O que é escritório compartilhado e quais são as suas vantagens?

Afinal, o que é escritório compartilhado? Essa é uma pergunta que muitos profissionais autônomos, freelancers e empreendedores fazem. Ou até mesmo empresários de médias e grandes companhias têm se indagado, nos últimos tempos, por se tratar de algo que caracteriza o futuro do trabalho.

Os também chamados espaços de coworking têm despertado a atenção dos trabalhadores remotos. Eles já somam 1194 espaços no Brasil, como mostra umareportagem do portal CanalTech. E na rede do BeerOrCoffee você tem acesso a mais de 800 dos melhores coworkings no país.

Neste post, você entenderá mais sobre o que é escritório compartilhado e quais são as suas vantagens. Siga conosco e veja como essa ideia pode ser interessante para impulsionar o seu negócio e gerar mais resultados para a sua carreira e seus negócios.

o que é escritório compartilhado

Entenda o que é escritório compartilhado e como essa ideia surgiu

A origem dos escritórios compartilhados ou coworkings está no Vale do Silício. Por volta do ano de 2005, um grupo de funcionários de startups buscava maneiras de compartilhar as enormes despesas de um escritório tradicional. São minimizados gastos como as contas de energia elétrica, de telefone, de internet, de água etc.

Para solucionar o problema, eles resolveram dividir o mesmo espaço e compartilhar as despesas comuns para todos. Desde a criação do primeiro coworking, esse mercado cresceu e evoluiu. Atualmente, é possível observar que até mesmo grandes empresas estão trocando as suas sedes tradicionais por espaços desse tipo.

Depois que compreendem o que é escritório compartilhado, muitos empresários veem nesse modelo uma opção interessante para obter mais lucro. Além disso, empreendedores conseguem tirar do papel as suas ideias com mais facilidade e freelancers e autônomos fogem do isolamento do home office.

No Brasil, espaços de escritórios compartilhados não faltam! Eles estão nos grandes centros urbanos como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre, assim como em cidades menores, no interior dos estados.

Veja algumas das vantagens dos escritórios compartilhados

O uso de escritórios compartilhados gera vantagens que vão além da diminuição de custos. Listamos algumas delas para que você compreenda como pode ser benéfico migrar para esses espaços. Confira!

Contratos de curto prazo

Quando uma empresa assina um contrato de arrendamento por um longo período de tempo, tem uma grande responsabilidade no balanço patrimonial. No Brasil, sabemos que o ato de empreender não é tão simples assim e que são muitas as variáveis envolvidas nisso, como a economia desestabilizada, altos impostos etc.

Por isso, fazer um contrato muito longo é pouco vantajoso para os pequenos empreendedores, principalmente quando não se tem um grande capital de giro. Nos escritórios compartilhados isso não é necessário.

Muitos desses espaços não fazem contratos de fidelidade ou que exigem que uma empresa ou profissional fiquem presos a eles. Além disso, existem planos de assinatura, que possibilitam o trabalho em diferentes coworkings e não sempre no mesmo espaço, sem que haja qualquer tipo de vínculo jurídico entre o contratante e o escritório.

Facilidade para encontrar novos talentos

Contratar funcionários qualificados e eficientes é um desafio para os gestores de recursos humanos de muitas companhias. Porém, quando uma empresa utiliza os escritórios compartilhados, tem mais chances de estar em contato com grandes talentos, das mais diversas áreas.

o que é escritório compartilhado

Isso se justifica porque os coworkings oferecem flexibilidade de horários e benefícios diversos. Há ambientes como salas privativas organizadas, espaços para eventos, áreas de convivência etc. Os grandes talentos de hoje em dia procuram por isso. Assim, eles estão nos escritórios compartilhados.

Além disso, o networking ocorre a todo instante nos coworkings! As pessoas trocam cartões de visita, comentam sobre os trabalhos que realizam etc. De tal modo, os grandes talentos podem estar logo ali, ao lado dos empresários que precisam contratar pessoas com os seus perfis.

Formar uma equipe competente, portanto, será muito mais fácil do que o velho modelo de recrutamento e seleção, onde se avaliam currículos, sem ter o conhecimento real da forma como um profissional conduz as suas atividades. Isso porque o empresário já terá convivido com o futuro colaborador ou parceiro profissional, antes mesmo de saber que necessitaria contratá-lo.

Promoção da diversidade

O pensamento limitado e uma visão dos fatos sob um único viés são vilões para o desenvolvimento de qualquer tipo de negócio. Isso é algo que definitivamente não acontece nos escritórios compartilhados, que contam com muita diversidade.

Nos coworkings é possível encontrar pessoas das mais diversas áreas do conhecimento e perfis. Desde empresários mais sérios, que pensam que o terno e a gravata são fundamentais para passar credibilidade, até outros profissionais mais descolados, que não veem problema em trabalhar de camiseta, jeans e tênis.

A vestimenta é apenas um exemplo dos múltiplos pontos de vista que podem ser trocadas em um escritório compartilhado. A diversidade de ideias é essencial para que se aprenda a ver as situações com outros olhares. Assim sabendo sempre manter o respeito com as diferenças, mesmo que não se concorde 100% com elas.

Para quem trabalha com pessoas, lidar com a diversidade é fundamental. E nos escritórios compartilhados isso é muito promovido. Tratam-se de lugares em que preconceito por raça, gênero, orientação sexual, ideologia política e modo de pensamento não têm vez.

Acesso ao conhecimento compartilhado

o que é escritório compartilhado

Muitos escritórios compartilhados, buscando estreitar os laços entre os seus frequentadores, promovem eventos em que o conhecimento pode ser compartilhado. Isso faz com que se criem espécies de mentores. São pessoas que se tornam referência na área em que atuam naquela comunidade.

Um contador, por exemplo, pode ser sempre lembrado quando alguém necessita de uma orientação contábil. Um advogado pode se tornar o mais requisitado quando um frequentador precisa uma orientação jurídica. O profissional de marketing é solicitado quando um colega de coworking quer encontrar meios inovadores para divulgar os seus serviços e por aí vai.

Entendido o que é escritório compartilhado e quais são as suas vantagens? Certamente os benefícios são bem interessantes e podem fazer com que você tenha boas experiências, concorda?

Se sim, continue se informando sobre o tema. Sugerimos a leitura do nosso artigo que mostra as principais diferenças entre coworkings e escritórios tradicionais. Dessa forma, você poderá ter uma visão ainda mais ampla sobre esse universo.

No vídeo abaixo você entende um pouco mais sobre como uma grande empresa pode atuar nos escritórios compartilhados, como foi o caso do banco Inter:


Texto de Lucas Flores – Relações Públicas e mestre em Letras, Cultura e Regionalidade. Desde 2013, trabalha com produção de conteúdo para web. 

Facebook Comments
O que é escritório compartilhado e quais são as suas vantagens?

5 dicas imperdíveis para organizar sua viagem a trabalho

O que é escritório compartilhado e quais são as suas vantagens?

8 maneiras de quebrar as barreiras da cultura do espaço tradicional de trabalho

Newer post