5 cases de sucesso de empresas que valorizam a saúde mental dos funcionários

A até pouco tempo atrás, uma empresa seria considerada ideal para trabalhar se oferecesse benefícios como vale-refeição, transporte e um bom plano de saúde, não é verdade? Isso, porque se acreditava que o principal era única e exclusivamente a saúde física, e não a saúde mental dos funcionários.

Hoje isso mudou. Estudos mostram que os distúrbios mentais e emocionais podem ser tão (ou mais) prejudiciais do que os males físicos. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 560 milhões de pessoas no mundo convivem com algum tipo de transtorno mental. Gerando à economia uma perda de produtividade em torno de US$ 1 trilhão ao ano.

São esses alguns dos motivos que fazem com que exista um número cada vez maior de empresas que valorizam a saúde mental dos funcionários e que investem em seu bem-estar de uma forma geral.

Mas, afinal, o que é saúde mental?

A saúde mental nada mais é do que manter a mente saudável. Longe de transtornos e sofrimentos psíquicos como depressão, ansiedade, síndrome do pânico e até mesmo o estresse.

Esses distúrbios podem ser causados por diversos fatores, como o excesso de estímulos gerado pela tecnologia atualmente. Esse constante bombardeamento de informações e cobranças de uma resposta rápida gera ansiedade e distúrbios de humor.

saúde mental dos funcionários

Além disso, a busca pela “felicidade plena e a perfeição” mostrada nas redes sociais e o sentimento de obrigação em cumprir metas e demonstrar força e produtividade, inclusive no trabalho, podem levar indivíduos propensos a estados profundos de depressão. Entre outros motivos.

Por que procurar empresas que valorizam a saúde mental dos funcionários?

Se colocar em uma posição de vulnerabilidade nem sempre é fácil, muito menos em um ambiente profissional. Aliás, essa foi uma das grandes barreiras a serem enfrentadas pelas empresas na busca pela saúde mental de seus funcionários. Portanto, estar em um ambiente em que se pode falar abertamente sobre seu problema sem medo de julgamentos ou punições já é um grande benefício.

Outra vantagem de se trabalhar em empresas que valorizam a saúde mental dos funcionários é ter acesso a tratamentos que de modo particular seriam inacessíveis financeiramente.

Como a empresa pode auxiliar na saúde mental dos funcionários?

As empresas têm percebido que não é preciso fazer muito para auxiliar seus funcionários na manutenção da saúde mental. Veja alguns exemplos de ações simples:

Criar um ambiente positivo

Geralmente passamos mais tempo no trabalho do que fora dele. Por esse motivo não adianta cuidarmos da saúde mental nos horários de folga se estivermos trabalhando em um ambiente totalmente tóxico. É preciso criar um ambiente amigável, incentivando o trabalho em equipe e evitando a competitividade.

Incentivar a atividade física

A atividade física manter o corpo e a mente saudável, reduzindo o estresse. Além disso, incentivar atividades coletivas afasta a exclusão e a depressão.

saúde mental dos funcionários

Foco na prevenção

Realizar ações para identificar possíveis problemas para que seja dado suporte e evitar maior estresse.

Confira, agora, alguns cases de sucesso de empresas que decidiram valorizar a saúde mental de seus funcionários.

1. Koin

Nessa fintech de meios de pagamento, a sugestão da realização de sessões de psicoterapia dentro do próprio escritório partiu dos funcionários, por meio de uma pesquisa interna. Desde então, dois terapeutas atendem aos interessados, duas vezes por semana na empresa, no horário de experiente. Sem que isso implique em desconto no banco de horas ou na folha de pagamento, já que as sessões são cobertas pelo convênio médico.

Além disso, a empresa ofereceu uma palestra sobre o tema a fim de desmistificar o assunto e explicar os benefícios da terapia, especialmente no nível de autoconhecimento e evolução pessoal. Todo o tratamento é confidencial e o RH não tem acesso a nenhuma informação.

2. Unilever

Empregando mais de 12 mil funcionários no Brasil, a Unilever foi uma das primeiras empresas a se preocupar com a qualidade de vida de seus colaboradores como um todo. A companhia tem como base a plataforma wellbeing, que engloba saúde mental, física, emocional e de propósito.

Para isso, a empresa oferece vantagens como horário flexível, possibilidade de trabalho remoto, plataforma digital com dicas e orientação, e acesso a academias. Os colaboradores contam também com o Bio Feedback, um programa para gerenciamento de transtornos de estresse e ansiedade. O tratamento inclui a identificação dos gatilhos geradores dos distúrbios e técnicas para combatê-los.

3. Netflix

O sistema de streeming mais utilizados nos momentos de lazer não poderia deixar de pensar na saúde mental de seus funcionários. E é justamente pensando no equilíbrio entre a vida profissional e pessoal de seus colaboradores que a empresa permite que eles decidam seus próprios horários, dias de trabalho, período e tempo de férias.

4. Nubank

Em uma startup em amplo crescimento como a Nubank, não é fácil administrar a saúde mental do grande número de funcionários. Mas foi justamente um momento de grande pressão que inspirou uma das cofundadoras, Cristina Junqueira, eleita uma das Mulheres Mais Poderosas do Brasil pela Forbes em 2019.

Hoje, a empresa oferece a seus funcionários e dependentes o NuCare, que inclui assistência psicológica, financeira e jurídica 24 horas, todos os dias. Além disso, conta com ambulatório apto para atender e tratar assuntos como depressão e ansiedade.

5. Barclays

A iniciativa desse grande banco britânico partiu do princípio de compartilhar para inspirar. Criando assim o “This is Me”, onde os funcionários são incentivados a contar suas histórias e registrar suas experiências e desafios de saúde mental. Quebrando, assim, os estigmas e paradigmas existentes em torno destes transtornos e auxiliando quem está passando pelas dificuldades.

Não podemos dizer ainda que os transtornos mentais não são mais totalmente um tabu, mas certamente estamos caminhando para isso, especialmente no âmbito profissional. Pois já não é mais tão difícil encontrar empresas que valorizem a saúde mental dos funcionários.

Aliás, muitas delas deixaram de se preocupar com esse aspecto apenas em seus colaboradores e passaram a contribuir também com a saúde mental de seus clientes. Um exemplo disso é a parceria que o BeerOrCoffee tem com a Holos, um portal de terapias holísticas, que permite oferecer aos seus membros a participação gratuita em turmas de meditação remota.

Se quiser se aprofundar ainda mais no assunto, não deixe de conferir este artigo com as 11 estatísticas que comprovam como a saúde mental impacta no trabalho.


Samantha Panzini é formada em Turismo e pós-graduada em Administração. Apaixona por Marketing Digital, ela atua como freelancer na área de Produção Conteúdo.

Facebook Comments
5 cases de sucesso de empresas que valorizam a saúde mental dos funcionários

Scaleups: como encontrar um novo escritório quando o negócio cresce

5 cases de sucesso de empresas que valorizam a saúde mental dos funcionários

Como o espaço de escritório temporário pode ajudar empresas a crescer e se destacar

Newer post