Coworkings segmentados: uma tendência nos espaços de trabalho compartilhados

Esqueça aquela imagem de que os coworkings são estruturados exclusivamente para profissionais ligados à área da tecnologia ou pessoas que trabalham todo o tempo sentadas em frente a um notebook.

Isso porque muitos empreendedores começaram a perceber que a maioria dos espaços tradicionais não atendem as necessidades de alguns segmentos de negócios. Além disso, poderiam agregar serviços mais direcionados.

Neste artigo, falarei sobre o que os coworkings segmentados têm de diferente e apresentarei alguns destes espaços que você pode encontrar na plataforma do BeerOrCoffee. Confira!

O que são os coworkings segmentados?

Os coworkings segmentados, também conhecidos como temáticos, oferecem aos clientes todos os ambientes, recursos e ferramentas necessárias de uma profissão específica. Geralmente são fundados por um profissional do setor escolhido, que conhece profundamente as necessidades dos clientes. Assim, ele consegue garantir uma maior abrangência de serviços úteis.

Neste momento você pode estar questionando se este modelo não vai de encontro a uma das principais qualidades desses ambientes, que é a possibilidade de network com diversos profissionais de outras áreas. A resposta é: não necessariamente.

O objetivo é justamente proporcionar uma troca mais produtiva. Além de gerar oportunidades para os especialistas dessas ocupações com características próprias. Dessa forma, arquitetura e moda ou outras profissões que necessitam de determinados espaços e artefatos. Além disso, esses coworkings não são proibidos para outros profissionais.

Um web designer, por exemplo, pode fazer contatos interessantes em um nicho diferente do seu.

No Brasil, apesar de existirem, ainda são poucos os espaços totalmente voltados a um único nicho, mas muitos coworkings já abraçaram essa ideia. Veja alguns exemplos logo abaixo!

Coworking com estúdio fotográfico

Não há dúvidas de que a fotografia digital facilitou bastante a vida dos profissionais freelancers dessa área. Não há mais a necessidade de ter em casa aquela sala escura para fazer a revelação das fotos. Agora, basta ter um computador com um bom processador e editor de fotos.

Porém, dependendo do tipo de trabalho a ser realizado, ter um estúdio bem equipado cheio de acessórios à disposição pode ser fundamental. E foi pensando nisso que surgiu o Studio Coworking em São Paulo, voltado para fotógrafos, cineastas editores de vídeo e outros profissionais do ramo. Ele oferece todos os recursos — físicos e tecnológicos, além dos espaços tradicionais como salas de reunião e privativas.

Coworking para profissionais de moda

O LAB Fashion Coworking, mais um coworking em SP, foi um dos pioneiros na segmentação do espaço compartilhado de trabalho. O local é focado na produção de moda sustentável. Também é ideal para reunir todos os aparatos e apoio indispensáveis para quem está ingressando no ramo. Um ateliê, máquinas de costura, provadores, manequins, estúdio fotográfico são alguns exemplos das muitas especificidades do LAB Fashion.

Coworkings com aceleradoras e incubadoras

Nada como estar no lugar certo, na hora certa, não é verdade? Se você tiver uma empresa necessitando de um empurrãozinho esse lugar pode ser um coworking que esteja conectado a aceleradoras e/ou incubadoras. Então, dê uma olhadinha em algumas das opções na plataforma BeerOrCoffee:

  • Rede Impact Hub: com unidades em Belo Horizonte/MG, Curitiba/PR, Florianópolis/SC, Palhoça/SC e Manaus/AM oferece todos os serviços de um coworking tradicional — mesa fixa, posição rotativa, salas privativas e de reunião, wi-fi, etc. — e serviços como o Hub Conexões, um programa com mentorias particulares e coletivas, trilhas de conteúdo e muito mais.
  • Raja Valley Coworking: instalado em Belo Horizonte/MG, o Raja Valley também conta com todas as ferramentas para o trabalho do dia a dia. Além disso, ele ainda disponibiliza planos específicos para statups, empresas âncora e parceiros.
  • Oasis Lab Distrito Coworking: o Oasis Lab Distrito é referência nos quesitos inovação, fomentação do desenvolvimento e da criação de soluções para o varejo e na conexão e aceleração de startups. Trata-se de um ambiente colaborativo, totalmente preparado para apoiar ideias e empresas. Conta, inclusive, com um laboratório para teste de tecnologias.

Coworkings para profissionais de gastronomia

Ainda é um pouco difícil encontrar no Brasil um espaço compartilhado de trabalho exclusivo para os profissionais de gastronomia. Contudo, a fim de atender a essa necessidade, alguns coworkings já oferecem serviços interessantes.

Dois bons exemplos são o Okay Coworking em Belo Horizonte/MG e o Go On Office Coworking em Campinas/SP. Ambos contam com uma bela cozinha gourmet, muito bem equipada, em que é possível ministrar cursos, realizar workshops ou, para os blogueiros do momento, até gravar vídeos para o seu canal.

Coworkings com espaço para terapias

Neste caso, o objetivo nem é tanto a reunião de um determinado nicho profissional, mas sim, oferecer um espaço ideal para a prática de atividades específicas. Neste segmento podemos apontar o Soul Coworking, localizado na cidade de Curitiba/PR.

Nesse espaço com muita área verde, que além de oferecer cursos e workshops para quem busca o autoconhecimento. O espaço também é um lugar tranquilo para trabalhar, exercer a prática de terapias — de corpo e alma — e ministrar atividades como a Yoga.

Coworking para desenvolvedores e e-commerce

O Developer E-Commerce HUB Coworking de São Paulo, reúne dois polos de segmentação em um só lugar: para profissionais de e-commerce e para developers. Em um prédio de quatro andares, o lugar conta uma série de serviços direcionados a ambos os nichos.

Facilitando, assim, o network e promovendo cursos e atividades para os profissionais da área.

Devo escolher o coworking segmentado ou tradicional?

A escolha do melhor coworking para você ou sua empresa dependerá, claro, de sua profissão e objetivo. O espaço compartilhado de trabalho tradicional possibilitará o contato com os mais diversos profissionais. Portanto, se você precisa adquirir conhecimentos e serviços muito diferentes aos seus, essa pode ser a melhor escolha.

Agora, se o que você deseja se tornar referência no mercado ou realizar parcerias com profissionais, vale a pena conhecer os coworkings segmentados. A boa notícia é que, seja qual for seu caminho o leque de opções é imenso em quase todas as regiões do país.

Portanto, não deixe de consultar as soluções corporativas do BeerOrCoffe. Assim, você desfrutará de todas as vantagens que o ambiente dos coworkings — segmentados ou não — tem a oferecer.


Samantha Panzini é formada em Turismo e pós-graduada em Administração. Ela atua como freelancer na área de Marketing Digital e Produção Conteúdo.

Facebook Comments
Coworkings segmentados: uma tendência nos espaços de trabalho compartilhados

Minha experiência no Urbano, um charmoso e moderno coworking em BH

Coworkings segmentados: uma tendência nos espaços de trabalho compartilhados

Como trabalhar de qualquer lugar: 10 melhores opções

Newer post