Carreira

6 exercícios para alcançar a atenção plena no espaço de trabalho

Renato Ribeiro
Escrito por Renato Ribeiro em fevereiro 23, 2021
5 min de leitura
6 exercícios para alcançar a atenção plena no espaço de trabalho
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

Com a pandemia, os espaços de trabalho se multiplicaram para diversos lugares. Vivemos o chamado Anywhere Office. Se a atenção plena no espaço tradicional de trabalho já era desafiadora, dentro de casa não é diferente. 

Familiares, vizinhos, obras na rua, televisão, redes sociais e várias outras distrações parecem surgir ao mesmo tempo! E, durante a pandemia, parece que houve uma piora na produtividade.

No início do isolamento social, entrevistados relataram que, mesmo com mais tempo, eles não conseguiam manter a concentração para ler em casa. Além disso, um estudo realizado pelo Instituto do Coração do Hospital das Clínicas (Incor) relatou que 80% dos recuperados de Covid-19 falaram da mesma dificuldade

Mas não precisa se desesperar: é possível reverter a falta de concentração com exercícios de mindfulness, uma tendência importantíssima em uma nova maneira de pensar no mercado de trabalho. Neste post, você vai conferir 6 práticas para alcançar a atenção plena no espaço profissional. Confira!

6 exercícios para alcançar a atenção plena no espaço de trabalho

Veja como o mindfulness pode ajudar você a manter a concentração durante todo o expediente — principalmente fora do escritório tradicional:

1. Medite

Muita gente acha que precisa de um espaço amplo e muito tempo disponível para praticar meditação. No entanto, poucos minutos por dia já podem ajudar a alcançar a atenção plena no espaço de trabalho. Além disso, a prática traz diversos benefícios para a saúde física e mental, como redução de estresse, de sintomas depressivos, de vícios e da perda da memória.

Então, comece separando uns 5 minutinhos para praticar — pode ser até durante o intervalo do home office! Feche os olhos e se concentre na sua respiração. Preste atenção enquanto inspira e expira lentamente. Preste atenção no tórax subindo e descendo e tente não pensar em mais nada. Se mesmo assim os pensamentos insistirem em aparecer, reconheça-os e descarte-os logo em seguida. O foco na sua respiração vai ajudar a manter a atenção em outras atividades do dia a dia.

2. Faça contagens

Vamos ver o quão acelerado você está? Para isso, pegue um cronômetro e ative-o. Mentalmente (e sem olhar para o cronômetro ou relógio, claro), comece a contar 60 segundos. Depois de terminar, olhe para o cronômetro e veja quanto tempo você demorou nessa contagem.

  • Se demorou menos de 20 segundos, sua aceleração está em alta! É preciso ir mais devagar para manter o foco;
  • Se sua contagem demorou por volta de 30 segundos, ainda está acelerado, mas em um caminho melhor que o anterior;
  • Se demorou por volta de 45 segundos ou mais, ótimo! Mas ainda tem como melhorar.

Esse exercício é ótimo para manter o foco e, claro, a atenção plena no espaço de trabalho. E, como qualquer atividade, a prática e o desafio constantes vão te ajudar a avançar: depois que conseguir contar 60 segundos no tempo correto, passe para o dobro: agora o desafio é contar 120 segundos durante 2 minutos! Você vai ver a transformação do seu foco.

3. Pratique a escuta plena

A gente sabe o quanto é importante manter o foco durante o tempo de trabalho. O problema é que, quando não se consegue fazer algo no expediente, você fica pensando naquela tarefa durante o dia inteiro.

Então, quando alguém fala, você não consegue prestar atenção, pois sua mente está em outro lugar. Isso também mostra falta de concentração e pode ser muito prejudicial durante o trabalho — além de, é claro, afetar negativamente suas relações pessoais. 

Por isso, é hora de praticar a escuta plena, com foco total àquilo que alguém está dizendo. Em vez de pensar em tarefas de trabalho, na roupa no varal ou numa fofoca antiga, esvazie o momento e preste atenção no que aquela pessoa está dizendo.

Além de ajudar a manter o foco no trabalho, essa atividade transforma suas relações. Em um momento em que tantas pessoas desejam falar, mas poucas param para ouvir, prestar atenção em quem ensina, alerta, aponta ou desabafa faz toda diferença.

4. Desafie sua mente

Um desafio que parece bobo, mas vai ajudar você a se focar é ler apenas a cor, e não a palavra, na tabela a seguir:

atenção plena no espaço de trabalho

Em vez de ler “amarelo”, você deve ler “verde” (que é a cor). Repita o mesmo nas palavras seguintes. É mais difícil do que parece, não é verdade? E vai te ajudar muito a manter a concentração em outras tarefas do dia a dia, incluindo no trabalho.

5. Descanse com a natureza

Você tem um quintal, varanda ou jardim em casa? Se sim, considere-se um privilegiado: esse espacinho pode ajudar você a ter atenção plena no espaço de trabalho. 

Em um momento de intervalo do seu expediente, ande um pouco pelo jardim, pegue sol (com protetor solar, claro!) e observe as plantas. O ato de observar e olhar para pontos distantes também ajuda a manter o equilíbrio e a evitar a miopia

Caso não tenha isso em casa, por acaso você mora perto de um parque ou região arborizada? Se sim, aproveite o horário de almoço para caminhar. Se possível, deixe o celular e os fones de ouvido em casa ou com a internet desligada.

Aproveite para observar as pessoas caminhando, as diferentes flores e frutos disponíveis. Ouça o canto dos pássaros e o latido dos cachorros. Assim, você mantém corpo e mente saudáveis, pois se movimenta e se concentra em outras atividades.

Esses momentos de descanso durante o expediente também ajudam a manter a atenção plena no espaço de trabalho, já que evita a fadiga mental e a procrastinação. 

6. Faça pausas

Como você observou, muitos desses exercícios podem ser feitos durante uma pausa no expediente. Afinal, trabalhar incansavelmente não é muito saudável: seu cérebro começa a ficar confuso com tanta informação e suscetível a mais erros.

Por fim, pense só: quando você pensa ter muito tempo para realizar uma tarefa, acaba procrastinando — até que chega o fim do dia e percebe que não fez nem a metade do que pretendia.

Você pode fazer o seguinte: concluiu uma tarefa? Dê uma pausa de pelo menos 5 minutos. É possível até tentar o método pomodoro: você trabalha por 25 minutos e pausa por 5. Adapte à sua realidade; o importante é intercalar trabalho e descanso.

Viu como é possível manter a atenção plena no espaço de trabalho? Com as incertezas causadas pela pandemia, o local de trabalho pode ser vários locais. Como dissemos no início do texto, esse é o conceito de Anywhere Office.

Para saber mais detalhes sobre essa nova forma de trabalho, clique aqui

Texto escrito por Cláudia Araújo, jornalista e redatora.