Flávio Ludgero: trabalho remoto é a liberdade de escolher onde você se sente mais feliz e produtivo

Na sexta palestra do evento Futuro do Trabalho na Prática, do BeerOrCoffee, dentro do Welcome Tomorrow, quem ganhou vez foi o tema “O futuro é remoto”, conduzido por Flávio Ludgero, da Officeless — um movimento que acredita em relações de trabalho baseadas em autonomia, propósito e confiança. Acompanhe tudo no texto a seguir!

A comunicação é essencial para o trabalho remoto

Flávio falou sobre a criação de empresas e destacou que a comunicação é essencial para o sucesso do trabalho remoto. Ao longo dos anos, ele atendeu outras organizações de forma totalmente remota, com times trabalhando de casa, do café ou de onde for. “Esse era o nosso escritório: nas nuvens”, disse.

Além disso, completou: “Percebemos que tínhamos que mudar a mentalidade de outras empresas. Afinal, são 11 anos de experiências em trabalho remoto. Assim, em 2017, a Officeless se estabeleceu como uma organização que ajuda outras companhias a se tornarem remotas”.

Atualmente, a organização ajuda grandes organizações como GymPass e Conta Azul a adotarem anywhere office. “Ajudamos empresas e ganhar consciência com o trabalho remoto”, destacou Flávio. “Apesar disso”, ele continuou, “ainda há muitas empresas que atuam na configuração antiga”.

“A arquitetura dos escritórios mudou poucas coisas. A maioria dos espaços ainda não foram ressignificados. As empresas precisam repensar as suas arquiteturas”, disse.

o futuro é remoto

O trabalho remoto é muito mais do que home office

O trabalho remoto, lembrou Flávio, é muito mais do que home office. “Trabalho remoto é a liberdade de escolher onde você se sente mais feliz e produtivo. É ter o escritório como opção e não obrigação”, destacou.

Além disso, ele disse que estar no escritório não quer dizer que as pessoas estejam sendo produtivas. “Foque em ser produtivo, em vez de focar em se manter ocupado”, lembrou ele. “Você não precisa reunir todos no mesmo local para fazer trabalhos colaborativos”, completou.

Nesse contexto, ele citou ferramentas tecnológicas como o Zoom, que ajudam a aproximar as pessoas, de maneira que elas realizem seus serviços de forma prática e eficaz. Apesar disso, eventualmente encontrar, ter olho no olho também é muito importante e saudável para empresas.

“Encontre com seus colegas e clientes remotos. Encontrar porque quer encontrar, não porque tem que encontrar”, finalizou. Demais, não é?! E você concorda que o futuro é remoto?

Facebook Comments
Flávio Ludgero: trabalho remoto é a liberdade de escolher onde você se sente mais feliz e produtivo

Luiz Buono e Alan Rochlin: como se tornar o CEO da Própria Vida

Flávio Ludgero: trabalho remoto é a liberdade de escolher onde você se sente mais feliz e produtivo

Lilian Saticunas: os humanos têm o papel de treinadores das máquinas e dizer o que elas têm que fazer

Newer post