O que são as empresas escaláveis?

empresas escaláveis

Você já ouviu o termo “empresas escaláveis”? Muitos cometem o erro de associar esta escalabilidade única e exclusivamente ao crescimento da empresa em si. Sem dúvidas tem relação com crescimento dos negócios. Mas também é preciso avaliar se para esse crescimento será necessário um aumento de capital e/ou pessoal na mesma proporção.

Ainda ficou em dúvida? Então vamos falar sobre isso!

O termo vem do conceito de produção em escala. Ou seja, estamos falando de algo que será reproduzido repetidamente em grande quantidade com grande ganho de produtividade. No caso pode ser uma produção em massa de produto ou serviço. Desta forma, a produção aumenta em função do investimento em pessoal e infraestrutura, não se trata de um negócio escalável. Entendido?

Quer dizer que ser escalável não é dobrar de tamanho?

Basicamente sim. Ter um negócio escalável está sim ligado a geração de empregos, renda e impacto. Da mesma forma, significa também reproduzir em grandes quantidades, repetidamente, aquilo que proporciona ganho de escala e produtividade sem estar atrelado aos recursos (dinheiro e/ou mão de obra) na mesma proporção.

Um exemplo objetivo trazido em um artigo da revista Exame são os bares e restaurantes. Na prática não são empresas escaláveis, afinal seu crescimento está diretamente ligado ao aumento de funcionários, estrutura física, etc. Entretanto, se o empreendedor resolve abrir franquias de seu negócio o “franqueador poderá multiplicar o atendimento a clientes e consequentemente suas vendas sem ter que aumentar significativamente a sua infraestrutura, pois esta fica sob responsabilidade dos franqueados”.

Leia mais sobre: Como fazer sua empresa ser maior que você

empresas escaláveis

Como manter as empresas escaláveis ou transformar uma ideia em escalável?

Ao pensar no futuro do seu negócio se faça esta pergunta: meu negócio tem potencial para ser pouco escalável ou escalável? A principal variável que determina a capacidade de escala é a quantidade de horas que os funcionários se dedicam na execução das etapas de venda, produção e entrega do produto ou serviço.

Se você já tem um negócio que não é escalável, sem desespero, é possível  fazer adaptações para conseguir escala, padronizando e buscando um modelo replicável. Para isto você precisa se concentrar em alguns pontos, como:

Analise profundamente o seu negócio: entenda seus indicadores, o custo de aquisição de clientes e o custo de produção. Avalie a situação de mercado que atua, assim como a capacidade de investimentos para modificar a estrutura.

Automatizar para escalar: tecnologia é o nome do sucesso. Use os recursos tecnológicos a favor da sua empresa e automatize funções, tanto quanto possível.

Capacidade de expansão para novos mercados:trata-se da capacidade de o negócio ser reproduzido em outros ambientes mantendo a mesma capacidade de desenvolvimento. Isso envolve não só o potencial para gerar resultados, mas também a estrutura para treinar equipes e gerenciar unidades.

Foco nas vendas: otimizar as vendas, torná-las aplicáveis e automatizadas são estratégias indispensáveis para  quem foca na escalabilidade. Porém, não se pode implementar estas técnicas sem considerar o funil de vendas. Afinal, os clientes precisam continuar com a mesma qualidade sem que a empresa sofra com a produtividade.

empresas escaláveis

E minha equipe, como e onde trabalhar?

Quer uma ideia mais escalável que aquelas onde os funcionários podem atuar de qualquer lugar do mundo? Sim, estamos falando da flexibilidade de ter pessoas conectadas sem a necessidade da presença física. Esta também é uma das ideias que precisam ser pensadas e viabilizadas na hora de projetar a escalabilidade dos negócios.

Os coworkings, por exemplo, recebe frequentemente empreendedores de todas as áreas, interessados em um ambiente para trabalhar, ampliar networking e abrir a mente para novas possibilidades. Alocar equipes em coworkings é criar possibilidades e oportunidades, tanto para o profissional que estará em contato com uma importante janela do mercado, quanto para a empresa, que se beneficiará desta troca de conhecimentos.

Ah, e claro, sua equipe sendo livre para trabalhar de onde se sente melhor, tem sua criatividade aflorada, principalmente se for bem acompanhada e incentivada pelas lideranças.

E aí, confuso de por onde começar?

Temos mais uma dica: se jogue no planejamento. Estude, leia, analise suas ideias, olhe para dentro da sua empresa e identifique as oportunidades. Cada negócio tem suas particularidades. Ou seja, só quem está completamente imerso no assunto conseguirá detectar o potencial de empresas escaláveis.

Bora começar?

Facebook Comments
O que são as empresas escaláveis?

Como um coworking em BH se tornou a minha segunda casa

O que são as empresas escaláveis?

Como é trabalhar no Fabulário, em Belo Horizonte

Newer post

Post a comment

[instagram-feed showheader=true widthunit=273 heightunit=273 imagepadding=0 showfollow=true showbutton=false]