Opinião: “O futuro do trabalho é remoto, flexível e distribuído”, diz Roberta Vasconcellos, CEO do BeerOrCoffee

Por Roberta Vasconcellos, CEO e co-fundadora do BeerOrCoffee

Com a pandemia, muitas pessoas passaram a executar as atividades em um território desconhecido: o home office. Uma das grandes surpresas para muitas empresas é que elas viram que o modelo funciona, que traz mais qualidade de vida para os colaboradores e redução de custos para as organizações.

Então, o que eu vejo é que o futuro do trabalho foi adiantado em cerca de 10 anos. Com isso, o trabalho remoto ganha mais vez e voz em um mercado que, mais do que nunca, flexibilidade, escolha e experiência se destacam. 

Neste texto vou destacar por que o futuro do trabalho é remoto, flexível e distribuído e será essencial para o sucesso de empresas e pessoas num mundo pós pandemia. Confira!

Home office x trabalho remoto

Antes de tudo, é preciso deixar as diferenças entre ambos os termos bem claras. Como você sabe, o home office nada mais é do que o trabalho em casa. O profissional pode criar um ambiente específico, com uma estrutura adaptada de escritório, ou utilizar o ambiente da sala ou quarto para trabalhar. O ideal é sempre que haja um espaço próprio para o trabalho.

O trabalho remoto, por sua vez, engloba as mais inúmeras possibilidades de as pessoas executarem suas atividades profissionais — incluindo o home office. Isso quer dizer que você pode trabalhar em casa, em um café, em uma biblioteca ou em um espaço de coworking. O importante é que a pessoa tenha liberdade para trabalhar no ambiente em que se sente mais à vontade. 

A escolha do local tem muito a ver com a necessidade da rotina da pessoa em determinado dia. Como disse, é um modelo que tem liberdade, mas nunca é demais lembrar que o trabalho remoto também traz muitas responsabilidades. 

Eu, particularmente, não acredito que o home office seja totalmente sustentável. Além da movimentação da casa, pode acontecer de o colaborador se sentir isolado. Como seres sociais que somos, precisamos que o senso de comunidade aconteça em nossas vidas. Assim, é ideal que estejamos em ambientes onde há trocas de ideias e conhecimentos.

Como será o “novo normal”

Com certeza você já ouviu falar por aí do “novo normal”, certo? Enquanto o mundo não descobre uma vacina para a cura da Covid-19, temos que nos adaptar a novos hábitos e comportamentos. Isso significa que estamos ressignificando a maneira de viver no trabalho e na forma de interagir com as pessoas. 

A máscara passou a ser um acessório obrigatório, o álcool em gel também entrou em nossas rotinas e ainda temos de nos atentar a outras questões, como o distanciamento social.

Desde o início da pandemia, como CEO do BeerOrCoffee, que é um plataforma de escritórios compartilhados (também conhecidos como coworkings), me deparei com o desafio de fazer algo a respeito. Dessa forma, me reuni com o nosso time e criamos um comitê de combate ao coronavírus. 

Em primeiro lugar, nos colocamos à disposição dos nossos clientes, parceiros e demais públicos para renegociar contratos e oferecer novas condições para garantir um cuidado especial com o momento delicado. Ao mesmo tempo, fizemos uma força-tarefa de cortes de custos e, assim, conseguimos manter todos os funcionários do BeerOrCoffee. Além disso, também fizemos uma outra ação que conto a seguir. 

Certificado Escritório Mais Seguro: BeerOrCoffee & Sercon

Em parceria com a Sercon, uma empresa mineira que é referência em Saúde e Segurança do Trabalho, o BeerOrCoffee criou o Certificado do Escritório Mais Seguro. Para receber o certificado, os escritórios — independentemente de fazer parte da nossa rede — aderem a boas práticas contra a transmissão da Covid-19 no ambiente de trabalho. 

Todas as recomendações foram feitas de acordo com as orientações dos principais órgãos de saúde do mundo, como a  Organização Mundial de Saúde, o The National Institute for Occupational Safety and Health e o The Centers for Disease Control and Prevention. Além disso, nos inspiramos nas ações de grandes marcas de real state, como WeWork, Cushman & Wakefield e Grupo Regus & Spaces Brasil. 

Atualmente, dezenas de espaços de trabalho já atenderam as boas práticas e, por isso, estão devidamente certificados pelo BeerOrCoffee e pela Sercon. Aos poucos, de acordo com as regras de volta ao escritório estabelecidas em cada cidade ou estado, os colaboradores retornarão aos espaços que já estão totalmente adaptados para essa nova realidade.  

Para ter a certificação, é bem simples. Basta acessar a página do Escritório Mais Seguro e baixar nosso guia. Nele, você terá todas as orientações para adaptar o seu espaço, se for seu caso, e nossa equipe dará todo suporte para que isso aconteça da melhor forma possível. Lembrando que a certificação é totalmente gratuita e sem fins lucrativos. 

O futuro é remoto, flexível e distribuído 

Como já disse no texto, os colaboradores, mais do que nunca, anseiam por flexibilidade. Eu acredito que, em alguns meses, nenhum CEO obrigará as pessoas a estarem em um determinado lugar — obviamente, exceto em algumas indústrias específicas que exigem a presença física do trabalhador. 

Aqui no Brasil, por exemplo, empresas como a XP Investimentos já anunciaram o trabalho remoto para os seus funcionários para sempre. No mundo, gigantes como o Facebook, a Netflix e o Twitter também não estão medindo esforços para que toda sua força de trabalho seja totalmente remota.

Uma vez que acredito que apenas o home office não é sustentável, aposto fortemente que o trabalho distribuído ganhará muito espaço no mercado de trabalho. Como o próprio nome já indica, o modelo é sinônimo de equipes e pessoas distribuídas em diversos ambientes.

Agora, não importa onde a pessoa esteja. O que vale são os resultados que os colaboradores entregarão. A própria experiência do home office, além de outras alternativas do trabalho remoto, já indicam que esse modelo permite que as pessoas trabalhem de forma mais produtiva, criativa e feliz — o propósito do BeerOrCoffee, inclusive, é permitir que empresas e pessoas trabalhem com mais liberdade e, consequentemente, felicidade. 

Mais possibilidades de escolhas e experiências

Esse modelo de trabalho misto, portanto, permite que as pessoas tenham a possibilidade de ter mais escolhas e experiências. Como mencionei, tanto faz onde o colaborador está — no BeerOrCoffee, por exemplo, temos pessoas em várias cidades do Brasil e outras do exterior, como em Lisboa, em Paris e em Budapeste. 

Mesmo antes da pandemia, o trânsito, por exemplo, já era um problema que afeta negativamente a vida de milhões de pessoas. Com o trabalho remoto e distribuído, as pessoas poderão escolher um escritório a 5 minutos de casa. Além desse problema resolvido, essa nova forma de trabalho também permite mais produtividade, mais conectividade, mais netwroking, mais resultados e mais equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

Você concorda? Pra você e sua empresa, qual é o melhor modelo de trabalho?

Facebook Comments
Opinião: “O futuro do trabalho é remoto, flexível e distribuído”, diz Roberta Vasconcellos, CEO do BeerOrCoffee

5 hábitos saudáveis ​​para adotar na sua rotina de trabalho remoto

Opinião: “O futuro do trabalho é remoto, flexível e distribuído”, diz Roberta Vasconcellos, CEO do BeerOrCoffee

Como ser uma empresa inteligente para aproveitar as oportunidades do novo contexto do mercado

Newer post