Os principais motivos para mudar sua empresa para um coworking

coworking

Para falar dos trabalhos dentro dos coworkings sem cair nas mesmices, é preciso olhar para a essência do negócio. Depois, fazer um comparativo com tudo que já foi vivido e visto no mercado de trabalho brasileiro. Podemos dizer que ainda temos uma cultura bem tradicionalista. Principalmente no que diz respeito ao modelo de trabalho desempenhado por grande parte da população. Mas isto está mudando, e o coworking são parte desta mudança.

Coworking e o nosso cenário

Olhando para a essência do coworking é preciso ressaltar as condições em que ele surgiu. Afinal foi em meio a uma solução trazida pelo o americano Bred Neuberg. Ele tinha por objetivo criar um ambiente colaborativo, onde profissionais de todas as áreas e dos mais variados estilos pudessem compartilhar do mesmo espaço. Além disso, também ter à disposição a estrutura necessária para desenvolver um excelente trabalho. Paralelo a isto, como já dito, ainda vivemos num país onde ir para o trabalho, cumprir uma jornada de 8 horas – as vezes até mais – e ter uma rotina extremamente rígida ainda é bem comum.

Analisando esses dois extremos temos: e um lado temos um modelo de trabalho escalável e colaborativo. E do outro um modelo que limita o profissional e a própria estrutura empresarial. Com isso, seguimos para uma analogia: suponha que sua empresa é uma pessoa que chegou a fase adulta. Ela precisa muito sair de casa. Sente vontade de conhecer o mundo. Fazer descobertas. Viver experiências. E os coworkings são as oportunidades que a vida oferece para esta pessoa se desprender dos pais e das suas influências para construir sua própria história.

coworking Juntando todas essas linhas de raciocínio chegamos a uma importante reflexão. é preciso permitir que sua empresa rompa as barreiras e limitações criadas por uma sociedade em construção. É necessário sair da zona de conforto do tradicional modelo de trabalho e se jogar, conscientemente, nas oportunidades que um coworking pode proporcionar é sair na frente. Isso dará a empresa a oportunidade de conhecer outros caminhos. Estabelecer novos limites. Ou simplesmente não colocá-los como prioridade dentro do seu novo modo de vida.

Mas, e meus funcionários?

Liberdade, flexibilidade, autogerenciamento e autodesenvolvimento. Sim, estas palavras estão condicionadas ao estilo de trabalho dos coworkings. E elas são essenciais para a vitalidade dos seus negócios. Portanto, não as encare com medo, mas sim com entusiasmo.

Uma das vantagens do coworking é que os seus funcionários podem se alocar em estações e até escritórios diferentes. Cada um absorvendo tendências, informações e novidades em círculos diferentes. Quer projeção melhor para seus negócios? Ter quem vai colocar a mão na massa conectado ao mercado, mergulhado num ambiente propício a criatividade, inovação e networking.

Estar com a equipe separada geograficamente pode ser uma excelente forma de conectar cada um deles aos propósitos da empresa. Afinal, se você está distante, tende a ser mais cauteloso ao ler um e-mail, fazer uma reunião, repassar e receber informações. Pois não é possível contar com o colega ali no alcance da voz.

Criatividade, a tendência que nunca sai de modacoworking

Criatividade é a palavra-chave de qualquer negócio. E só um empresário visionário consegue entender o quanto ela é importante para seus negócios. E voltando à analogia acima proposta, o coworking é a oportunidade que uma empresa tem para exercitar a criatividade. Olhar com novos olhos para seus projetos e negócios. E finalmente ter condições de “sair da casa dos pais”. Viver profissionalmente uma vida cheia de desafios e recompensas.

Definitivamente não será fácil de desprender das origens, dos apegos culturais pela carga horária estipulada. Ou sair da zona de conforto – que já nem era tão confortável assim – e ganhar o mundo.

Os coworkings já existem, não são parte de um futuro distante, mas sim de um presente em constante melhoria, que chama por empreendedores, empresários dispostos a viver este turbilhão de informações.

Bora começar a pensar fora da caixa? Bora testar uma diária em um coworking?

Até!

Facebook Comments
Os principais motivos para mudar sua empresa para um coworking

Coworking Day 2018

Os principais motivos para mudar sua empresa para um coworking

Como um CRM pode ajudar um corretor de imóveis autônomo

Newer post

Post a comment

[instagram-feed showheader=true widthunit=273 heightunit=273 imagepadding=0 showfollow=true showbutton=false]