Coworking como alternativa para o trabalho remoto

Imagina só oferecer para o seu funcionário, que já tem a liberdade do trabalho remoto, a opção de trabalhar em um coworking? E já pensou ter essa liberdade com a sua empresa? Veja que é possível!

Qualidade de vida e economia são palavras de ordem para quem sonha conciliar profissão e vida pessoal. Tudo isso, obviamente, sem deixar cair a produtividade. Neste cenário é cada vez mais comum empresas que oferecem o home office. Porém, nem todo funcionário se adapta à rotina de trabalhar solitário. Ou mesmo não tem infraestrutura para trabalhar de casa. E é aí que os coworkings entram como alternativa para a empresa manter seu funcionário com um, a baixos custos e com reais oportunidades de aprendizado.

Tudo preparado para acolher!

O espaço de coworking oferece toda estrutura que o funcionário precisa para desenvolver seu trabalho, como energia, internet, ambiente mobiliado, etc. Além disso, ainda proporciona um clima de motivação, afinal, são vários empreendedores compartilhando o mesmo espaço, trocando experiências e vivências particulares e únicas. Para as pessoas que sentem aquela necessidade de ter um lugar para ir e voltar, cumprindo um horário estipulado de trabalho é um benefício a mais, e o melhor, a baixo custo.

Há algum tempo esses modelos de escritórios compartilhados vêm ganhando espaço e adeptos por todo Brasil. Inicialmente a busca era, principalmente, por parte de empreendedores à procura de um lugar para desenvolver seus negócios, com foco principalmente no espaço. Mas posteriormente vinha o adendo de ter outros profissionais para trocar ideias, serviços e até mesmo clientes. Porém, este público não é exclusivo nestes espaços. Há também os empresários que, por uma questão de mobilidade, qualidade de vida, ou mesmo estrutura física da empresa, optam por oferecer aos funcionários a flexibilidade de escolher o lugar onde querem trabalhar.

Trabalho remoto, liberdade e networking

Neste modelo de trabalho, os funcionários têm a vantagem de optar por um escritório compartilhado mais próximo de casa. Eles também podem conhecer outros profissionais que atuam na mesma área, ou numa área complementar à sua. Esta é uma experiência que pode agregar valor para a empresa, que terá um colaborador imerso em um ambiente propício a novas experiências. Mas também para o funcionário que, além da flexibilidade de horários, tem a possibilidade de ampliar os horizontes enquanto profissional.

Considerando que uma das principais vantagens do escritório compartilhado é o baixo custo. Muitos podem ter a visão de ser uma opção exclusiva para empresas iniciantes. Ou de pequeno porte, que estão em fase de adaptação no mercado de trabalho. Porém, essa realidade é bem diferente e, hoje, os coworkings já são vistos e utilizados por empresas dos mais diversos segmentos e portes.

Das pequenas às médias e grandes empresas: coworking é uma realidade!

Liberdade gera qualidade!

Liberdade gera qualidade!

Seja por uma questão de mobilidade urbana. Por estratégia de mercado. Por opção do funcionário que tem a escolha pelo home office. Por falta de espaço físico. Enfim, vários fatores podem conectar as empresas aos escritórios e salas compartilhadas. E dentre a diversidade de espaços como estes no Brasil, uma característica quase que comum a todos eles é o ambiente descontraído e, literalmente, compartilhado, com mesas comuns e grandes salas. Mas, é válido lembrar que, para aqueles que precisam de mais privacidade, sem perder os benefícios de um coworking, existem as salas privativas. Estas salas oferecem estruturas ideais para o trabalho, e os contratantes continuam com acesso às áreas coletivas, como cozinha, banheiros, salas de reuniões, etc. Para saber mais sobre esse modelo de contratação, leia aqui.

Principais benefícios dos coworkings para as empresas

Já citamos alguns benefícios que as empresas e os funcionários têm ao utilizarem os coworkings como aliado do trabalho remoto. Agora, focando especialmente no empreendedor  que terá seu funcionário alojado dentro desses espaços, falarei 3 fatores importantes que podem ser essenciais na tomada de decisão sobre alocar um funcionário nestes espaços.

Networking

Café e networking. Novas percepções.

Percepção de mercado

Para as empresas que gostam de ser manter atualizadas sobre as inovações e tendências de mercado, esta é uma ótima oportunidade. Afinal seus colaboradores estarão em contato com outros profissionais, que não tem nada a ver com sua empresa e, consequentemente, tem novas informações à compartilhar. Tais informações podem ser obtidas diariamente em situações diversas, como num almoço, numa pausa para o café, etc.

Economia

Sim, esse é um fator de extrema relevância, independente do porte da empresa. Utilizar um espaço com as mesmas funcionalidades e qualidade do espaço físico da empresa e ainda dividir os custos é um fator a ser considerado.

Branding

Seu colaborador sempre será um porta voz da sua marca. Alocar esses funcionários dentro de escritórios compartilhados é uma forma de disseminar a percepção sobre sua marca no  mercado de trabalho. Afinal, o colega do lado pode ser um formador de opinião, um possível cliente, um potencial parceiro, etc.

Você é um empresário? Tem seu espaço físico? Quantos colaboradores precisam de fato estar presente na sua empresa? Busque espaços que estão preparados para receberem sua equipe! 

Aderir aos novos modelos de trabalho é pensar fora da caixa. Então, inove, reinvente, saia da caixa!

Até a próxima! 🙂

Facebook Comments
Coworking como alternativa para o trabalho remoto

O Hábito de tomar café é capaz de tornar o dia de trabalho mais produtivo

Coworking como alternativa para o trabalho remoto

Como ter mais qualidade de vida no trabalho

Newer post

Post a comment

[instagram-feed showheader=true widthunit=273 heightunit=273 imagepadding=0 showfollow=true showbutton=false]