Inteligência emocional no trabalho: impacto para funcionários e empresa

inteligência emocional

Inteligência: capacidade de compreender e resolver novos problemas, conflitos e se adaptar a novas situações. Esta definição dos dicionários dá uma boa previsão do que veremos ao longo deste texto. Na verdade falaremos especificamente da inteligência emocional, principalmente no ambiente de trabalho.

Já precisou controlar sua inteligência emocional? Então vamos conversar sobre isso.

O que é inteligência emocional

Inteligência Emocional, de acordo com a Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional – SBie – é a “capacidade de um indivíduo administrar as próprias emoções e usá-las em seu favor. Além de compreender as emoções das outras pessoas, construindo relações saudáveis e fazendo escolhas conscientes.”

Diariamente somos condicionados a pensar, sentir e agir de forma inteligente e consciente. E saber lidar com as emoções é parte essencial para não perder o controle da vida, tanto em âmbito pessoal quanto profissional.  A falta de inteligência emocional pode, inclusive reproduzir ou criar traumas.

Em um ambiente de trabalho, saber agir emocionalmente com inteligência, sem dúvidas refletirá no tipo de profissional que você será. Ou seja, sua capacidade de administrar as emoções pode proporcionar diversas vantagens no dia a dia e na carreira.

Principais benefícios da inteligência emocional no trabalho

Sejam líderes, analistas, assistentes ou estagiários. Em qualquer nível hierárquico que se esteja atuando é indispensável garantir que a inteligência emocional esteja a frente de cada decisão e posicionamento. Analisar friamente cada situação. Se colocar no outro. E principalmente saber diferenciar questões pessoais das profissionais. Esses são só alguns pontos para iniciarmos a conversa.

No caso das lideranças, o controle emocional impacta diretamente na gestão dos projetos, das demandas e claro, da equipe. Administrar as emoções fará com que o profissional tome as decisões de forma mais acertada, passando segurança à equipe e conduzindo os processo de forma inteligente e estratégica.

Os analistas, assistentes e estagiários estão lidando diretamente com a execução e operacionalização do produto ou serviço que a empresa leva para o mercado. Portanto, precisam igualmente de inteligência emocional, para fazer entregas consistentes e que lhes agreguem aprendizado e crescimento profissional.


Por que é tão importante ter “jogo de cintura”?

inteligência emocional

Vários benefícios surgem quando se tem jogo de cintura diante de situações simples ou complexas. Muitas vezes um tom de voz, as palavras certas, o saber ouvir fazem toda diferença no trato de uma questão.

Vantagens individuais e coletivas surgem quando se age com inteligência emocional.

Lembrando que estas vantagens são tanto para o profissional, quanto para empresa. Confira:

  • Quanto mais inteligência emocional menor a incidência de conflitos em relacionamentos interpessoais;
  • Com profissionais mais centrados e emocionalmente estáveis, maior o nível de comprometimento com metas e entregas;
  • Olhando para o todo, o profissional aprende a compreender a visão de mundo e das emoções vividas por outras pessoas;
  • Saber a hora de falar e ouvir. Sim a inteligência emocional também ajuda a desenvolver a comunicação e, consequentemente, amplia o poder de influência sobre as decisões;
  • Pessoas mais felizes e propícias a superar barreiras
  • Melhor administração do tempo e, consequentemente alta da produtividade;
  • Ao aprender a lidar com as emoções, as pessoas se tornam mais aptas a viver realizações pessoais, familiar e profissional; O que tende a contribuir para a melhoria na qualidade de vida.

Sim, ter jogo de cintura pode proporcionar essas melhorias e muitas outras, como: ter  qualidade de vida dentro do ambiente de trabalho. Evita o turnover. Contribui para que as lideranças consigam identificar talentos. Potencializa a criatividade, etc.

E os coworkings, como podem contribuir com a inteligência emocional?

inteligência emocional

Nada como um ambiente de trabalho que inspira para incentivar os profissionais no trabalho. Os coworkings tem como característica principal ser um lugar de compartilhamento, sejam de ideias, custos ou experiências.

Portanto, se você quer respirar novos ares, ou mesmo oferecer esta experiência aos seus funcionários, os coworkings são ótimas pedidas.

Reconhecer fragilidades e trabalhar para melhorá-las é um caminho para a ascensão profissional. Portanto, pense nos seu bem estar, reconheça suas necessidades de melhorias e, claro, com muita inteligência emocional comece a trabalhar a seu favor.

Até a próxima! 🙂

Facebook Comments
Inteligência emocional no trabalho: impacto para funcionários e empresa

Os 8 melhores livros de empreendedorismo

Inteligência emocional no trabalho: impacto para funcionários e empresa

OKR: descubra como essa metodologia pode ajudar sua startup

Newer post

Post a comment

[instagram-feed showheader=true widthunit=273 heightunit=273 imagepadding=0 showfollow=true showbutton=false]