Flexibilidade no Trabalho

Era do Trabalho Híbrido: como sua empresa vai prosperar?

Renato Ribeiro
Escrito por Renato Ribeiro em janeiro 26, 2021
5 min de leitura
Era do Trabalho Híbrido: como sua empresa vai prosperar?
Junte-se a mais de 30 mil pessoas!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre o futuro do trabalho!

Se a pandemia da Covid-19 fez o mundo repensar na saúde, com certeza ela também teve impactos significativos no mundo corporativo. Empresas fecharam, adotaram o home office e revisaram seus modelos de atuação. É a chamada era do trabalho híbrido.

Basicamente, esse conceito se refere à divisão do tempo de atuação de forma igual entre o escritório e o ambiente remoto. Como consequência, a flexibilidade passa a ser revisada nesse cenário.

Antes, ela era muito mais limitada. Hoje, foi ampliada e aplicada a novos níveis. Tanto é que a startup Open Mind Brazil realizou uma pesquisa que apontou que 85% das empresas desejam ingressar na era do hybrid work em 2021.

O levantamento ainda demonstrou que o home office minimizou os impactos da pandemia para 96% dos entrevistados. Por isso, em quase todas elas, os locais de trabalho híbridos devem se consolidar.

Como sua empresa pode prosperar na era do trabalho híbrido e do anywhere office (o chamado trabalho de qualquer lugar)? Neste post, vamos apresentar algumas dicas para repensar as questões tecnológicas, de habilidades técnicas e comportamentais, e de flexibilidade. Confira!

Invista nos talentos híbridos

A necessidade do desenvolvimento de soft skills e hard skills já é abordada há muitos anos, mas se tornou imperativo em tempos em que aguardamos, ansiosos, um mundo pós-pandemia. É preciso que os profissionais atendam a essa demanda do mercado, tanto para se destacarem, quanto para garantir vantagem competitiva ao negócio.

Um exemplo claro para entender o cenário dos talentos híbridos é a expertise em data science. Com esse conhecimento, você pode atuar no marketing, nos recursos humanos, em finanças e até em vendas. Isso porque todas as áreas precisam da mineração de dados para obterem insights relevantes.

Outro exemplo são as competências gerenciais. Mais do que o conhecimento técnico, é necessário empatia, capacidade de fornecer feedbacks, curiosidade e muito mais. Pessoas com essas características são bem-vindas em qualquer lugar porque conseguem se adequar às novas demandas e ingressar na era do trabalho híbrido.

Aposte nos locais de trabalho híbridos

A mudança do ambiente tradicional para o home office já vinha sendo discutida e esse debate se intensificou na pandemia. No entanto, a melhor alternativa é investir na era do trabalho híbrido. Esse é o modelo que reúne os pontos positivos de ambos os modelos.

Aqui, a flexibilidade ganha mais vez e voz: por meio dela, você sai daquela discussão entre ter mais produtividade no escritório ou em outros lugares. A partir disso, deixa para que os próprios colaboradores e gestores decidam o que é mais interessante no âmbito individual.

É a ideia mais pura do anywhere office, em que qualquer pessoa pode executar suas tarefas de qualquer lugar. Como consequência, mostra que valoriza as preferências pessoais e que pretende construir um ambiente corporativo diversificado e inclusivo.

Para alcançar esse patamar, exclua os privilégios e foque no que é relevante. Nesse modelo diferenciado, o que se torna crucial é a capacidade de agregar valor à equipe e à organização. Dentro desse contexto, os profissionais também devem ter algumas características específicas. Entre as principais estão:

Confiança

Sem ter a equipe totalmente dentro do escritório para acompanhar o trabalho, é fundamental acreditar no trabalho a ser desenvolvido. Todos devem saber o que fazer e se preparar para atingir os objetivos esperados.

Comunicação

O trabalho híbrido exige conversa constante entre os membros da equipe. É preciso que os profissionais que estão no escritório sejam capazes de compartilhar todas as informações com quem está em outros ambientes. 

Caso contrário, a chance de ter problemas é grande. Por meio da comunicação, é possível realizar as atividades de maneira efetiva, mantendo a cultura corporativa e diminuindo o sentimento de isolamento social.

Consciência

Essa característica está diretamente relacionada às outras. Quando um indivíduo tem consciência dos outros profissionais, fica mais fácil executar as atividades de forma integrada. Esse é o ponto-chave da era do trabalho híbrido: alcançar os mesmos — ou até melhores — resultados com uma atuação diferenciada.

Foque nas culturas híbridas

Os talentos e os locais de trabalho híbridos exigem uma cultura diferente. Muito se fala em contratar de acordo com o fit do candidato à empresa. Contudo, essa não é a melhor alternativa. Por quê? A resposta está em um ambiente menos diverso e inclusivo.

Basicamente, a cultura organizacional mostra como a empresa trabalha e quais regras formais e informais são seguidas. Por isso, ela direciona o comportamento dos profissionais. Quando a contratação ocorre apenas pelo fit, será mais difícil formar uma equipe de alta performance.

Afinal, todos os colaboradores terão o mesmo tipo de atuação. Isso é ruim? Nem sempre. Mas se sua empresa quer ir além, é preciso se destacar — e a vantagem passa pela diversidade, pelo menos na era do trabalho híbrido.

O objetivo é que os próprios profissionais tragam seus valores e experiências para mudar as perspectivas. Ao fazer isso, fica mais fácil inovar e deixar as limitações de lado.

Aplique a ideia de carreiras híbridas

Para se diferenciar no mercado, é inviável fazer apenas o que é obrigatório. É necessário ir além, desenvolver um perfil de talento híbrido e diversificar. Ter as competências já citadas para se adequar aos diferentes locais de trabalho é apenas o primeiro passo.

O ideal é ampliar seus horizontes e revisar o seu potencial para tomar decisões diferentes. A pandemia do coronavírus evidenciou bem essa demanda: quem não se adequou às novas necessidades do mercado, acabou tendo problemas para se manter na vaga ocupada.

Portanto, ainda que o período tenha sido de crise, também foi de oportunidades. A questão é como você se adaptou a esse novo cenário. Nesse contexto, a adaptabilidade e a resiliência são fundamentais.

Com essas características, é possível mudar 100% o rumo da sua carreira ou fazer os ajustes necessários. Tudo depende do que você busca. Lembre-se de que a crise sanitária mostrou a importância do potencial humano fluido.

Esse deve permanecer o foco do ambiente corporativo. Por isso, as hard skills se transformam em power skills e o currículo se torna cada vez mais uma relíquia. Ao mesmo tempo, as universidades precisam se adequar para que os profissionais possam se preparar para as carreiras híbridas.

A era do trabalho híbrido chegou de vez

De modo geral, fica claro que a era do trabalho híbrido foi antecipada por causa da pandemia. No entanto, isso aconteceu devido a uma necessidade já existente. Com isso, a ideia das culturas híbridas e do anywhere office devem se consolidar.

Você pode tentar ignorá-la? Sim, mas é pouco recomendável. Até mesmo empresas tradicionais já demonstram a valorização dessas características. Por isso, evitar o ingresso nesse novo contexto fará perder vantagem competitiva.

Então, se você quiser ter sucesso nesse universo remoto, nunca dê as costas à era do trabalho híbrido. Essas competências farão atingir um novo patamar, em que as atividades podem ser executadas a partir de qualquer lugar com a mesma qualidade.

Quer se aprofundar ainda mais na ideia do trabalho híbrido? Saiba o que é anywhere office e por que sua empresa deve adotar.

Texto escrito por Fabíola Thibes, jornalista e redatora web