Por que o coworking é perfeito para criar uma comunidade forte?

Como seres sociais é natural que desejemos nos conectar com aqueles que estão à nossa volta. Mas isso nem sempre é uma tarefa fácil. Criar uma comunidade forte, de pessoas com pensamentos e interesses similares, é um grande objetivo e desafio ao mesmo tempo.

Contudo, algumas ferramentas chegaram para auxiliar nesse processo. Seja com o intuito de fazer amigos ou de encontrar novas conexões profissionais, a tecnologia está aí para ajudar também nos relacionamentos. Além disso, as novas formas de trabalho contribuem para que essas relações aconteçam.

Você quer saber como os escritórios compartilhados podem ajudar você e a sua equipe a se tornarem mais unidos? Neste texto, você vai encontrar argumentos poderosos que levarão seu negócio para o próximo nível.

Convívio com times diversos

Tradicionalmente, criar uma comunidade só era possível de acordo com a localização geográfica. Convivia-se no mesmo bairro, em espaços da região (como templos, igrejas, centros recreativos), onde as pessoas se reuniam. Interesses e valores comuns, laços sociais e profissão, por exemplo, foram fatores em torno dos quais as comunidades se formaram e coexistiram.

Agora, pessoas em todo o mundo estão reconstruindo um senso de comunidade, tentando restabelecer o otimismo coletivo em suas vidas. As lutas diárias, o estresse e o caos da vida moderna tornam as comunidades uma fonte de apoio para os indivíduos.

Passamos a maior parte do nosso dia em um escritório tradicionais, entre colegas de trabalho. Por isso, as comunidades em empreendimentos comerciais tornaram-se significativas e um ponto de contato primário para interações psicossociais.

Nos espaços de coworking, você tem a oportunidade não só de conviver com as pessoas do seu departamento, mas também de diversos times. Se antes um profissional de vendas só conversava com outros vendedores, em um escritório compartilhado ele tem contato com marketing, RH, tecnologia e muito mais.

comunidade forte

Conexões além do ambiente interno da empresa

Em todos os negócios e empreendimentos o networking é primordial. Ter novas relações interpessoais no ambiente profissional abre portas para oportunidades de parcerias, compra e venda. Além disso, o “boca a boca” ainda é uma das melhores formas de propaganda para sua empresa.

Por isso, conversar com outros profissionais, empreendedores e empresas em um ambiente de coworking é uma excelente forma de criar uma comunidade forte.

A capacidade de trabalhar e compartilhar experiências com pessoas com a mesma mentalidade e ideais compatíveis ajuda a formar um espectro social-profissional saudável que gera criatividade.

Além disso, conectar empresas e indivíduos em diferentes hierarquias, grupos demográficos, indústrias e conjuntos de habilidades é fundamental. Isso trará a construção de uma comunidade forte no espaço de trabalho e o crescimento sustentável dos negócios.

Relações de âmbitos pessoal e profissional

O aprendizado mútuo e o convívio social também são incentivados pelos espaços de trabalho compartilhados. Isso acontece por meio das redes sociais, mas também com eventos no local. Eles têm como objetivo solidificar o vínculo entre não apenas diferentes colegas e indivíduos, mas também entre empresas e seus funcionários.

Os espaços de coworking oferecem diversas ferramentas para formar relacionamentos sociais além dos objetivos de negócios. Nesses escritórios acontecem palestras, celebrações de datas especiais, happy hours diários e muito mais.

Você pode convidar alguém para tomar uma xícara de café ou uma caneca de chopp servido direto da torneira. Assim, é possível compartilhar histórias e criar laços de amizade. Esses laços se mantêm dentro e fora do trabalho, o que gera um vínculo ainda maior.

comunidade forte

Sensação de pertencimento

Muitas empresas possuem uma sede fixa e outras várias regionais. Em alguns casos, os colaboradores estão espalhados por diversos países, estados e cidades. Nem sempre há um escritório fixo para que esses profissionais se instalem, e isso gera certo desconforto.

Isso porque ao trabalharem sozinhos, na maioria das vezes em casa, esses profissionais se sentem “excluídos”. Essa sensação faz com que o funcionário não se sinta parte da empresa, portanto enfraquecendo o que poderia ser uma comunidade forte.

Entretanto, ao transferir as equipes menores para salas privativas em coworkings resolve-se esse problema. Os colaboradores de uma mesma regional podem trabalhar juntos no dia-a-dia. Isso faz com que eles se sintam verdadeiramente uma equipe dentro de uma organização maior.

Colaboração entre empresas

Em termos de percepção e funcionalidade, o coworking é sinônimo de colaboração. Existe um alto grau de aprendizado mútuo entre empresas e indivíduos em um espaço de trabalho compartilhado.

As startups ganham com o aprendizado das pequenas e médias empresas (PMEs), e as PMEs aprendem com a experiência de grandes empresas. As grandes, por sua vez, se beneficiam do efeito cascata da cultura inovadora de startups.

De acordo com um relatório, 84% das pessoas que trabalham em um espaço de coworking são mais engajadas e motivadas do que os escritórios tradicionais.

Novas oportunidades de negócios

A colaboração, no entanto, não se limita a aprender um com o outro. As empresas geralmente encontram necessidades corporativas mútuas e podem colaborar em um nível de negócios para melhorar seu escopo de trabalho também.

A existência de um ambiente de negócios altamente favorável é fundamental para o sucesso dos espaços de coworking. Ele abre as portas para um mundo de infinitas possibilidades, liderado por alianças de negócios e troca de ideias por meio de inovações e associações business to business (B2B).

comunidade forte

De acordo com um estudo, mais de 83% das empresas admitem ter benefícios comerciais tangíveis depois de se mudar para espaços de trabalho compartilhados.

Com isso conseguimos perceber que os escritórios de coworking são realmente ideais para criar uma comunidade forte. As interações entre funcionários, colegas de trabalho, gestores e profissionais de outras empresas geram muitos frutos.

Esses frutos podem vir de diversas formas. A empresa ganha retorno financeiro, por ter novas oportunidades de negócio. Além disso, a equipe fica mais unida e trabalha melhor. Da mesma forma, os colaboradores ganham um sentimento de pertencimento e colaboração. Como cereja do bolo, são feitas amizades e novas conexões interpessoais.

Agora que você já sabe que os escritórios compartilhados ajudam a criar uma comunidade, que tal entender um pouco mais sobre como eles funcionam? No nosso e-book explicamos tudo que você precisa saber sobre os coworkings.


Mariana Mendes é jornalista do BeerOrCoffee e apaixonada por marketing.

Facebook Comments
Por que o coworking é perfeito para criar uma comunidade forte?

Quais os benefícios de empreender em um coworking?

Por que o coworking é perfeito para criar uma comunidade forte?

Os 4 espaços de coworking mais inusitados do mundo

Newer post