Como os líderes podem abraçar o futuro nos escritórios compartilhados

Apesar de ainda utilizar-se muito a expressão “futuro do trabalho“, sabe-se que muitas das previsões sobre o assunto já se tornaram realidade. Quem não se adaptar está fadado a passar muito mais dificuldades do que aqueles que abraçarem as mudanças. A partir desse contexto, pode-se dizer que fica muito mais fácil abraçar o futuro nos escritórios compartilhados.

Mais do que isso, é necessário que as empresas e os profissionais estejam prontos para passar por esse processo de muitas transformações. E isso pode ser muito mais fácil e divertido do que você imagina. Neste texto, mostramos como os líderes exercem um grande papel nessa mudança e a melhor forma de lidar com elas. Acompanhe!

Definindo a cultura empresarial

A cultura empresarial é o que podemos chamar de personalidade da empresa. São os propósitos, valores e atitudes priorizados pela organização. Esses aspectos devem estar presentes em todos âmbitos — do estagiário ao CEO. Estar com a cultura alinhada significa dizer que existe transparência e entendimento entre os colaboradores e o core business da empresa.

Você quer uma cultura colaborativa? Você precisa de mais transparência? Como seus novos membros da equipe de trabalho flexível irão interagir e crescer dentro dessa cultura?

Os líderes têm a missão de acreditar nessa cultura e também passá-la de forma orgânica e natural para os seu time. Assim, todos terão de fato um fit cultural com a empresa. Não basta apenas falar “da boca para fora”. É como diz a escritora Paula Gomes Quintão:

Ao colocar alma no negócio, retirar tudo que é puro marketing e substituir por sentimentos honestos, um campo se abre e esse negócio se torna extensão de você mesmo. É mágico. E pode ser assim. E pode ser lindo.

Paula Gomes Quintão

Abraçando a diversidade

Construir e trabalhar em equipes fluidas significa interagir mais frequentemente com grupos de pessoas mais diversificados, representando diversas culturas, geografias e formas de trabalhar e pensar. Dentro dos coworkings, então, a diversidade é ainda maior, já que pessoas de várias empresas e áreas de atuação circulam pelo local.

A partir desse entendimento, o gestor tem a responsabilidade de garantir que todos em sua equipe consigam navegar nessas diferenças e estejam abraçando essas diferenças coletivas para chegar a novos insights. Colaboração e influência são habilidades cruciais para fazer isso e precisam ser modeladas por líderes de equipe em todos níveis da organização.

futuro nos escritórios

O desafio é focar nos funcionários, da mesma forma que uma empresa se concentra nos clientes, a fim de criar uma cultura empresarial que realmente se concentra na experiência do colaborador. No futuro do trabalho — que já o presente — , a experiência dos stakeholders como um todo será crucial para o sucesso de uma companhia.

Conhecendo suas prioridades e recursos disponíveis

Por mais que tentemos nos organizar ao máximo, há momentos em que a quantidade de tarefas a serem feitas excede a capacidade produtiva da equipe. Por isso, é essencial saber definir as prioridades daquilo que deve ser feito. Além disso, é importante saber comunicá-las para o time. Dessa forma, todos estarão alinhados e o trabalho fluirá muito melhor. No trabalho remoto, essa comunicação merece uma atenção ainda mais especial.

Saber priorizar significa entender o que precisa ser feito com mais urgência e o que pode ser deixado para um momento futuro. Claro que o ideal é conseguir reunir uma equipe com capacidade para atender a todas demandas, mas imprevistos acontecem e é preciso estar preparado.

Isso significa pensar além de sua função, indo além das áreas específicas e compreendendo o ecossistema como um todo. Também exige que você possa funcionar e influenciar esse ecossistema para obter os recursos necessários. Quando um setor precisa de um orçamento maior, precisa-se entender em quais outros setores a economia pode ser feita.

Migrar para escritórios compartilhados, por exemplo, representa um grande corte de gastos para uma empresa. Assim, sobra mais dinheiro para investir em tecnologia, contratação e marketing.

Horizontalizando a tomada de decisões

Há algum tempo a tomada de decisões era feita totalmente de forma vertical. Os funcionários obedeciam seus gestores, que respondiam aos diretores, que por sua vez seguiam as ordens dos COOs e do CEO. Atualmente, a forma mais produtiva de gerenciar as decisões é a horizontal.

No lugar de apenas seguirem ordens, os colaboradores expõem seus argumentos e podem contribuir muito para a otimização de processos. Por estarem mais presentes no dia a dia dessas operações, eles têm uma perspectiva mais apurada sobre o que está acontecendo e o que pode ser feito. Ter essa conversa entre a equipe, os gestores e os grandes executivos pode ser muito proveitoso para o negócio.

Além disso, incluir profissionais internos nas tomadas de decisão, mas que não sejam exatamente do setor em questão, também ajuda a trazer uma nova perspectiva. Isso pode fazer com que os objetivos seja alcançados com mais eficiência e rapidez.

futuro nos escritórios

Facilitando e otimizando as formas de trabalho

Perder tempo com deslocamento no trânsito é coisa do passado. Apesar de essa ainda ser a realidade de muitas pessoas que moram nos grandes centros urbanos, a maioria dos profissionais busca fugir dela. Seja procurando meios alternativos de locomoção, como a bicicleta, ou trabalhando próximos onde moram.

Optar por migrar uma equipe (ou parte dela) para escritórios compartilhados é uma decisão que cabe a um líder preparado para abraçar o futuro nos escritórios. Assim, a localização estratégica de acordo com cada equipe fará com que tudo seja resolvido de forma mais rápida e descomplicada.

Estar antenado nas novas tecnologias e opções de software de automação também é essencial, já que diversos processos podem ser agilizados quando utiliza-se as ferramentas corretas. Dessa forma, sobra tempo para a sua equipe se concentrar naquilo que realmente precisa de atenção.

Conhecendo os ambientes de coworking

Pode-se perceber que abraçar o futuro do trabalho nos escritórios tem tudo a ver com compartilhamento e colaboração. Por isso, os escritórios compartilhados se encaixam perfeitamente nessa perspectiva. Com eles é possível trabalhar de forma mais horizontal, descontraída e confortável.

Se você ainda não conhece os ambientes de coworking, aproveite o Coworking Week para ter acesso a todos os espaços da rede BeerOrCoffee de forma gratuita. Convide sua equipe e amigos para participar também. Confira todas informações, faça sua reserva e comece a viver o futuro nos escritórios compartilhados.

futuro nos escritórios
Facebook Comments
Como os líderes podem abraçar o futuro nos escritórios compartilhados

Recrutamento a distância: como selecionar os melhores profissionais remotos

Como os líderes podem abraçar o futuro nos escritórios compartilhados

Escritórios privativos nos coworkings: como operá-los em alta performance

Newer post