Anywhere Office

Saiba como será um coworking do mundo pós-pandemia em Londres

Renato Ribeiro
Escrito por Renato Ribeiro em fevereiro 12, 2021
Saiba como será um coworking do mundo pós-pandemia em Londres
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

O Paddington Works, de Londres, ilustra como será um coworking do mundo pós-pandemia

Você já parou para pensar em como será um coworking do mundo pós-pandemia? O escritório de arquitetura Thereefold Architects concluiu recentemente, em Londres, o Paddington Works, espaço que tem essa característica.

O lugar combina uma mistura de ambientes, que incluem escritórios privados, salas de reuniões e um auditório multiuso.

A ideia é que os londrinos e visitantes da capital inglesa possam usar o espaço dentro do prática do modelo Anywhere Office, ou seja, do trabalho realizado em qualquer local. Veja todos os detalhes a seguir!

Conheça 6 detalhes do coworking do mundo pós-pandemia

Os coworkings para empresas estão se tornando cada vez mais populares no mundo. Afinal, eles oferecem diversas vantagens, como a redução de custos e a possibilidade de se trabalhar de forma remota, com uma excelente infraestrutura à disposição.

Por conta da pandemia da Covid-19, os espaços de coworking tiveram que passar por algumas modificações. Eles devem se tornar mais seguros para os ocupantes, que precisam se proteger da contaminação pelo novo coronavírus.

Foi com base nessa premissa que a equipe de arquitetos do Thereefold Architect desenvolveu uma das primeiras unidades de coworking do mundo pós-pandemia. Veja seis detalhes desse espaço inovador!

1. Valorização às pequenas coisas

“Tanto tempo gasto trabalhando em casa trouxe à tona as coisas simples que consideramos vitais para o nosso bem-estar”, declarou Matt Driscoll, um dos arquitetos responsáveis pelo espaço, em entrevista ao portal Dezeen.

Para o profissional, por conta da rotina de home office imposta pela pandemia, as pessoas começaram a valorizar mais as pequenas coisas, como um passeio no parque, as conversas com os colegas de trabalho etc.

Os espaços de um coworking do mundo pós-pandemia, portanto, devem seguir essa premissa e serem projetados para que haja mais integração entre as pessoas e os ambientes. Isso foi pensando para o Paddington Works.

2. Sistema de circulação de ar com filtragem antiviral

O sistema de circulação de ar do Paddington Works tem filtragem antiviral. Isso faz com que o ar que circula no espaço seja 25% mais fresco que o normal das edificações.

Essa característica faz com que os vírus tenham mais dificuldade para sobreviver nesse tipo de ambiente de trabalho. Dessa forma, o espaço contribui para que os ocupantes não apenas se protejam contra o novo coronavírus, mas também de outras doenças, como as gripes e os resfriados mais comuns.

3. Sistema de iluminação inteligente

No coworking do mundo pós-pandemia, até mesmo a iluminação foi pensada de forma criativa. Isso porque os arquitetos instalaram lâmpadas de LED inteligentes, que se ajustam no decorrer do dia, de acordo com os ritmos circadianos, ou seja, período com mais ou menos 24 horas de duração, sobre o qual o ciclo biológico de quase todos os seres vivos se baseia.

Dessa forma, em momento em que há mais iluminação natural incidindo nas janelas, por exemplo, as lâmpadas emitem menos luz. Agora, conforme o céu escurece, a intensidade das luzes artificiais aumenta.

Esse sistema é útil, inclusive, para que haja uma economia de recursos e a preservação do meio ambiente. Tais preocupações fazem parte da ideologia de muitas empresas atualmente.

4. Espaços de trabalho divididos em clusters

O Paddington Works tem os espaços de trabalho divididos em clusters. A disposição das estações é feita nos dois pisos do prédio e possibilita que pequenos grupos sejam formados nas mesas.

Cada cluster tem suas salas de reuniões e espaços de descanso, que são organizados em torno de uma cozinha e um local para convivência social.

A divisão em clusters contribui para que haja mais distanciamento entre as pessoas, evitando as aglomerações, que impulsionam a disseminação descontrolada do novo coronavírus.

Além disso, essa organização faz com que as pessoas se sintam melhor no ambiente de trabalho . Disscroll, um dos arquitetos que desenvolveu o espaço, disse que “muitos dos princípios de bem-estar são intuitivos, proporcionando boa luz natural, amenidade visual, excelente acústica e qualidade do ar”.

5. Auditório flexível

coworking do mundo pós-pandemia

Considerado um dos primeiros espaços de coworking do mundo pós-pandemia, o Paddington Works também conta com um auditório flexível, que foi projetado como um enorme conjunto de degraus de madeira.

O objetivo é que o espaço seja utilizado para receber palestras, cursos e apresentações. Quando esses eventos não estiverem ocorrendo, o espaço pode servir de forma informal para o trabalho ou uma reunião rápida no dia a dia.

Cada um dos degraus incorpora uma série de mesas-gaveta, que podem ser utilizadas como apoio para notebooks e materiais de escritório necessários para a execução das atividades de trabalho.

Drisscoll comentou: “O auditório funciona como uma escada entre os níveis e se torna uma espécie de fórum, um espaço público dentro do prédio”.

6. Acessórios para higienização

O design do Paddington Works foi todo voltado para o bem-estar dos ocupantes. Nesse sentido, o prédio foi projetado para manter as políticas de distanciamento social e higiene, que foram impostas pela pandemia.

Para isso, foram desenvolvidos acessórios antimicrobianos e desinfetantes de mãos sem contato. Esses itens servem para que os usuários possam manter a boa higiene e evitar a proliferação de qualquer tipo de vírus ou bactéria no espaço.

Drisscoll comentou que é importante para os arquitetos e projetistas pensarem em como será um coworking no mundo pós-pandemia. Para o especialista, o trabalho híbrido deverá continuar em alta após a crise sanitária global ser totalmente superada, tendo em vista que as empresas perceberam as vantagens que o anywhere office proporciona.

“Isso pode levar a um aumento nos centros de trabalho locais, com espaços de coworking em áreas residenciais, proporcionando espaços excelentes para trabalhar perto de casa e em lugares próximos aos principais centros de transporte”, disse o arquiteto.

Gostou de conhecer mais sobre o coworking do mundo pós-pandemia? Esse espaço fica em Londres, mas, aqui no Brasil, você também encontra excelentes escritórios compartilhados para trabalhar.  Só na rede BeerOrCoffee são centenas de espaços de trabalho, em 160 cidades, localizados nas melhores regiões.

Continue por aqui e leia agora o nosso artigo que explica como melhorar a produtividade da equipe nos escritórios compartilhados.

Texto de Lucas Flores – Relações Públicas, mestre em Letras, Cultura e Regionalidade e produtor de conteúdo para Web.

Observação: Os créditos das imagens utilizadas neste texto são para https://www.paddingtonworks.com/