Gestão de Facilities

Facilities não é zelador! Conheça a parte estratégica da Gestão de Facilities

Renato Ribeiro
Escrito por Renato Ribeiro em abril 15, 2021
5 min de leitura
Facilities não é zelador! Conheça a parte estratégica da Gestão de Facilities
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

Alinhado às equipes de apoio, o gestor de facilities tem em sua responsabilidade demandas essenciais para otimizar a parte gestão estratégica das empresas. Saiba tudo sobre o assunto neste texto!

Estratégia é essencial em qualquer negócio, principalmente porque, muitas vezes, ela é a chave para o sucesso. Em todos os setores, é possível encontrar um lado estratégico — então, por que não conhecer a parte estratégica da gestão de facilities?

Quando pensada estrategicamente, gestão de facilities é focada no longo prazo. Neste texto, destacamos o que é gestão de facilities e como funciona sua parte estratégica. Confira!

parte estratégica da Gestão de Facilities

O que é gestão de facilities?

Gestão de facilities é a gestão das equipes de apoio de uma empresa. Lida com segurança, limpeza, equipamentos e todos os setores que mantenham a infraestrutura do local funcionando corretamente. Até a tecnologia pode entrar como um dos setores administrados por esse gestor.

Essa infraestrutura não se limita ao espaço físico. Com o crescimento do anywhere office (ou trabalho em qualquer lugar), nem todos os profissionais vão permanecer no ambiente tradicional da empresa. Isso não significa que a atuação do gestor de facilities tenha acabado. Ao contrário: essa nova configuração de trabalho aparece como um desafio para o profissional.

Gestão de facilities não é somente operacional

O problema é que, para muita gente, o gestor de facilities trabalha apenas e na parte operacional e faz somente serviços ligados ao trabalho de um zelador, que está ali conferindo se o equipamento funciona e, se necessário, faz reparos. 

A gestão de facilities, além de ter algumas responsabilidades operacionais, é uma função estratégica que vem ganhando importância dentro das empresas. Além de coordenar equipes de apoio, a área pode criar ações que motivem e engajem os trabalhadores em ações dentro do ambiente de trabalho.

Para quem deseja entender ou investir na profissão, conhecer a parte estratégica da gestão de facilities é fundamental para alcançar resultados mais produtivos com as equipes.

Como implementar a parte estratégica da gestão de facilities?

Há uma série de passos que um gestor de facilities pode tomar do ponto de vista das operações para fazer sua voz ser ouvida na estratégia. Veja como você pode colocar em prática estratégias para alcançar objetivos mais estratégicos.

Defina um objetivo

Toda estratégia precisa ter um objetivo — senão, ela não tem sentido. Mas, em um primeiro momento, pode ser difícil imaginar como o Facilities pode se engajar na estratégia da empresa. Mas existem vários desafios que podem fazer parte de uma boa rotina da gestão estratégica do Facilities, como:

Todas esses objetivos podem ser alcançados com ações do tipo:

  • Oferecendo recursos (como notebooks e auxílio com internet, por exemplo) para que os funcionários possam trabalhar fora das dependências da empresa;
  • Trabalhando com fornecedores que trabalhem com produtos e matérias-primas cruelty-free, ou seja, aqueles que não realizam testes em animais em nenhuma fase da produção;
  • Colocando em prática a coleta de lixo seletiva.

Essas três táticas podem ser usadas para um objetivo (ter uma empresa mais sustentável) e alcançar outros (atrair e reter talentos). São todos relacionados com a parte estratégica da gestão de facilities, servindo como áreas de foco para melhorias no local de trabalho. 

À medida que você se aprimora em cada um, o objetivo maior da empresa acaba se tornando mais palpável. É nisso que a parte estratégica da gestão de facilities precisa se apoiar — em ações que objetivem um alvo maior.

Entenda o mercado

Não é novidade para ninguém que o mercado muda com muito mais rapidez hoje do que no passado. Isso porque a internet permitiu que a população conhecesse tendências de consumo no mundo inteiro. Além disso, ela consegue se aprofundar sobre a usabilidade, a composição e o trabalho envolvido em um produto ou serviço.

Um gestor de facilities deve entender o posicionamento e os objetivos de sua empresa, além de saber ou sugerir à alta gestão ideias para fazer com que a infraestrutura das instalações funcione em direção a esses objetivos. 

Entender as percepções de acionistas, clientes e empresas concorrentes é fundamental para compreender adequadamente o ambiente de negócios em que a organização está inserida, com o objetivo de alinhar a parte estratégica da gestão de facilities à estratégia geral.

Comece a criar estratégias

Uma vez que o gestor de facilities tenha entendido o mercado em que a empresa está inserida e quais objetivos pode buscar alinhados às necessidades da empresa, é hora de observar eventuais empecilhos que possam atrapalhar sua implementação e quais estratégias que possam eliminá-los. 

Essa prática pode ajudar os setores de apoio a permanecerem ágeis caso ocorram mudanças repentinas no mercado e permitir que o gestor de facilities reaja antes que ocorra o problema. 

Monitore

Uma vez que o gestor de facilities analisou o clima de negócios e criou seu portfólio de contingências, é imperativo que ele não fique simplesmente esperando que os problemas ocorram. É hora de agir! Implemente, monitore e altere suas estratégias com base em resultados reais. Mantenha o histórico de registros dinâmico e em evolução de soluções para manter o trabalho das equipes sempre otimizado.

Viu como é possível implementar a parte estratégica da gestão de facilities?

Para finalizar o texto, vale lembrar que muito se fala sobre o futuro do trabalho e as profissões que estão surgindo dentro de um cenário de grandes mudanças e transformações.

Mais do que títulos, o futuro é principalmente sobre novas competências e habilidades. Dentro desse contexto, vale a pena destacar a gestão de facilities, que é cada vez mais essencial para as empresas.

Por meio dessa área, as demandas por modelos mais flexíveis de trabalho estão mais bem atendidas. Além disso, a gestão de facilities ajuda nas tomadas de decisões, que tendem a ser mais cada vez mais complexas dentro das organizações.

Para se aprofundar no assunto, conheça tudo sobre a gestão de facilities aqui!

Texto escrito por Cláudia Araújo, jornalista e redatora.