O home office não está funcionando? Talvez você não esteja considerando os novos aprendizados do trabalho remoto

Antes de pensar que o home office é ineficiente, convém refletir os novos aprendizados do trabalho remoto que as empresas estão desenvolvendo. O trabalho remoto está relacionado com a cultura do anywhere office, que prega a ideia de que as atividades profissionais podem ser exercidas em qualquer local, como em coworkings, em bibliotecas, em cafeterias, em casa ou na sede da empresa...

Uma pesquisa realizada pela Fundação Dom Cabral aponta que conciliar o ambiente doméstico com as atividades profissionais pode fazer com que as pessoas atrapalhem ou conduzam suas rotinas de forma ineficiente. Esse é um dos novos aprendizados do trabalho remoto, que costuma ser percebido por quem migra para o modelo.

Tal realidade representa um dos motivos que faz com que muitos pensem que o home office não está funcionando. No entanto, antes de acreditar que o modelo é ineficiente, convém saber que o trabalho remoto não se limita às atividades profissionais realizadas em casa.

O trabalho remoto está relacionado com a cultura do anywhere office, que prega a ideia de que as atividades profissionais podem ser exercidas em qualquer local, como em coworkings, em bibliotecas, em cafeterias, em casa ou na sede da empresa. Portanto, o home office é apenas uma das possibilidades aglutinadas na categoria.

Principais desafios do home office

novos aprendizados do trabalho remoto

Trabalhar em home office pode ser desafiador para muitas pessoas. Isso se justifica por diversos fatores. Veja alguns dos principais!

Aumento dos gastos com energia elétrica

Um estudo feito pelo BT Group PIc mostra que o consumo de energia aumenta 20% quando as pessoas trabalham em casa, fazendo com que a conta de luz venha mais alta.

Isso porque é preciso ficar com o computador sempre ligado, deixar as luzes acesas e usar o ar-condicionado, caso o clima não esteja agradável.

Grandes possibilidades para perda de foco

Ao trabalhar em casa, as chances de perder o foco podem ser maiores que quando se está na sede da empresa. Afinal, você pode ficar tentado em passar o dia todo deitado na cama ou sentado no sofá maratonando aquela série que você gosta e que está com uma nova temporada disponível.

Além disso, o ambiente pode provocar distrações involuntárias, como vizinhos ouvindo música alta, carros de som passando nas ruas etc.

Convivência com crianças

A pesquisa realizada  pela Fundação Dom Cabral, que citamos anteriormente, concluiu que a presença de crianças em casa pode afetar a produtividade dos adultos no trabalho, principalmente as mulheres.

Isso acontece porque os pequenos exigem atenção e, muitas vezes, os pais não conseguem realizar as atividades com alta concentração, quando compartilham o ambiente com os filhos.

Falta de infraestrutura

Outro problema do home office é a falta de infraestrutura para trabalhar. O estudo da Fundação Dom Cabral apontou que 47% dos respondentes não têm um escritório em casa.

Trabalhar na sala, na cozinha ou em uma escrivaninha improvisada no quarto pode ser um problema sério. Além de não ter todos os equipamentos e objetos necessários para o trabalho, corre-se o risco de desenvolver doenças por conta da má postura, por exemplo.

Novos aprendizados do trabalho remoto

Apesar de o home office enfrentar resistência, a pandemia do novo coronavírus fez com que as empresas perdessem o medo do trabalho remoto e passassem a apostar mais nessa modalidade.

Diversos novos aprendizados do trabalho remoto foram conquistados nesse período e o mundo aprendeu algo que os holandeses já sabiam: trabalhar remotamente é possível e pode até mesmo tornar os colaboradores mais leais.

O mundo caminha para uma realidade em que o trabalho remoto estará cada vez mais presente. Veja alguns exemplos de novos aprendizados que devem nortear as rotinas das empresas nos próximos anos!

As rotinas podem ser adaptadas

O trabalho remoto possibilita que as pessoas adaptem as suas rotinas, de acordo com as suas necessidades. É possível que a empresa assine uma plataforma de coworking, por exemplo, de modo que, em cada dia da semana, o colaborador possa trabalhar em um local diferente.

De tal forma, é possível trabalhar alguns dias da semana em um coworking próximo de casa, com toda a infraestrutura necessária. Já em datas em que há uma reunião importante na sede da empresa, o trabalhador pode ir até lá. Tudo é adaptável na cultura do anywhere office.

As novas tecnologias garantem a eficiência no trabalho a distância

Quando uma empresa pratica o trabalho remoto, as fronteiras geográficas deixam de existir. Um membro da equipe pode morar em São Paulo e o outro no Ceará, por exemplo, sem nenhum problema.

As novas tecnologias de comunicação e computação em nuvem são o que proporciona essa flexibilidade. Recursos como o Zoom (que pode ser utilizado para as videoconferências) são excelentes para fazer aproximar as equipes que não estão presencialmente próximas em um mesmo local. 

Já a organização das atividades pode ser feita em aplicativos como o Trello, que utiliza o método Kanban, já amplamente difundido e aprovado por acadêmicos e profissionais de diversas parte do mundo. Para a comunicação do dia a dia, os mensageiros como o WhatsApp, o Telegram e o Slack são os mais indicados.

Para saber mais, confira 7 aplicativos que facilitam o dia a dia do trabalho remoto.  

O trabalho remoto traz mais qualidade de vida para os colaboradores

Imagine uma pessoa que mora na zona norte de uma das capitais do nosso país, mas trabalha na zona sul. É bem provável que ela precise perder horas no trânsito ou até mesmo pegar mais de um transporte coletivo para se deslocar de casa até a sede da empresa.

Nesse período, ela perderá o tempo em que poderia estar estudando, praticando uma atividade física, se divertindo ou descansando. Além do mais, o trânsito causa estresse, o que pode comprometer a saúde mental.

Com a prática do trabalho remoto, essa pessoa poderá ter muito mais qualidade de vida. Será possível trabalhar em um coworking que fica a poucos quilômetros de casa, em que ela pode ir a pé ou de bicicleta, por exemplo. Já nos dias em que preferir ficar em sua residência, isso também é permitido.

Esses são alguns dos principais novos aprendizados do trabalho remoto. Compreender os detalhes sobre esse modelo de trabalho é muito importante antes de concluir que o home office não está dando certo. Afinal, a realização das atividades em casa é apenas uma das múltiplas possibilidades que a cultura do anywhere office oferece.

Ficou convencido de que o trabalho remoto é eficiente e quer proporcionar esses benefícios para os seus colaboradores? Se sim, você precisa conhecer o OfficePass, do BeerOrCoffee. Trata-se da assinatura de um pacote de créditos para diárias em mais de 1.000 escritórios, em mais de 160 cidades. Acesse o site e saiba mais!


Texto de Lucas Flores – Relações Públicas e mestre em Letras, Cultura e Regionalidade. Desde 2013, trabalha com produção de conteúdo para web.

Facebook Comments
O home office não está funcionando? Talvez você não esteja considerando os novos aprendizados do trabalho remoto

Guia do Home Office para gestores: Produtividade, efeitos no Brasil e futuro

O home office não está funcionando? Talvez você não esteja considerando os novos aprendizados do trabalho remoto

Mundo pós-pandemia: como ter agilidade na transição para o trabalho remoto

Newer post