Criando eventos em coworking

eventos

Crédito: espaço Impact Hub Belo Horizonte; foto Breno Barcellos

Que os coworkings são ambientes propícios para compartilhar expertises e se aproximar do mercado de uma forma mais dinâmica muitos já sabem. O que você talvez não saiba é que esses lugares são mais que um espaço para trabalho. Eles podem e devem ser utilizados para eventos, principalmente aqueles voltados para autoconhecimento. Ou de lançamento de novos projetos. Ou, ainda, apenas um happy hour de fim de tarde quando estão todos descontraídos e mais propícios a fazer networking. Sim, realizar um evento em coworking pode ser aquela dica especial que você precisava para tirar uma boa ideia da cabeça.

Venha ler mais!

Mas, porque mesmo criar um evento em coworking?

Quem trabalha com organização de eventos sabe bem da importância em conhecer o público e definir bem o local. Desta forma, se você conhece um coworking, seu clima, seu espaço físico e, principalmente, o público que costuma frequentá-lo, já será meio caminho andado.

Dentro dos escritórios colaborativos você já tem um potencial público de interesse para o evento que pretende organizar. Obviamente que as produções que visam proporcionar novos conhecimentos, propor debates, apresentar tendências. Enfim, temáticas relacionadas ao mercado de trabalho, sem dúvidas, tendem a ter uma afinidade maior com a proposta dos coworking.

Dentre as vantagens de utilizar esses espaços para eventos são:

  •         Normalmente os locais estão bem localizados.
  •         O espaço físico bem estruturado.
  •         Público potencial que já frequenta o local.
  •         Contribui para a construção da sua marca, que será atrelada a bons eventos.
  •         Networking com pessoas de áreas diversas.

Estas são vantagens gerais, mas quanto mais você conhecer o coworking escolhido e o público que o frequenta, mas vantagens você identificará.

eventos

Espaço Impact Hub Belo Horizonte; foto Breno Barcellos

Mas não sou especialista, e agora?

Antes mesmo de começar a conversa, já adiantamos: não se boicote! Se você tem conteúdo ou experiência em alguma área, realizar um evento você tira de letra. Afinal é só compartilhar tudo que sabe com outras pessoas. Daí você pode dizer: mas não sei convidar, mobilizar as pessoas! Ok, as mídias sociais estão ai para fazer as vezes do famosos “boca a boca”, basta comunicar à pessoas chave e as coisas fluem.

Obviamente as coisas não são tão simples, requerem uma comunicação eficaz para que de fato as pessoas compareçam no seu evento. Mas, independentemente da forma que você escolheu para divulgar uma coisa é certa, se tiver pessoas estratégicas para propagar seu evento, em questão de horas já terá muita gente envolvida.

Grupos no facebook, mailing, e-mail marketing, contatos no linkedin podem parecer recursos muito mercadológicos, fora do seu alcance. Porém está mais perto do que imaginamos. Ao longo da sua vida, sem dúvidas, você fez muitos contatos, trocou e-mails e telefone, trabalhou com pessoas com interesse em comum etc. Agora é hora de usar esses contatos. Eles farão a primeira ponte entre seu evento e os demais convidados, portanto, não se intimide! É hora de utilizar aquele networking a seu favor.

Tomei coragem, mas qual o formato de evento escolher?

Workshop? Meetups? Roda de conversa? Debate? Palestra? Ou será que o melhor é fazer algo mais dinâmico, aproveitando o fim do expediente para um happy hour diferenciado? O tipo de evento escolhido também impacta diretamente no seu sucesso. Mas, não se esqueça, antes de definir o tipo de evento você precisa saber quem será seu público.

Vamos definir e exemplificar alguns desses tipos aqui, assim fica mais visualizar qual melhor se encaixa para o seu perfil, da sua empresa e até mesmo do coworking escolhido.

Formatos de eventos

Workshop: Totalmente participativo. A plateia não fica alheia a apresentação. Pelo contrário, é estimulada a participar das discussões e, principalmente, contribuir com comentários, experiências etc.

Meetup: Está buscando ampliar sua rede de contatos? As meetups são ideiais para isso. Trata-se de um encontro informal, em que as pessoas conversam de pé, facilitando a circulação e o networking. Normalmente tem um tema específico e espaço aberto para apresentação de uma ideia ou projeto.

Roda de conversa: Propor que os convidados, literalmente, sem em círculo e façam um debate sobre um tema pré-estabelecido pelo mediador. Sendo que, normalmente o mediador é o organizador do evento. É legal variar as temáticas de acordo com as expertises do público participante. Assim todos têm a chance de contribuir e aprender.

Debate: Convide palestrantes diversos, mantenha um mediador ponderando as colocações e abra para o público. Muitas vezes alguns conhecimentos ficam retidos numa ponta e na outra há um receio em tomar decisões por falta de informação. Desta forma, o debate pode proporcionar esclarecimentos e ao mesmo tempo abrir espaço para discussões produtivas.

Palestras: Como se trata de um formato com menor interação, o ideal é entender bem a expectativa do público e trazer temas que agreguem muito valor. E se o conteúdo for muito denso, fazer pausas para que não fique extremamente cansativo.

Se você tem alguma outra ideia de evento que não tenha sido apresentada aqui, basta fazer uma análise do espaço físico que tem e projetar o público que pretende alcançar. Assim fica mais fácil definir qual o modelo de evento melhor lhe atenderá. E não deixe de contar para gente o que fez e compartilhar o resultados, ok?

eventos

Vantagens para você e para a comunidade

Você sempre ouvirá que os espaços para coworking estimulam o networking, tem um clima mais dinâmico e favorável para o surgimento de novas ideias. Logo, se você está disposto a colocar seu nome, sua marca no mercado, nada melhor que escolher um nicho já segmentado.

Sim, estamos falando de um espaço compartilhado, onde os coworkers já tem predisposição para adquirir novos conhecimentos, trocar ideias e obviamente dividir suas experiências. Logo, você ganha espaço e amplia sua rede de contatos, enquanto o grupo em questão se abre para novas oportunidades e conhecimentos.

Se você ainda não tem um evento estruturado para colocar em prática, busque coworkings que já ofereçam esses tipos de conteúdos, e vá se atualizando das possibilidades. Quem sabe você não é o próximo a compartilhar seus conhecimentos?

Até a próxima! 🙂

Bárbara Santos

Facebook Comments
Criando eventos em coworking

2017, um ano além das conexões!

Criando eventos em coworking

Empreendendo em 2018!

Newer post

Post a comment

[instagram-feed showheader=true widthunit=273 heightunit=273 imagepadding=0 showfollow=true showbutton=false]