou, até mesmo, se aposentava ali. Hoje em dia, as pessoas querem estar em constante aprimoramento e escalar na empresa, ou seja, não querem ficar estagnados.

Não ter a possibilidade de crescimento é desmotivador, o que faz o engajamento dos funcionários cair. Por isso, corporações que oferecem um plano de carreira conseguem atrair e reter talentos.

Além disso, investir na capacitação da equipe também é um bom negócio. A empresa pode até ter um custo com essa qualificação, mas que terá retorno com a melhoria do trabalho. Não se esqueça que essa também é uma forma do colaborador se sentir valorizado, o que também é muito importante.

5. Cuide do ambiente físico

Um ambiente de trabalho saudável também inclui o espaço físico. É imprescindível que ele seja salubre e que ofereça o mínimo de conforto aos funcionários. Aliás, é preciso estar em conformidade com a lei. 

No escritório, por exemplo, deve-se seguir as diretrizes de ergonomia da NR 17. De um modo geral, é preciso promover boas condições de:

  • Ventilação;
  • Iluminação;
  • Conforto;
  • Climatização;
  • Higiene;
  • Equipamentos;
  • Mobiliário.

6. Aposte no anywhere office

Você sabe o que é anywhere office? É um modelo de trabalho que permite os funcionários escolherem onde querem fazer as suas tarefas fora da sede da empresa, como em casa, em um café ou em um coworking, por exemplo.

Esse sistema flexível possibilita mais liberdade para trabalhar, o que contribui, e muito, para um ambiente saudável. Um funcionário que não tem com quem deixar o filho para ir até o escritório, por exemplo, pode trabalhar de casa e cuidar da criança ao mesmo tempo. 

Com certeza, ele será mais produtivo dessa maneira do que na empresa preocupado com a segurança do filho. Outro exemplo é o colaborador que mora longe da sede, mas que não tem comodidade para fazer o home office.

Então, ele pode ir até um coworking, onde terá todos os equipamentos e conforto para trabalhar e produzir. Essa modalidade está cada vez mais em alta nas grandes empresas, sendo uma tendência positiva para o negócio e a equipe.

Vale lembrar que um ambiente de trabalho saudável é capaz de prevenir a síndrome de Burnout, que é um distúrbio caracterizado pelo esgotamento físico e mental causado pelo excesso de trabalho. Como o problema afeta diretamente a saúde física e emocional dos colaboradores e, consequentemente, a produtividade, é algo que o gestor de facilities deve se preocupar em evitar em sua equipe.

Quer saber mais sobre esse problema? Se sim, aproveite que está por aqui e confira o nosso post que fala do assunto!