Criatividade

5 ideias para ser mais criativo e inovador no trabalho

Renato Ribeiro
Escrito por Renato Ribeiro em fevereiro 2, 2021
5 min de leitura
5 ideias para ser mais criativo e inovador no trabalho
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

Encontrar boas ideias para ser mais criativo e inovador no trabalho pode ser um desafio. Por isso, separamos 5 sugestões que vão ajudar nessa tarefa. Confira!

Os negócios que ganham destaque e apresentam um bom crescimento costumam ter uma característica em comum: a inovação. O mercado passa por constantes mudanças, exigindo que as empresas acompanhem as tendências e se reinventem. 

Porém, um dos requisitos fundamentais para conquistar a inovação é a criatividade, que busca trazer novas práticas e abordagens para a companhia. Isso não envolve apenas os produtos ou processos utilizados, mas todo o ambiente e a equipe de trabalho. 

Mas como implementar a estratégia na empresa? Neste conteúdo, listamos 5 ideias para ser mais criativo e inovador no trabalho. Acompanhe!

1. Inclua a criatividade e a inovação na cultura empresarial

A cultura empresarial reflete valores, missão, costumes e crenças da organização. Por isso, ela consegue guiar diversos processos, como a contratação de colaboradores e a maneira como os fluxos de trabalho são organizados. Assim, ela traz sintonia entre os diversos setores e ações propostas.

Diante disso, um bom ponto de partida para ter mais criatividade e inovação é fazer com que isso faça parte da cultura organizacional. Conscientize a equipe sobre o que são esses conceitos, seus impactos no negócio e como desenvolvê-los. Além disso, estimule ações inovadoras e criativas, reconheça essas práticas e recompense os envolvidos para aumentar a motivação. 

Porém, o sucesso da estratégia exige estar preparado para inovar. Muitas vezes, as empresas pensam nesse tipo de processo como uma maneira de se diferenciar e acompanhar o mercado. No entanto, ainda se prendem aos métodos tradicionais, oferecendo resistência às mudanças. Então não basta que as ações se limitem aos colaboradores: os líderes e gestores também devem se adaptar ao conceito.

2. Tenha espaços que estimulem a criatividade

O ambiente de trabalho pode influenciar a produtividade e o fluxo de ideias, então é preciso ter espaços inspiradores para estimular a criatividade. Aqueles ambientes neutros e extremamente silenciosos podem trazer um ar profissional ao escritório. Mas será que ele incentiva a inovação?

A impessoalidade, a falta de conversa e a decoração maçante podem fazer o contrário, atrapalhando os processos criativos. Por isso, vale rever os ambientes da empresa para que eles sejam mais estimulantes e incentivadores. Coloque objetos pessoais em seu espaço e incentive que o restante da equipe também faça isso.

A ideia é ter mais conforto, estímulo, diversão e relaxamento. O motivo é simples: quando há maior estresse, é mais difícil conseguir desenvolver pensamentos e inovar. Logo, é preciso ter ambientes que melhorem a saúde mental, com maior leveza e descontração. 

Uma dica que pode ajudar nessa tarefa é contar com um espaço de coworking. É possível contratar espaços que são disponibilizados para a equipe, como alternativa aos ambientes da empresa. Se não há obrigação de que as tarefas sejam realizadas na sede, por que não oferecer alternativas?

Os espaços são construídos para oferecer infraestrutura, enquanto estimulam o networking e o compartilhamento de ideias. Ainda, há o contato com outros profissionais, o que pode ampliar a visão sobre diversos aspectos que levam à inovação no negócio.  

ser mais criativo e inovador no trabalho

3. Incentive o trabalho colaborativo entre a equipe

Uma das ideias fundamentais para ser mais criativo e inovador no trabalho é o estímulo à colaboração entre a equipe. Não se trata apenas de todos terem os mesmos objetivos, como o sucesso do negócio, mas de trocarem experiências e insights.

Muitas empresas defendem o trabalho em equipe, sem que isso seja realmente colocado em prática. É comum que exista rigidez sobre as interações entre colaboradores, exigência de silêncio e outras ações que, no fim, limitam a criatividade.

Quando se fala do trabalho colaborativo, a ideia é que as pessoas se juntem para fazer um brainstorming e fazer trocas que aumentem as perspectivas. Nem sempre você consegue avaliar todas as dificuldades de uma tarefa ou visualizar possíveis soluções, não é? 

A colaboração surge como solução, unindo pessoas com diferentes conhecimentos e habilidades. Essa visão mais abrangente que é conquistada com o trabalho em equipe pode resultar em ótimas ideias e soluções que, até então, não tinham sido consideradas. 

4. Proporcione mais liberdade e flexibilidade

O trabalho remoto não é uma novidade — praticado em muitos lugares, começou a ter destaque em 2017, com a reforma trabalhista, e teve um grande papel para as empresas devido à pandemia de Covid-19. No entanto, ele também é uma ferramenta para ajudar nos processos criativos e inovadores.

Não precisar se vincular aos espaços da empresa (e aos horários, em alguns casos), proporciona mais qualidade de vida e facilita a rotina. Além disso, quando há confiança entre as partes, a menor rigidez e a liberdade conseguem estimular o trabalho e aumentar a produtividade. 

Se o seu negócio não se encaixa em um modelo totalmente remoto, o trabalho híbrido pode ser uma solução, mantendo os dois modelos vigentes. A estratégia é focada no anywhere office, um conceito que demonstra que o profissional pode realizar suas atividades em qualquer lugar. 

5. Trabalhe com sugestões e questionamentos

A inovação exige sair da zona de conforto, então é preciso estar pronto para apresentar sugestões, ideias e questionar os métodos utilizados. Ademais, toda a equipe da empresa deve fazer o mesmo, contando com incentivos e liberdade para fazer isso. 

A abertura à recepção de ideias é um dos pontos essenciais para identificar soluções e pontos de inovação. Também vale abrir canais anônimos, permitindo que aqueles que ainda não tem segurança para se expor se abram. Cada profissional tem um perfil, por isso, é importante oferecer alternativas que ajudem aqueles que são mais introvertidos.

E não tenha medo de errar ao avaliar ideias e colocá-las em prática. Às vezes, mesmo que a sugestão original não tenha sucesso, a busca por melhorias e correções traz a oportunidade de novos insights. Novamente, o estímulo às sugestões e questionamentos terá um papel essencial. 

Com essas ideias para ser mais criativo e inovador no trabalho, esperamos que você consiga desenvolver boas estratégias em seu dia a dia e, também, para o negócio. Então invista em novas práticas visando desenvolver uma cultura que acompanhe a inovação, conte com o trabalho colaborativo e busque ambientes inspiradores para trabalhar. 

Agora que você já conhece essas dicas, que tal aprofundar seu conhecimento sobre como colocá-las em prática? Descubra como a empresa e a equipe podem trabalhar juntas para criar uma cultura criativa!