O significado de coworking e minha experiência nos espaços compartilhados

Muitas pessoas ainda têm como visão do significado de coworking como aquele local próprio para hospedar e desenvolver startups. Porém, o conceito desse tipo de ambiente vem realmente mudando com o tempo e agregando novas características.

Atualmente, os coworkings são espaços que recebem empresas de todos portes e que incluem as grandes organizações. Isso, no entanto, não quer dizer que eles perderam sua essência inicial. Os espaços continuam como ambientes que vão além de um ambiente voltado apenas para o trabalho.

Aliás, se os coworkings tivessem se desviado de seu objetivo principal eu nem estaria escrevendo este artigo. Para explicar melhor, vamos primeiro entender o real significado de coworking. Continue comigo!

O significado de coworking

Na realidade, não existe um significado de coworking literal. Porém, ela tem como definição o compartilhamento de espaços e recursos voltados ao trabalho. As atividades são feitas por profissionais e não necessariamente são mesma empresa ou atividade.

Essa é exatamente a descrição de um dos primeiros coworkings criados, localizado em São Francisco, nos EUA. O Hat Factory nada mais era do que um apartamento que abria suas portas para profissionais freelancers. No caso, de tecnologia, afinal estavam em pleno Vale do Silício. O foco era que as pessoas tivessem um lugar legal para trabalhar e trocar ideias.

Hoje em dia, o significado de coworking evoluiu bastante e pode ser uma gama muito maior de serviços e modelos de espaços diferentes dos originais, como as salas privativas para as empresas que desejam participar deste ecossistema de troca de experiências e oportunidades, mas mantendo um lugar mais reservado de trabalho.

Ao mesmo tempo, profissionais como os freelancers não foram esquecidos e também podem contar com uma infinidade de coworkings, com suas estações de trabalho rotativas, em todas as partes do mundo. Mas será que vale a pena para um profissional liberal utilizar um espaço de trabalho compartilhado? Eu afirmo que sim e vou te contar os motivos.

Abandonando o home office

Como o próprio nome já diz, o trabalho freelancer é bastante associado à liberdade, não é verdade? Não somente com relação aos vínculos profissionais, mas também pelo fato de podermos estar em constante movimento e trabalhar em vários lugares diferentes. Não posso negar que essa é uma das características mais legais dessa forma de trabalho, mas muita liberdade exige uma grande dose de responsabilidade.

A vida toda trabalhei formalmente, com carteira assinada e dentro de um escritório. Mas, quando comecei a produzir conteúdo como freelancer, o que mais gostei foi o fato de poder trabalhar em casa. Não precisar pegar trânsito ou metrô lotado, ou seja, é uma maravilha!

Mas a autodisciplina precisa ser resistente! Dentro de casa as distrações são incontáveis. É a TV, a cama quentinha, a geladeira e o seu gato fofinho querendo brincar. Além disso, sem falar no sofá confortável, aquele serviço de streaming e muitas outras coisas.

Fora que, inevitavelmente, com o tempo você começa a sentir um pouco de solidão. Ou seja, acaba acontecendo um certo isolamento e uma vontade grande de interagir e ver gente.

Foi quando cheguei nesse momento que descobri que graças aos coworkings eu posso ter o melhor dos dois mundos! Quando a preguiça bate fico em casa, nos outros dias saio para aproveitar tudo de bom que os espaços compartilhados de trabalho têm a me oferecer.

Significado de coworking na prática

Você pode estar pensando que minha vida de freelancer antes dos coworking não era tão ruim e realmente não era. Mas começar a frequentá-los ajudou a melhorar ainda mais alguns aspectos da minha vida profissional e até socialmente. Posso citar alguns exemplos.

Foco

Para mim, é muito mais fácil manter o foco em um ambiente totalmente voltado ao trabalho. É claro que existem diversos tipos de coworkings e é preciso escolher qual o mais adequado para o seu nível de foco. Por exemplo, alguns oferecem em seus espaços de descompressão mesas de sinuca ou ping-pong, já outros são mais tranquilos, como o Baobá Work Coworking.

Produtividade

Quem é freelancer tem que controlar muito bem seus prazos e para atendê-los é necessário manter a produtividade em um nível elevado. Quem trabalha em casa sabe que as distrações atrapalham bastante e, sem dúvida, os dias em que estou em um coworking acabam sendo mais produtivos.

Networking

Acredite, os coworkings são mesmo lugares excelentes para networking. Você encontra profissionais das mais diversas áreas e quase todos eles abertos a fazer conexões e parcerias. Inclusive, a maioria dos espaços incentiva e proporciona essa atividade, como o Serotonina Lab Coworking.

Além disso, essa é a melhor maneira de acabar com a solidão do home office e adquirir conhecimento nas mais diversas áreas!

Criatividade e Inovação

Ao contrário dos antigos escritórios tradicionais, os novos espaços de trabalho buscam proporcionar ambientes que estimulem a criatividade dos profissionais. Para mim isso funciona muito bem. As decorações modernas e a atmosfera de inovação sempre me inspiram. Um ótimo exemplo disso é o Spaces Vila Madalena.

Motivação

Procrastinação é a palavra mais recorrente quando falamos sobre home office e a causa principal é a falta de motivação. O que é mais difícil acontecer quando se está em um ambiente profissional, especialmente nos coworkings, em que se percebe que as pessoas trabalham com muito mais leveza e incentivo.

Infraestrutura

Sim, eu tenho uma mesa e uma cadeira de escritório, mas é melhor eu nem citar quantas vezes trabalhei lá e quantas usei o sofá ou a mesa de jantar. Não tem jeito, são as distrações e talvez meu home office não seja tão aconchegante.

Já os coworking oferecem a melhor infraestrutura possível para o trabalho, com cadeiras confortáveis, internet de alta velocidade, serviços de impressão, muitos com áreas de descompressão para descanso, ar-condicionado e todos os que visitei até hoje têm um item que eu considero muito importante: café à vontade! Tudo isso por uma única taxa mensal.

Conclusão do significado de coworking

O significado de coworking, portanto, representa muitos benefícios que foram trazidos para a minha vida pessoal e profissional. Como eu sou freelancer e gosto de trabalhar em vários lugares diferentes não iria querer me prender a apenas um coworking, certo? Dessa forma, achei genial a ideia do BeerOrCoffee, pois posso estar cada dia em um espaço diferente, tendo experiências incríveis e conhecendo muita gente!

Além de tudo isso, optar por utilizar um coworking é uma grande vantagem financeira e especialmente para quem pensa em abandonar o espaço tradicional de trabalho. Sendo assim, utilize a Calculadora de Escritório BeerOrCoffe e faça a comparação de custos!


Samantha Panzini é formada em Turismo e pós-graduada em Administração. Ela atua como freelancer na área de Marketing Digital e Produção Conteúdo. 

Facebook Comments
O significado de coworking e minha experiência nos espaços compartilhados

Trabalho remoto: 8 dicas essenciais para quem quer ter sucesso na carreira

O significado de coworking e minha experiência nos espaços compartilhados

Escritório compartilhado: 10 razões para sua empresa migrar

Newer post